6 de março de 2020 às 00h54min - Por Mário Flávio

Da IstoÉ

Durante a reunião dos parlamentares do PDT da Câmara dos Deputados, na última quarta-feira (4), houve discussão, lágrimas e até uma surpresa. O objetivo do encontro era eleger as novas lideranças do partido no Legislativo, mas o deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE) aproveitou para anunciar que desistiu da disputa para a Prefeitura de Recife, no Pernambuco.

O deputado Wolney Queiroz (PDT-PE) foi eleito o líder da legenda por votação unânime. O impasse ocorreu quando os parlamentares foram escolher a liderança da minoria, que deve ficar neste ano com o PDT.

Conforme apuração de coluna do jornal Estadão, Gadêlha teria preparado um apoio para ser eleito. Entretanto, como o deputado André Figueredo (PDT-PE) entrou na disputa no final, o pernambucano perdeu seus votos.

Além de outros motivos, os parlamentares não pretendiam eleger dois deputados do mesmo estado para os cargos. Ainda de acordo com a coluna, Túlio teria chorado e pedido para que constasse na ata da reunião que estava retirando sua candidatura à prefeitura da capital pernambucana.

Alguns participantes até tentaram persuadir o deputado a mudar de ideia, mas o deputado seguiu convicto. Gadêlha foi procurado para comentar o ocorrido e não respondeu.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro