15 de julho de 2013 às 12h43min - Por Mário Flávio

20130715-124844.jpg

Na reunião entre a comissão de mototaxistas caruaruenses e o prefeito Zé Queiroz (PDT), nesta segunda (15) o foco principal foi garantir aos mototaxistas que haverá maior rigor na fiscalização de motos a partir desta semana e que parte de suas reivindicações seriam debatidas na Conferência Municipal de Transporte que deve ocorrer em agosto.

Na verdade, nas palavras do prefeito, o protesto da categoria poderia ter sido minimizado na sexta (12). “A gente poderia ter evitado isso, pois eu me coloquei à disposição deles para o diálogo com três membros e eles recusaram. Se tivessem subido ao gabinete, teríamos avançado. Mas, eles se declararam satisfeitos. Ficou definido que haverá rigorosa fiscalização, em parceria com a Polícia Militar e Detran”, ressaltou.

Sobre a isenção de taxa do alvará ficou esclarecido, contudo, que essa arrecadação cobrada, de R$ 8, não pode ser cancelada pela prefeitura, pois a prefeitura não poderia rennciar receita, devido à Lei de Responsabilidade Fiscal, em um contexto de aperto financeiro no orçamento municipal. Quanto ao repasse das motocicletas e piloto reserva, ficou estabelecido que isso será discutido na Conferência de Transporte.

Já sobre isenção IPVA, o prefeito reforçou que isso é competência do governo estadual, embora os mototaxistas tenham acordado com a prefeitura que a Destra enviará indicação ao Detran para avaliar esse ponto.

Para um dos integrantes da comissão, Marcio Fernando, membro da Cooperativa de Mototaxistas em Caruaru, a reunião foi positiva e a discussão sobre o repasse e piloto reserva se faz necessária. “Vamos levar esses pontos para a Conferência e analisar os prós e contras sobre esses pontos, pois também temos a preocupação para não tornar esses benefícios como una forma de comércio entre os mototaxistas”, avaliou.

Quanto às vistorias de 2013, que ainda não foram realizadas pela maioria dos mototaxistas, o prefeito garantiu um prazo de 45 dias a partir desta segunda, para os mototaxistas que não a realizaram até junho. Para quem nunca pagou o alvará, ficou estabelecido também 45 dias. Atualmente há 2577 concessões de mototaxistas e 483 compareceram à vistoria até junho.

Sindicato dos Mototaxistas-
Assim que a reunião terminou, o Sindicato dos Mototaxistas chegou ao gabinete. O prefeito recebeu o presidente e solicitou ao presidente da Destra, Cel. José Carlos, para repassar todos os detalhes do que havia sido discutido e acordado.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro