6 de agosto de 2013 às 07h25min - Por Mário Flávio

vanucioUm mês antes do prazo determinado o presidente licenciado do PT em Caruaru, Vanuccio Pimentel, reassume as atividades nesta terça-feira (05). O petista volta após pedir uma licença para poder terminar a tese do doutorado. O cientista político explicou os motivos de retomar as atividades na presidência.

“Mesmo ainda não tendo terminado a tese consegui resolver os maiores problemas que eu tinha. Eu resolvi voltar em respeito a todos os filiados que me elegeram na reunião do Diretório, que me conduziu para completar este mandato e também para continuar a organizar o PT”, disse.

Vanuccio fez uma análise positiva da gestão de Herlon Cavalcanti durante os dois meses em que ele esteve a frente do PT em Caruaru. “Como eu já esperava, acho que Herlon continuou na mesma sintonia de organizar o partido e de dar voz aos avanços do PT na frente do Governo Federal nos últimos dez anos. Mas os desafios são grandes para uma legenda como a nossa, que sempre careceu de maior organização no município e espero que consigamos construir isso num espaço de tempo breve”, observou.

Pimentel comemorou a aprovação das contas do ano passado pela justiça eleitoral. “Resolvemos esse impasse depois de dois anos em que tivemos problemas com a justiça eleitoral em relação a nossas contas. Desde o ano passado resolvemos colocar em dia nossas pendências e conseguimos organizar as contas. Agora é preciso continuar organizando o partido na cidade, conseguindo uma nova sede
e estruturando o partido para o próximo PED, que será em novembro”, explanou.

Indagado sobre a eleição de novembro, quando um novo presidente será eleito para comandar o PT em Caruaru, ele ainda não definiu se vai disputar a reeleição. “Pergunta difícil de responder. Muitas vezes os desejos pessoais precisam ser submetidos ao desejo coletivo. Se o grupo a que faço parte considerar que devo me candidatar e se eu achar que posso contribuir para o conjunto do partido, estarei disponível. Mas não há nenhuma definição pessoal minha e nem do meu grupo do PT, o MAIS”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro