11 de março de 2016 às 09h24min - Por Mário Flávio

Louro

O vereador Louro do Juá (sem partido) ocupou espaço na Tribuna nesta quinta-feira (10) – no primeiro expediente da 10ª reunião pública ordinária da 3ª sessão legislativa da 16ª legislatura – e pediu que o prefeito José Queiroz (PDT) envie projeto de lei para reajuste do secretariado municipal. “Não é possível que um secretário com a demanda e dedicação total em suas atividades receba menos de sete mil reais mensais. Este valor não corresponde ao valor de executivos no atual mercado de trabalho para profissionais do nível do secretariado de Caruaru”, questionou Louro do Juá.

Alguns vereadores concordaram com a proposta e apoiaram equiparar o salário a R$ 15 mil. O problema é que a solicitação vai de encontro ao que determina a função dos parlamentares. A Lei Orgânica do Município determina que aumentos desse tipo (prefeito, vice e secretários) deve ser solicitado pela Câmara e não pelo Chefe do Executivo. Uma contradição ao discurso do vereador na Tribuna e do apoio dos demais ao discurso. Segue abaixo a parte da Lei que se refere a competência dos parlamentares.

regimento


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro