5 de agosto de 2018 às 11h21min - Por Mário Flávio

Do G1

O PSB decidiu neste domingo (5), em convenção nacional realizada em Brasília, que não irá fazer coligação formal com nenhum outro partido para a eleição presidencial de outubro.

A votação foi simbólica, sem a contagem de votos. Havia uma segunda proposta de apoiar o candidato do PDT, Ciro Gomes, mas ela acabou derrotada.

O plenário do partido aprovou um documento que diz que o partido irá “concentrar nossos esforços na eleição de bancadas parlamentares e de governadores de estado, para fortalecer a perspectiva da construção de um projeto socialista democrático, moderno e criativo para o Brasil”.

O documento conclui: “Nossa decisão de apoiar os candidatos progressistas no primeiro turno das eleições, vetando rigorosamente a qualquer membro ou secção partidária, o apoio à candidatura do deputado Jair Bolsonaro atende ao imperativo democrático de derrotar a candidatura da ultradireita, pelo que ela representa de ameaça à democracia e aos direitos humanos”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro