28 de setembro de 2013 às 09h55min - Por Mário Flávio

O presidente do PDT Caruaru, Mauricio Silva, não esperava que a saída do vice-governador, João Lyra, do partido fosse concretizada. Ele entregou a carta de desfiliação nesta e deve se filiar ao PSB, partido do governador Eduardo Campos, nesta segunda-feira (30). Ele minimizou a decisão de Lyra. “Fomos pegos de surpresa com a carta de desfiliação do vice-governador, mas o assessor dele, Rubens Júnior, nos procurou. Mas isso é normal na política. A saída dele do PDT eu vejo de forma natural. Agora vamos comunicar ao presidente do partido estadual, Zé Queiroz. Me perguntaram se o partido perde com a saída de João. Eu disse que não, porque ele continua na Frente popular, então dessa forma ele continua no PDT”, disse.

Maurício Silva avaliou a saída de João Lyra do PDT como um processo natural na politica. Ainda de acordo com o presidente da legenda no município, a saída do vice-governador, não tem relação com a falta de comunicação com o presidente estadual do PDT, o prefeito Zé Queiroz, já que ambos vivem um relação desgastada e só se falam em eventos oficiais. “De forma alguma. Ele já foi do PSB, PT, PPS e do PDT, é natural quando não nos damos bem num partido sair dele”, explicou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro