29 de junho de 2015 às 09h49min - Por Mário Flávio

O vereador Lula (PCdoB), que preside a Câmara Municipal da cidade de Água Preta, informou que uma manobra de cinco parlamentares atrasa o processo de votação das contas do ex-prefeito da cidade, Eduardo Coutinho (PSB). De acordo com o presidente, os vereadores Tatá (PSB), Zé Juvino (PSB), Elias do Alegrete (PTN), Nel da Lage (PTN) e Irmão Dalípio (PHS) faltaram a três reuniões consecutivas e por isso, de acordo com o Regimento Interno da Casa, as contas não pode mais ser votadas.

De acordo com ele, o Tribunal de Contas do Estado, recomendou à Câmara a rejeição das Contas do ex-prefeito, com isso, o mesmo ficaria inelegível. Como o socialista tem o apoio dos cinco vereadores citados, os mesmo faltaram a votação. O vereador Lula disse ainda que por causa da ausência, a votação do Plano de Educação também acabou sendo prejudicada. Ele informou que recorreu ao Ministério Público, para que a situação seja resolvida.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro