27 de janeiro de 2012 às 08h32min - Por Mário Flávio

 

O governador Eduardo Campos assina às 10h, em Palmares, a Ordem de Serviço para a construção da maior e mais importante obra destinada a evitar novas cheias na Mata Sul: a barragem Serro Azul. A obra será realizada através da Secretaria de Recursos Hídricos e Energéticos do Estado (SRHE) e vai receber investimentos de R$ 246 milhões, sendo parte vinda do governo federal e a outra parte de recursos do próprio estado.

A barragem Serro Azul será a quinta maior de Pernambuco, com capacidade de acumulação total de 303 milhões de metros cúbicos de água. O maciço (paredão) do reservatório terá 1.012 metros de extensão com 65 metros de altura. O lago que ela vai formar ocupará áreas dos municípios de Palmares (4,34km2 – 1,28% do município), Catende (2,99 km2 – 1,44% do município) e Bonito (1,74km2 – 0,4% do município), num total de 907 hectares. A obra tem prazo de execução de 18 meses.

Medidas mitigadoras serão adotadas com o objetivo de minimizar os impactos ambientais da obra e permitir também a preservação da fauna, da flora e de outras riquezas naturais, como as cachoeiras de Bonito que não serão afetadas pela construção da barragem. Serro Azul se destina prioritariamente ao controle de cheias e vai operar a maior parte do tempo com apenas um terço do volume total, sendo utilizada em sua plena capacidade apenas na ocorrência de um período de chuvas mais intenso na região.

Para fazer o controle de cheias na Mata Sul, o governo de Pernambuco projetou um conjunto de cinco barragens, sendo quatro na bacia do rio Una e uma na bacia do rio Serinhaém. No Rio Una, além de Serro Azul, as barragens de Gatos, em Lagoa dos Gatos, e Panelas II, em Cupira, já estão com obras em andamento. As barragens de Igarapeba, em São Benedito do Sul, também na bacia do Una, e a de Barra de Guabiraba, no município de mesmo nome, na bacia do Serinhaém, estão na fase final de elaboração de projeto e, em breve, começarão a ser construídas. O investimento nesse conjunto de obras está estimado em mais de R$ 500 milhões.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro