18 de junho de 2012 às 07h24min - Por Mário Flávio

Eduardo disse que espera definir o nome do PSB até a próxima sexta

Se ainda não assumiu publicamente que o PSB vai ter candidato próprio, nos bastidores esse tipo de situação já e dada como certa. O governador Eduardo Campos deixou claro no Forró da Macambira que está disposto a ir de encontro ao PT no Recife. “Não foi o PSB que estressou essa relação. Da mesma forma que é legítimo colocar o PT na cabeça de chapa, é legítimo que o PSB coloque a cabeça de chapa. Porque não os nossos quatro nomes? Temos uma história de convergência e poderemos até o dia 30 buscar a unidade, tendo como norte o interesse do povo do Recife”, disse o socialista.

Durante a entrevista, o governador disse que o partido sempre foi aliado do PT lembrou as alianças feitas em torno do apoio ao ex-presidente Lula e a presidenta Dilma. Ele citou ainda a eleição de 2006, quando o próprio entrou na disputa e ele e Humberto foram candidatos. “O debate que o PSB defenderá, de forma fraterna, com o PT, não é eleitoral, é político, dentro de outras perspectivas (não personalistas). Queremos o debate do Recife do futuro, não pela ótica dos partidos (busca de poder a todo custo), mas do ponto de vista do cidadão”, declarou.

Segundo o governador, a definição do nome pode sair até a próxima sexta-feira (22). “Caso isso não aconteça, a gente bate o martelo no dia 25”, pontuou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro