11 de fevereiro de 2013 às 17h47min - Por Mário Flávio

20130211-174900.jpg

As cores e o brilho do maracatu rural de baque solto de Nazaré da Mata foram conferidos de perto pelo governador Eduardo Campos, na tarde desta segunda-feira (11). Após acompanhar, pela manhã, a 9ª edição do Carnaval Mesclado, na Casa da Rabeca, em Olinda, o governador se deslocou para a Capital do Maracatu, na Zona da Mata. Aclamado por populares, distribuiu acenos, abraços e reforçou os votos por um carnaval muito bonito e cheio de paz. “É uma alegria ver essa explosão de cultura popular de maracatu. Ver Pernambuco cheio, os turistas adorando o maior Carnaval do Brasil. O frevo, que foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade, num ano muito especial do Carnaval pernambucano, quando o Brasil descobre que o Carnaval do Interior de Pernambuco é uma grande opção para quem gosta de cultura e de tranquilidade. Um Carnaval que dá para trazer as crianças, os mais velhos, a família. Pernambuco está fazendo o maior Carnaval da sua história”, disse o governador, ao falar da intensa agenda que vem cumprindo no período de momo.

Eduardo foi recebido no município pelo prefeito Nado Coutinho. Ambos se dirigiram à praça João Paulo 23, onde 32 nações de maracatu, sendo 22 de Nazaré da Mata, e milhares de foliões coloriam a cidade desde as 8h. No palco, o governador participou da homenagem aos mestre João Paulo, do Maracatu Leão Misterioso, e ao maestro José Menezes. “É uma honra receber o troféu das mãos do governador”, disse o mestre, que fez loas para o atual chefe do Executivo estadual e para seu avô, o ex-governador Miguel Arraes. Eduardo também recebeu um caboclo de lança esculpido em barro do prefeito Nado Coutinho, e uma gola de maracatu da presidente da Associação de Mulheres de Nazaré da Mata, Eliane Rodrigues.

Além dos presentes que recebeu, o governador ainda ganhou homenagens por parte dos populares. Não foram poucos aqueles que o pararam para tirar uma foto, como a aposentada Maria Rita da Silva, de 77 anos. “Nazaré da Mata merece a visita de um governador tão querido como é Eduardo Campos”, destacou. Ao deixar o município, Eduardo se dirigiu para Paudalho, também para acompanhar os festejos de momo. Antes, fez duas paradas: em Tracunhaém e em Carpina, sendo em ambas festejado novamente pelos foliões.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro