8 de janeiro de 2021 às 09h01min - Por Mário Flávio

O anúncio da eficácia da Vacina Coronavac pelo governo de São Paulo e o Instituto Butantan trouxeram a esperança de volta ao povo brasileiro. São mais de 200 mil mortos e quase de 8 milhões de infectados pela doença desde o mês de março, quando estourou a pandemia.

O anúncio foi feito com muita emoção pelo instituto Butantan e o Governo Federal deixou a birra política de lado e já enviou um contrato para aquisição das vacinas e com isso iniciar o plano de imunização para todo o Brasil.

No Brasil a esperança voltou, prefeitos e governadores começaram a anunciar que existem negociações para a compra do imunizante. A vacina também não ajuda apenas na esperança para a saúde dos brasileiros, mas também gera expectativa de melhora na economia do país.

Após o anúncio a Bolsa de Valores subiu e o mercado econômico deu sinais positivos mostrando que as questões políticas devem ser deixadas de lado e o que mais interessa para a população é a volta de algo parecido com o que a gente tinha antes da pandemia.

Os grupos prioritários serão vacinados de início, o que é justo, principalmente pelo fato da maioria das mortes e de casos graves ser na população acima de 60 anos ou com alguma comorbidade. Também lembrar dos profissionais de saúde, que lutam diariamente de forma incansável para salvar vidas.

Nesse momento nos resta ter esperança e acreditar que em breve estaremos de novo podendo ir a eventos, receber pessoas em casa e voltar a ter a vida de volta ao normal. Um salve para o Instituto Butantan e seja bem-vinda Coronavac.

Anúncio…

O governo de Pernambuco já anunciou o plano de imunização, mesmo ainda sem ter previsão para o início da vacinação. O Plano de operacionalização prevê imunizar mais de 2,8 milhões de pessoas distribuídas em quatro grupos distintos.

…Grupos

Os grupos começam da seguinte forma: Na primeira fase serão vacinados os trabalhadores da saúde, que estão na linha da assistência e trabalham em vigilância em saúde; índios aldeados nas 11 etnias do estado e a população de 75 a mais e os idosos a partir de 60 anos que estão em instituições de longa permanência.

Segunda, terceira e quarta fase…

No segundo momento, serão vacinados os idosos a partir de 60 anos. Na terceira fase, os indivíduos com comorbidades e na quarta, profissionais das forças de segurança, trabalhadores da educação, caminhoneiros, transporte aéreo, pessoas que trabalham nos portos, quilombolas e funcionários do transporte coletivo de ônibus e metrô.

…Petrolina

O prefeito Miguel Coelho saiu na frente e disse que já negocia com o governo de São Paulo a compra de vacinas para imunizar a população. De acordo com o emedebista, já existem conversas com o Instituto Butantan para em breve iniciar a vacinação por lá.

Caruaru…

A prefeita Raquel Lyra é aliada de primeira linha do governador João Dória e esteve antes de tomar posse para o segundo mandato em São Paulo. Ambos falaram sobre diversos assuntos, entre eles, a vacina produzida pelo Instituto Butantan.

…Mudança

O plano municipal de imunização será o grande desafio do novo secretário de Saúde de Caruaru, Breno Feitoza, que assumiu a pasta recentemente, no novo governo de Raquel Lyra. Ele substitui a Francisco Santos, que fez um bom trabalho durante a pandemia.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro