20 de maio de 2013 às 18h55min - Por Mário Flávio

capa-home

A presidenta Dilma Rousseff participou, nesta segunda-feira (20), do primeiro evento-teste da Arena Pernambuco, em Ipojuca, Região Metropolitana de Recife. Times formados por operários, em dois tempos de 20 minutos, estrearam o gramado do sexto e último estádio da Copa das Confederações. Concebida para ser multiuso, a arena terá, por ano, 70 datas reservadas ao futebol, recebendo também eventos de outros esportes, além de shows, feiras e convenções.

O estádio tem capacidade para 46.106 espectadores, com assentos individuais e rebatíveis, área vip com 102 camarotes e 1,6 mil lugares. Conta ainda com dois telões de LED que medem 77,4 m², cada um, com 281 trilhões de cores e 20 mm de distância entre pixels.

A arena recebeu investimento de R$ 532 milhões, com R$ 400 milhões de financiamento federal via BNDES. São 128 mil m² de área construída, divididos em seis pavimentos. Durante a Copa das Confederações, em junho, a arena receberá Espanha x Uruguai, dia 16, Itália x Japão, dia 19, e Uruguai x Taiti, dia 23. Já na Copa do Mundo, em 2014, serão cinco jogos.

DILMA FALA SOBRE BOLSA FAMÍLIA

Mais cedo, durante sua passagem por Ipojuca, Dilma também disse que o boato a respeito da interrupção do Programa Bolsa Família é “desumano e criminoso”. Em discurso durante cerimônia de entrega do navio petroleiro Zumbi dos Palmares, em Ipojuca (PE), Dilma pediu que os brasileiros não acreditem nos boatos.

“Eu queria deixar claro o compromisso do meu governo com o Bolsa Família: é um compromisso forte, profundo e definitivo. Não abriremos mão do Bolsa Família (…) Não acreditem nos boatos, porque os boatos desse país às vezes ocorrem de forma surpreendente. O que aconteceu no Brasil sábado foi falso, negativo e levou intranquilidade às famílias que recebem o Bolsa Família (…) É algo absurdamente desumano o autor desse boato. Por isso, além de ser desumano, ele é criminoso, por isso nós colocamos a Polícia Federal para descobrir a origem do boato”, afirmou.

PETROLEIRO ZUMBI DOS PALMARES

Já sobre a cerimônia que marcou o início das operações do petroleiro “Zumbi dos Palmares”, Dilma afirmou que o Brasil recuperou a indústria naval e pretende ser um grande produtor de navios e plataformas. “Nós estamos falando de uma indústria que tem futuro. Nós estamos falando de uma indústria que vai passar gerações e isso é muito importante porque nós queremos ser não só um grande produtor de petróleo e gás. Nós queremos ser um grande produtor de navios, um grande produtor de plataformas, de equipamentos para a Petrobras. E é isso que fazem aqueles que apostam no país, apostam no seu desenvolvimento, aqueles que apostam no desenvolvimento do país, e não ficam só e simplesmente tratando as questões pelo lado negativo, eles – aqueles que apostam no país –, eles olham o horizonte e sabem que quem constrói o futuro deste país somos nós”, ressaltou.

Confira mais sobre a estrutura do Arena Pernambuco nas imagens abaixo


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro