28 de agosto de 2013 às 10h25min - Por Mário Flávio

mobilidade_alepe

O deputado Betinho Gomes (PSDB), sugeriu, nessa terça (27), a realização de audiência pública das Comissões de Administração e de Mobilidade Urbana, para que os parlamentares tenham acesso às informações sobre o arco metropolitano. De acordo ele, a obra, que tem por finalidade ligar a BR-101 Norte e 101-Sul por fora do Recife, foi prometida pelo Estado.

Betinho explicou que se trata de uma via expressa com 77 quilômetros de extensão, orçada em mais de um bilhão de reais. Sílvio Costa Filho (PTB), presidente da Comissão Especial de Mobilidade, defendeu a gestão estadual afirmando que nunca se investiu tanto no setor como nos últimos dois anos. Ele afirmou que a Assembleia está atenta às obras do Governo, que somam investimentos em torno de três milhões de reais, segundo o deputado.

De acordo com Betinho, a Fiat teria deixado de se instalar no Cabo de Santo Agostinho, levando o empreendimento para Goiana, por causa da promessa de que, até a fábrica ficar pronta, o arco estaria construído. Ainda segundo o parlamentar, existe uma disputa de poder entre as esferas Federal e Estadual, com a indefinição de quando o trabalho será iniciado.

O deputado Waldemar Borges (PSB), líder da bancada do Governo, afirmou que a Fiat foi para Goiana por escolha própria. Na avaliação do parlamentar, não há dificuldade na relação do Estado com o Governo Federal. Borges concluiu que o Estado iria fazer uma Parceria Público-Privada no valor de R$ 400 milhões, mas o Governo Federal resolveu fazer uma obra maior, utilizando somente recursos públicos.

Para Daniel Coelho (PSDB), é necessário que o Estado se posicione, definindo uma data para a obra até 2014. Já a tucana Terezinha Nunes alertou que existe o risco da Fiat começar a funcionar sem ter como escoar a produção. José Humberto Cavalcanti (PTB), salientou que se o arco não ficar pronto no prazo, quem vai comemorar é o Governo da Paraíba, que vai desenvolver o Porto de Cabedelo.

Tony Gel (DEM) pediu que os investimentos também cheguem a Caruaru, no Agreste. Já Diogo Moraes (PSB), sugeriu a discussão dos principais gargalos da mobilidade nas cidades do Interior do Estado.

Foto: João Bita/ ASCOM Alepe


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro