23 de fevereiro de 2017 às 15h33min - Por Mário Flávio

Teresa Leitão - ASCOM ALEPE

A deputada Teresa Leitão (PT) fez no Pequeno Expediente desta quinta (23), um apelo aos prefeitos: “Que fiscalizem essa prática com o mesmo afã e energia com que inspecionam os vendedores em barracas”.

A petista chamou atenção para o fato de, muitas vezes, o trabalho infantil ser visto com naturalidade. “As crianças devem preservar a nossa cultura, e não ser exploradas por ela. A coleta de latinhas e a venda de água e adereços por menores configuram exploração. Não podemos admitir”, frisou.

Teresa considera que o assunto não está sendo debatido como deveria. “Um assunto silencioso e que neste ano está mais silencioso ainda. No carnaval aumenta de uma forma assustadora”, alerta. “A construção física, cognitiva, emocional das crianças muitas vezes não está preparada, são os adultos que controlam, exploram, expõe e deixa a porta aberta para a exploração sexual infantil”, denunciou. “Infelizmente não vi nenhuma campanha ostensiva, ousada e mais focada no combate ao trabalho infantil no carnaval por parte do Governo do Estado”, concluiu.

Teresa lembra que neste ano a “vulnerabilidade está maior” e o que torna a responsabilidade do poder público maior. “Espero que o Governo do Estado faça a sua parte melhor do que faz hoje”, disse.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro