Denunciado pela PGR, Moro vai ao STF e tem reunião com Rosa Weber

Jorge Brandão - 19.04.2023 às 12:25h
Foto: Reprodução

O senador Sergio Moro (União-PR) se encontrou na noite dessa terça-feira (18/4), com a ministra Rosa Weber, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são do Correio Brazilense.

A reunião ocorre um dia após ele ser denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por acusações contra o ministro Gilmar Mendes, decano da Corte, ou seja, o magistrado que está há mais tempo no tribunal.

Moro chegou no prédio por volta das 18 horas, cumprimentou jornalistas e seguiu para o encontro. A visita dele foi colocada na agenda oficial da magistrada, divulgada diariamente. Na denúncia enviada à suprema corte, a procuradoria pede a condenação de Moro, a prisão, se a pena ultrapassar quatro anos de reclusão, e a perda do cargo eletivo.

Em um vídeo que se espalhou pelas redes sociais, o ex-juiz da Lava-Jato afirma, sem provas, que Gilmar Mendes vende habeas corpus. A declaração ocorreu em público, em tom de brincadeira. A denúncia foi apresentada pela vice-procuradora-geral da República Lindôra Maria Araújo, que afirma que Moro atribuiu falsamente um crime ao magistrado.