17 de março de 2013 às 11h55min - Por Mário Flávio

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse ontem que vai tirar seu apoio à reeleição do ex-ministro Carlos Lupi para a presidência do PDT em resposta à decisão do comando do partido de aceitar continuar no governo de Dilma Rousseff, o que ele considera um erro. A presidente empossou ontem o pedetista Manoel Dias no Ministério do Trabalho. Ele entrou no lugar de Brizola Neto, que disputa a chefia da legenda com Lupi na próxima semana.

“Estou descontente com o partido, que se dilui ao entrar no governo”, disse ele. “Ninguém sabia dessa história do ministério. Soubemos pela mídia.” O ministro Manoel Dias afirmou que vai conversar com a corrente brizolista.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro