20 de novembro de 2013 às 15h18min - Por Mário Flávio

20131120-151807.jpg

Em sua primeira ouvida, a comissão convocou um homem, que na época das construções era vigilante da obra e hoje é morador de uma das casas. O depoimento trouxe um fato novo. De acordo com o vigilante, o antigo dono do terreno tem comparecido ao local. “Faz uns trinta dias que todo domingo ele aparece por lá, recentemente comprou uma das casas e começou a demolir” afirmou o morador. O curioso é que as casas não poderiam ser vendidas já que as pessoas que ocupam o local são invasoras e não proprietárias.

A CPI das Casas Inacabadas investiga obras referentes à habitações populares que seriam entregues aos desabrigados da enchente de 2004. Mesmo recebendo verba de R$ 1.056.861,00 da Caixa Econômica Federal, foram erguidas apenas 24 das 150 casas previstas, e ainda assim, sem condições de moradia.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro