CPI dos institutos de pesquisa no Senado não deve sair do papel

Lucas Medeiros - 06.10.2022 às 20:25h

De O Antagonista 

(Imagem: Reprodução/ Canal O Tempo)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), indicou a aliados que a CPI dos institutos de pesquisa não deve sair do papel, apesar da forte adesão dos parlamentares.

Diante dessa possibilidade, o líder do governo na Casa, Carlos Portinho (PL), articula a realização de uma audiência pública na comissão de transparência para emparedar os institutos de pesquisa.

O senador Marcos do Val (Podemos) iniciou a coleta de assinaturas para tirar a CPI do papel. Até ontem, 29 parlamentares haviam endossado o início da investigação.

Apesar do ímpeto dos parlamentares – sobretudo os governistas -, existem três outras CPIs que estão prontas para serem iniciadas: a do MEC, que mira a gestão do ex-ministro Milton Ribeiro; a das ONGs/Queimadas na Amazônia e do Fies/Obras Paradas.

A base governista já trabalha pela aprovação de um projeto de lei para disciplinar o funcionamento dos institutos.

O caminho mais curto é dar aval a um combo de propostas da Câmara, cuja votação deve acontecer já na semana que vem.