2 de fevereiro de 2013 às 12h25min - Por Mário Flávio

A Segunda Câmara do TCE emitiu parecer prévio recomendando às Câmaras de Vereadores de São José do Egito e de Itapetim a rejeição das contas dos ex-prefeitos Evandro Perazzo Valadares (exercício financeiro de 2008) e Adelmo Alves de Moura (exercício financeiro de 2009). Cabe recurso para o Tribunal Pleno. O relator do primeiro processo foi o conselheiro Romário Dias e, o do segundo, o conselheiro Carlos Porto.

Na prestação de contas de São José do Egito foram identificadas as seguintes irregularidades: aplicação de apenas 20,83% da receita de impostos na educação quando o mínimo exigido pela Constituição é 25%, aplicação de apenas 11,86% da receita nas ações de saúde quando o mínimo constitucional é 15%, classificação incorreta das despesas com pessoal e descumprimento de determinações emanadas do próprio TCE. Foi aplicada uma multa ao ex-prefeito no valor de R$ 7.000,00 (sete mil reais).

ITAPETIM – Já na prestação de contas de Itapetim foram encontradas pelos auditores as irregularidades a seguir: não recolhimento ao Fundo Próprio de Previdência e ao Regime Geral de uma parte da contribuição descontada dos servidores, totalizando R$ 543.871,58; inconsistência nas informações contábeis, irregularidades em processos de licitação e falhas no controle interno nas despesas com combustíveis. Cópias de ambos os votos serão enviadas ao Ministério Público de Contas para as providências legais cabíveis.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro