10 de outubro de 2012 às 18h35min - Por Mário Flávio

Uma prática velha e que enoja a política esteve presente na eleição desse ano Caruaru. A compra de votos foi denunciada por pelo menos três vereadores da atual Legislatura. Em entrevistas a emissoras de rádio a este blog Zé Carlos do Sindicato (PSC), Lícius Cavalcanti (PCdoB) e Leonardo Chaves (PMDB) confirmaram a prática nociva a democracia.

Os dois primeiros confirmam que tiveram a reeleição prejudicada pela compra de votos. “Tive quase mil e setecentos votos e me orgulho de não ter gastado um real comprando votos e muita gente sabe como foi eleita”, disse Lícius. O mesmo foi dito pelo sindicalista Zé Carlos do Sindicato. “Todo mundo sabe o que aconteceu na zona rural e sai prejudicado com isso”, pontoou.

As denúncias mais graves partiram do vereador Leonardo Chaves (PSD). Ele já tinha reclamado da compra de votos em 2008, mas garante que a situação foi mais grave nesse pleito. “Foi muito pior. Em todas as pesquisas internas de vereador eu figurava entre os três primeiros e quando abriram as urnas cai para a sexta posição”, disse.

O decano na Casa, que chegou ao décimo mandato seguido, disse que temeu a reeleição, principalmente pelo derrame de dinheiro no fim de semana da Campanha. “Vi uma movimentação estranha no dia da campanha. Tinha fechado com algumas pessoas e depois não estavam mais comigo. Algumas casas tinham faixas minhas e depois não tinham mais e só tem uma explicação para isso: compra de votos”. Diz.

Além da reclamação dos vereadores em todos os locais que chegamos existem historias de compras de votos. Em muitos casos feitas por políticos que posam de arauto da moralidade e da ética. Uma situação escancarada que é igual a cantiga da perua, vai de pior a pior.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro