5 de abril de 2013 às 17h55min - Por Mário Flávio

Compesa

A Compesa informou ao blog que recebeu recomendação do Ministério Público sobre abastecimento em localidades da zona rural de Cabroró e está em contato com este órgão para que sejam tomadas as soluções necessárias para este problema. A recomendação se refere à regularização do abastecimento em seis áreas do município sertanejo de Cabrobó (Bananeira, Jatobá II, Curral Novo, Alazão, Carreiro de Pedras e Curralinho), no prazo de dez dias. O prefeito e o secretário de Agricultura também receberam a notificação e, caso acatem as solicitações, deverão enviar, imediatamente, carros-pipas para esses locais, em dias alternados, até que o problema seja sanado.

No contexto

MPPE cobra regularização de abastecimento de água em Cabrobó

O promotor de Justiça Júlio César Cavalcanti Elihimas, de acordo com a recomendação, publicada nesta quinta-feira (4) no Diário Oficial, recebeu várias reclamações sobre a má prestação ou da inexistência do fornecimento de água realizado pela Compesa. O representante do MPPE, no documento, alerta que o abastecimento de água é serviço considerado essencial, e que a sua deficiência acarreta sérios prejuízos à população.

Além de restabelecer o fornecimento, o promotor de Justiça solicitou à Compesa que informe aos moradores de cada localidade os dias e os horários que cada lugar receberá água, mesmo que haja rodízio. Foi requisitado ainda à Compesa e aos gestores municipais que informem a Promotoria de Justiça, em 15 dias, todas as providências que foram tomadas para o cumprimento das solicitações feitas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro