12 de julho de 2012 às 02h15min - Por Mário Flávio

Faz alguns meses que o noticiário político em Caruaru tem dado ênfase à briga pelo PMDB. De um lado o grupo que defende a reeleição do prefeito Zé Queiroz (PDT) e do outro a oposição que apresentou Miriam Lacerda (DEM).

Com o fim do prazo para a realização das convenções, a queda de braço entre os dois lados se acirrou e uma enxurrada de liminares muda o futuro do partido a cada semana. A situação chegou ao ponto do partido ter duas convenções e ser registrado nas Coligações da situação e oposição.

Diante disso o eleitor fica sem rumo e confuso a espera de uma decisão final para por fim nessa novela que se arrasta a cada semana. Cada lado diz que tem o direito bom e que vai ficar com o partido.

Nas entrelinhas, o que se revela é uma briga por tempo no guia eleitoral. Propostas, ideais do partido que outrora foi o único a se levantar contra o Regime Militar, isso passa longe da disputa, o que revela mais uma vez a fragilidade dos partidos, situação mais latente em Caruaru.

E pra não dizer que não falei das flores, ainda existe a terceira via do PMDB, encabeçada por Rivaldo Soares, que foi a justiça, quer anular as duas convenções e promover uma terceira. Haja confusão.

SILÊNCIO – Muita gente estranha o silêncio do senador Jarbas Vasconcelos, que desde o inicio desse imbróglio não se manifesta sobre o caso. A fidelidade de Miriam Lacerda e a fala do presidente estadual de honra do PMDB, Dorany Sampaio, seriam os trunfos da oposição.

SILÊNCIO II – Já existem os que defendem que Jarbas não se posiciona por ter feito as pazes com o governador Eduardo Campos. Para muitos a decisão da justiça seria o álibi do senador.

FUTURO – Existem ainda aqueles que defendem a tese que após a eleição e uma eventual vitoria de Miriam Lacerda, ela e o deputado estadual Tony Gel iriam para o PMDB e fariam parte da base de apoio a Eduardo. Será?

SERVIÇO – O jornalista Aquiles Lopes assumiu a coordenação de comunicação da campanha da coligação Caruaru Avança com o Brasil. No primeiro dia de trabalho o ex-secretário de comunicação mostra pra que veio, inseriu o candidato Zé Queiroz nas redes sociais e enviou informações, vídeos e fotografias.

DESAFIO – O lugar de Aquiles Lopes foi assumido pela jornalista Thereza Leal. A nova secretária de comunicação assume uma pasta essencial e que estava se recuperando na gestão de Aquiles. Durante muito tempo a comunicação foi uma dor de cabeça para os governistas. Na maioria das vezes por problemas ocasionados por quem não é da área.

DESAFIO II – Mas o grande desafio de Thereza é mostrar que o santo de casa faz milagre. Experiência ela tem de sobra e conhece o mercado local. O blog deseja boa sorte a Thereza e ao próprio Aquiles, já que ambos ocupam funções de extrema relevância no atual contexto da política local.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro