13 de outubro de 2013 às 18h30min - Por Mário Flávio

Cinco tendências do PT anunciaram na tarde de deste domingo (13), a entrega de cargos que ocupam no Governo de Pernambuco. O grupo, que tem como principais lideranças o senador Humberto Costa e os deputados federais João Paulo e Pedro Eugênio, decidiu antecipar a decisão que está sendo debatida pelo PT Estadual e deixar de imediato os cargos que ocupam na Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI) e na Secretaria de Saúde.

“Estamos tomando essa posição para termos mais liberdade e autoridade para defendermos o partido no Estado. Desde a saída do PSB do governo da presidente Dilma, nós já estávamos propondo que o PT tomasse uma decisão sobre o assunto para que a gente tivesse mais autonomia para debater e defender nosso projeto político em Pernambuco”, explicou o senador.

São cinco as tendências que anunciam a saída do governo: Construindo um Novo Brasil (CNB), Articulação de Esquerda (AE), Consciência Socialista / Mensagem (CS), Esquerda Popular Socialista (EPS) e Coletivo PT Para Todos / Mensagem (CPT). Todas elas apoiam a candidatura de Bruno Ribeiro à presidência do PT estadual.

“Já havíamos visto nos posicionamentos do PSB e do governador Eduardo Campos uma clara declaração de guerra e de oposição ao PT e ao governo de Dilma. Com a entrega dos cargos feita pelo PSB nacional, e o programa político socialista da última semana, inauguramos um novo momento político. E nós, que compomos estas tendências, vemos a necessidade do fortalecimento e da continuidade dos governos do PT comandando o projeto que deu certo e que vem mudando Pernambuco e o País”, enfatizou o deputado João Paulo.

Até o fim da próxima semana, o PT deve anunciar a decisão definitiva do partido sobre a saída dos seus integrantes do governo Eduardo Campos. As cinco tendências citadas acima defenderão o mesmo posicionamento tomado hoje para todos os cargos ocupados pela legenda no Governo e na Prefeitura do Recife.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro