10 de setembro de 2018 às 08h36min - Por Mário Flávio

Depois de um ano de implantada, a Sala do Seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), localizada na 4ª CIRETRAN (Circunscrição Regional de Trânsito) de Caruaru já foi contabilizado cerca de 500 processos onde os usuários deram entrada, uma média de 40 por mês.

Nas três situações que são possíveis dar entrada no Seguro, a causa por Invalidez Permanente é a maior procura com 69% das situações, seguida das Despesas Médico Hospitalares com 19% e da Causa de Morte com 12%. A maioria dos acidentados são homens que representam 75% dos processos e 25% de mulheres. A faixa etária de 18 à 34 anos, e o Acidente com Sequelas Permanente de motocicletas representam 92%.

Para o Diretor do Órgão, Raffiê Dellon, a chegada da Sala facilitou muito a vida do usuário: “Os dados comprovam a importância do espaço, que conseguimos implantar numa articulação junto ao DETRAN Sede, e de como ainda é necessário focar na atenção e educação no Trânsito, são números alarmantes quando se trata da irresponsabilidade na condução no veículo de duas rodas”. Comentou Raffiê.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro