17 de julho de 2018 às 10h41min - Por Mário Flávio

A advogada Michelle Santos que disputou a eleição de 2016 pelo PSOL como vice-prefeita na chapa de Eduardo Guerra, vai disputar a eleição para deputada federal. Ela anunciou pelas redes sociais a intenção de entrar na disputa. Michelle tem 34 anos e vai tentar pela primeira vez uma vaga na Câmara. Segue abaixo o texto:

“Você sabia que Pernambuco, mesmo sendo um estado de tradições libertárias, em toda a sua história teve apenas quatro DeputadAs Federais? Destas quatro, apenas duas têm suas bases políticas fincadas no interior do estado e a primeira delas (Cristina Tavares) foi eleita, pela primeira vez, há 40 anos. Ou seja: mulher na política, infelizmente, ainda é uma novidade em nosso Estado. E mulher interioriana na política é algo ainda mais raro de se ver.

Por outro lado, nós, mulheres, representamos 52% da população pernambucana. Se levarmos em consideração a sub-representação feminina no Parlamento, a pouca presença de mulheres na história política de Pernambuco, e, sob outro prisma, a ausência de credibilidade e confiabilidade do Congresso Nacional, não é difícil perceber que a presença da mulher na política vai além de uma representação equânime em termos de gênero: em países com maior participação feminina na política, os índices de percepção da corrupção, por exemplo, são sensivelmente menores. Portanto, a presença feminina na política indica também um Legislativo mais ético e mais eficiente.

Por isto, que venho aqui ressaltar a importância de um mandato feminino, popular, atento e sensível às causas populares e que pretenda construir uma sociedade radicalmente democrática, tanto no âmbito da distribuição dos recursos, como no reconhecimento dos diretos de grupos excluídos por um sistema econômico selvagem e segregador.

Michelle Santos, tem 33 anos e é uma mulher que desde de muito cedo aprendeu a importância da luta, iniciou sua militância no movimento estudantil e não parou mais, após militar em vários movimentos sociais acabou descobrindo que só conseguiremos mudar a realidade social de nosso país, tornando-o mais justo e equânime, quando ocuparmos os espaços de poder, e foi por isso que ela resolveu encarar o desafio de adentrar em um espaço que há tanto tempo nos fora negado, essa já é a segunda vez que ela empresta sua carinha pra pôr no santinho, a primeira foi como candidata a vice-prefeita no município de Caruaru pelo Psol.

Além de tudo Michelle é advogada, prounista, mãe de Vinícius de 13 anos, e tá prontíssima pra encarar mais esse super desafio de concorrer com esse monte de homem barbado a uma vaga no Congresso Nacional. Por isso, gostaria de convidar vocês a chegar junto e ajudar a construir esse projeto, porque acreditamos que sozinhos não podemos, mas com vocês #ValeaPenaAcreditar”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro