Bolsonaro e Marçal pedem ajuda de militância digital na campanha

Jorge Brandão - 14.10.2022 às 08:55h
Foto: Reprodução

Do Poder360

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), e o empresário Pablo Marçal (Pros) convocaram influenciadores digitais nesta quinta-feira (13) para realizar “treinamentos” e “cumprir missões” em prol da campanha do chefe do Executivo.

“Vai ter missões e a gente não vai ter controle disso porque vamos entrar em campanha exponencial. […] Nós estamos com uma campanha que está sendo censurada em algumas frentes e isso está atrapalhando bastante. Só que ninguém consegue censurar quando o batalhão é gigantesco”, disse Marçal em live junto a Bolsonaro.

Marçal anunciou que o presidente decidiu “abrir oficialmente” a campanha para influenciadores com o objetivo de “mostrar a verdade” e responder críticas da oposição, em especial do PT. O objetivo é convencer pessoas indecisas e fazer a campanha “decolar”.

“Vocês estão sendo convocados. É convocação para a gente um dia não precisar pegar em arma, para um dia a gente não ficar louco para querer o país de volta. Esses comunistas, eles não devolvem”, declarou o empresário.

Na live, realizada no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, Bolsonaro respondeu críticas e fez um apelo aos influenciadores ao final. Ele deixou a transmissão ao vivo antes do fim para participar de um compromisso com evangélicos.