15 de agosto de 2013 às 06h25min - Por Mário Flávio

Aconteceu nessa quarta (14) no plenário da Câmara Municipal de Santa Cruz do Capibaribe audiência pública que reuniu os poderes legislativo, executivo e judiciário, conselhos, polícias civil e militar, bem como membros da sociedade civil, afim de discutir melhorias para a segurança pública no município. Membros da sociedade participaram da audiência levando suas críticas e sugestões aos presentes.

O conselheiro tutelar Laércio Glicério apontou que a criança deve ser colocada como prioridade absoluta, pois dessa forma, os índices de violência iriam cair. O jovem Jeanderson Douglas cobrou uma atenção especial a juventude. “A maioria dos homicídios que acontece tem jovens envolvidos, é preciso investir na juventude para que possamos ter paz em nossa cidade”, disse. Alencar Lopes, presidente da Associação dos Moradores do Bairro São Jorge cobrou que sejam ampliados os investimentos nas áreas da cultura como possibilidade para diminuir os índices de violência na cidade

O Delegado Seccional Júlio Porto destacou que um plano de ação está em execução, e que fiscalizações estão surtindo efeito. “Nessas operações encontramos armas e alguns foragidos da polícia”. Segundo ele, os índices precisam diminuir, mas a cidade vem sendo destaque nos mandatos de prisão que são expedidos.

O prefeito Edson Vieira (PSDB) agradeceu todas as intervenções e disse que os trabalhos estão sendo realizados para que a cidade reduza os índices de criminalidade. Para ele, audiências são importantes para se debater o tema com transparência, ouvindo as autoridades competentes e a população.  Já o vereador Ernesto Maia (PTB), que solicitou o encontro, destacou a importância de cobrar ações nessa área.  “Estamos cobrando ações direcionadas e concretas para a melhoria da segurança de Santa Cruz. Nossa cidade precisa retomar os bons índices do passado e essa audiência que propomos é um primeiro passo”, avaliou.

Do blog Direto ao Ponto


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro