25 de agosto de 2012 às 08h00min - Por Mário Flávio

A ACACCIL – Academia Caruaruense de Cultura, Ciências e Letras – ficou menor com o desaparecimento de Argemiro Pascoal, ele que era membro titular de uma das de suas cadeiras. Nos vimos pela última vez no dia 18 de agosto, em reunião ordinária da Acaccil e nada me faria supor que com os parabéns a Onildo Almeida, com direito a bolo, naquela ocasião, seria o nosso último encontro do lado de cá da existência.

Arary Marrocos e família, recebam, em nome do Ateliê Literário e deste seu mantenedor Severino Melo e Família, os nossos pêsames pela saudade que provocará a partida de Argemiro e igualmente o nosso testemunho de que foi ele, em suas oito décadas de vida, um baluarte nas artes cênicas, mormente, no teatro e que sua lembrança ficará em nossas mentes e em nossos corações.
Desencarnar todos nós vamos um dia. O segredo da vida é viver e viver com dignidade. Isto Argemiro Pascoal nos deixa como o seu maior legado. Que seu espírito nos observe como voz da outra margem e que Deus, a causa primária de todas as coisas, o receba na vida eterna da qual emanamos e cumprimos a nossa espiritual / carnal missão.

Severino Melo é diretor do Ateliê Literário


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro