15 de maio de 2015 às 11h13min - Por Mário Flávio

  
A emissão da carta do diretório do PT dando prazo para que os filiados entreguem os cargos na gestão José Queiroz (PDT) pegou muita gente de surpresa. A secretaria de Saúde de Caruaru, Aparecida Souza, por exemplo, que é filiada a legenda disse ao blog que vai analisar a situação com muita cautela, mas pelas palavras dela, dificilmente vai deixar o governo. 

“Fui pega de surpresa com essa determinação da executiva. Mas vou pesar muita coisa. Sou filiada ao partido, mas não tenho a indicação política, sou secretaria graças a função técnica. Tenho um compromisso muito sério com o SUS e tudo isso vai pesar na minha decisão”, disse. 

ENTENDA O CASO – Após deixar oficialmente a base do governo em fevereiro, o PT emitiu na tarde de ontem uma resolução com a determinação para que todos os filiados deixem as funções na gestão.  


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro