31 de janeiro de 2021 às 09h25min - Por Mário Flávio

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu nesta 6ª feira (29.jan.2021) manter a bandeira amarela como referência para as contas de eletricidade de fevereiro. Isso significa que, para cada 100 quilowatts-hora consumidos, é acrescido o valor de R$ 1,34 na conta de energia elétrica.

No comunicado, a agência pontuou que o próximo mês é típico do período de chuvas nas principais bacias do SIN (Sistema Interligado Nacional). No entanto, alertou que as precipitações seguem abaixo do padrão histórico dificultando a recuperação dos níveis hidrológicos.

“A combinação de reservatórios baixos com a perspectiva de chuvas abaixo da média histórica sinaliza patamar desfavorável de produção de energia pelas hidrelétricas, pressionando os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). A conciliação da geração esperada das hidrelétricas com o preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) levou à caracterização do patamar amarelo para o acionamento das Bandeiras. O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”, afirma.

O sistema de bandeiras é usado para gerir o valor cobrado aos consumidores a partir das condições de geração de energia elétrica. Conforme a disponibilidade de insumos para a produção, a bandeira pode ser alterada em uma escala de verde, amarela e vermelha sendo a última quando há mais dificuldades.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro