13 de outubro de 2021 às 15h30min - Por Jorge Brandão

Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já bateu o martelo sobre o dia que acontecerá o leilão do 5 G uma nova geração de comunicação móvel e de rede mais veloz. O evento será realizado em 4 de novembro. A tecnologia promete turbinar vários setores principalmente a educação e o agronegócio

“Ela surgiu nos últimos anos e já vem sendo padronizada. A 5G permite comunicação mais rápida com uma maior quantidade de terminais para uma mesma torre e também com uma latência, que é o que chamamos de delay, o tempo entre a informação sair do meu aparelho e ir para internet e vice-versa, muito menor”, afirma o superintendente de competição da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Abraão Balbino.

De acordo com Anatel, todo valor será investido em infraestrutura de conectividade e comunicação no país. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, estima que serão R$ 50 bilhões destinados para ampliar a internet móvel e que até o ano que vem todos os estados já terão a tecnologia disponível. As vantagens da tecnologia é que ela vai permitir aplicações envolvendo inteligência artificial, realidade aumentada e realidade virtual. Existem dois tipos de rede, a 5G standalone, chamada de 5G ‘puro’.

Além disso, a tecnologia irá beneficiar diversos setores como o da educação e o agronegócio, mas também vai fazer diferença no cotidiano dos brasileiros. É o que propõe o projeto Cidades Inteligentes, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial(ABDI).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro