13 de maio de 2014 às 11h58min - Por Mário Flávio

Por meio de nota, a Associação das Empresas de Transportes de Passageiros de Caruaru – AETPC explicou os motivos da suspensão do transporte para pessoas com deficiência. Segue a nota:

1 – As empresas de ônibus do município não têm nenhuma parceria com a Prefeitura de Caruaru em relação ao transporte de pessoas com deficiência. O único papel das empresas, como acordo com o poder público, é o de pagar a Van para tal finalidade;

2 – Quanto as marcações, agendamento e acesso ao veículo, a fiscalização fica a cargo da Secretaria de Saúde do Município;

3 – Sobre a conservação do transporte, a total responsabilidade é do proprietário da Van, que tem tal situação prevista em contrato;

4 – A AETPC fez o que pôde para renovar o contrato e manter funcionando o serviço que atende a dezenas de pessoas em Caruaru. No entanto, o proprietário da Van, não aceitou a renovação do contrato;

5 – Mesmo com a falta de estrutura nas vias e calçadas da cidade para receber ônibus adequados para pessoas com deficiência, que deveria ser garantida pelo poder público em todos os níveis Federal, Estadual e Municipal, as empresas de Caruaru, têm investido em veículos adaptados com acessibilidade e hoje são 60 carros circulando na cidade, mais da metade da frota, garantindo o direito das pessoas com deficiência, como previsto por Lei 10.098/2000.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro