12 de maio de 2018 às 11h37min - Por Mário Flávio

A possível aliança entre o ex-prefeito José Queiroz (PDT) e o deputado estadual Tony Gel (MDB) pode ter consequências diretas nas eleições de 2018 e 2020 e rearrumar as forças políticas na Capital do Agreste.

A primeira já seria agora na eleição de 18. Se o acordo costurado pelo Palácio do Campo das Princesas vingar mesmo, o empresário Tonynho Rodrigues retiraria a pré-candidatura e Tony Gel iria para uma reeleição ao lado de Wolney Queiroz, numa dobradinha inédita.

A compensação para Tonynho viria em 2020. Ele seria o possível vice numa chapa encabeçada por José Queiroz. A união dos dois grupos iria para disputar uma eleição com a prefeita Raquel Lyra, que provavelmente disputa a reeleição e o delegado Lessa, que deve voltar a tentar chegar ao Palácio Jaime Nejaym.

Ainda é mito cedo, Águas vão passar por debaixo da ponte, mas é mais ou menos por aí.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro