Presidente interino do PPS em Caruaru, Nivaldo Jr. elogia Jajá e se planeja para encontro regional em outubro

20130918-021204.jpg

Com o anúncio do afastamento da presidente do diretório do PPS em Caruaru, Adriana de Góis, na semana passada, foi definido que o militante Nivaldo Jr. será comandará a legenda até janeiro de 2014, após reunião ordinária da executiva municipal na sexta (13). Em conversa com o blog, ele explicou que é preciso trazer novos filiados e dar espaço para os atuais membros, além de destacar a importância do encontro regional que será realizado na Capital do Agreste em outubro.

No contexto

Podcast – Adriana de Góis reconhece fragilidade da oposição e avalia rumos do PPS em Caruaru para 2014

“Nesse período, vamos continuar fortalecendo o partido, trazer novos filiados e valorizar quem já faz parte da legenda, fazendo oposição de situações que devem ser debatidas no município. O PPS vai ficar ao lado do povo, vamos junto com o povo apoiar essas manifestações, cobrando o que é necessário. Na situação dos professores para apoiá-los em relação a essa situação [atualização do PCC] que não deveria ter acontecido. Também apoiamos as investigações referentes ao TCU”, ressaltou.

Falando em oposição, ele elogiou o único vereador do partido na cidade, Jajá (PPS), e minimizou as desavenças entre o edil e Adriana. “No caso do vereador, Jajá está fazendo um bom papel, ele tem que mostrar o que está errado no município e cobrar do prefeito soluções. Acredito que o partido é uma família, em que há dificuldades, momentos de alegrias e tristezas, e algumas vezes há brigas, mas nosso relacionamento é bom, ele me chamou pra conversar e pretendemos ter um relacionamento melhor ainda”, garantiu.

Sobre o encontro do Agreste Setentrional do PPS em Pernambuco, Nivaldo destacou a importância de discutir as possibilidades de candidaturas pelo partido em 2014. “Estamos entrando em contato para a semana com a Estadual, acredito que sera na primeira quinzena de outubro. Um dos motivos desse encontro é justamente avaliar essas possibilidades de candidaturas a deputado estadual. Temos três filiados que já demonstraram interesse em se candidatar: Joel do Betel, Carlinhos da Ceaca e o Jajá, vamos aprofundar essa discussão para saber qual a melhor decisão até o próximo ano”, projetou.

Já sobre a condução de Adriana de Góis no diretório, Nivaldo considera que ela foi fundamental para reestruturar o partido no município. “Foi um bom mandato, se a gente analisar direito, o PPS nunca tinha feito um vereador, e faltaram poucos votos para fazer um segundo, que seria Carlinho da Ceaca. Ela estruturou o PPS e deu condições para que elegêssemos um vereador. Quem sabe, futuramente, poderemos eleger dois ou três”, avaliou.

Adriana justificou seu afastamento devido a compromissos acadêmicos. Junto com ela, pediu renúncia a vice-presidente Josefa Leandro. Nesse caso, assumiria o secretário Esequias Alcântara, que recusou a proposta e, por isso, houve a reunião para escolher um membro da executiva municipal para o comando do diretório.

Podcast – Adriana de Góis reconhece fragilidade da oposição e avalia rumos do PPS em Caruaru para 2014

20130914-105123.jpg

Em entrevista ao programa Conteúdo nesta sexta-feira (13), a presidente do PPS em Caruaru, Adriana de Góis, e o secretário executivo da legenda, Esequias Alcântara, conversaram sobre algumas mudanças que vão ocorrer na executiva municipal. Adriana está se afastando para cumprir alguns compromissos pessoais, enquanto a vice-presidente, Josefa Leandro, também se afastará, acompanhando Adriana e também por não ter disponibilidade para assumir a presidência na ausência dela. Por outro lado, eles decidiram apresentar o nome de Nivaldo Júnior como delegado para assumir as funções do PPS a partir do afastamento de Adriana.

A atual presidente ainda negou que isso significasse que ela vai se desfiliar do partido, apesar de admitir que já recebeu convites de outras legendas. Em pauta ainda, as possibilidades de o PPS sair com um candidato a deputado estadual em 2014, o que deve ser discutido no encontro regional do partido, a ser realizado em outubro, na Capital do Agreste. Além disso, mais uma vez, as dificuldades de relação com o único vereador do PPS em Caruaru, Jajá, que chegou a ligar para o estúdio cobrando da secretaria do partido que fosse avisado das mudanças que estavam para ocorrer no diretório. Confira.

Jajá vai cobrar de Raul Jungmann saída de Adriana de Góis da presidência do PPS em Caruaru

20130705-030904.jpg

A confirmação da visita de Raul Jungmann no sábado (06) serviu também para gerar mais polêmicas entre o vereador Jajá e a diretoria municipal do PPS. O parlamentar alega que não foi avisado da vida do vereador recifense e disse ao blog que iria buscar informações sobre a visita de Raul, pois pretende expor vários problemas que ele acredita que existem na atual composição local da legenda.

“Engraçado, pra você ver a capacidade da atual composição do PPS, pois vim saber pela imprensa. A partir do momento que eu sou vereador do partido, é preciso informar o vereador sobre um encontro como esse, pois tenho várias reclamações para fazer a Raul Jungmann”, explicou o sempre polêmico Jajá, que guarda um rancor desde o início do ano com a direção do PPS na cidade, sob o comando de Adriana de Góis. Na verdade, ele não esconde a vontade de tirar Adriana do cargo de presidente do diretório.

“Entre as reclamações, estão a taxa de valores pagas ao partido e a retirada da atual presidente. Se Raul não estiver aberto a essas reclamações, eu continuarei no partido até o momento em que me encontrar à vontade para ir para um partido no qual me sinta mais seguro”, completou Jajá. Na verdade, em eleição da composição estadual do PPS, Débora Cavalcante foi eleita para a direção estadual do partido, em fevereiro.

O posto era ocupado pelo vereador Raul , que alegou precisar ter mais tempo para cuidar do mandato e também à Fundação Astrogildo Pereira, ligada ao partido e que, agora, passa a ser presidida pelo economista Pierre Lucena.

Raul Jungmann vem a Caruaru para discutir fusão entre PPS e PMN e eleições 2014

Raul Jungmann quer debater criação do MD - Foto: Blog do Breno Leão

Raul Jungmann quer debater criação do MD – Foto: Blog do Breno Leão

O vereador Raul Jungmann, líder da oposição na Câmara Municipal de Recife, deve vir a Caruaru no sábado (06), em reunião com membros do diretório municipal do PPS, segundo agenda da secretaria executiva local do partido. O encontro, que ocorrerá na sede da Faculdade Educacional da Lapa (FAEL) a partir das 15h, deve servir para esclarecer os rumos da legenda a partir do anúncio da fusão entre PPS e PMN, gerando o partido Mobilização Democrátrica (MD), que ainda depende de registro na justiça eleitoral; além de pautar as possibilidades de candidatos a deputado estadual nas eleições de 2014.

No contexto

Vereadores de PMN e PPS podem ir para outro partido, diz especialista

Roselito Mineral pode ser o presidente da MD em Caruaru

Secretário do PPS em Caruaru comemora fusão com PMN e cogita Val (DEM) para integrar Mobilização Democrática

Segundo o secretário executivo do partido no município, Esequias Alcântara, a visita do vereador integra uma turnê estadual. “A pauta dessa visita, que faz parte de uma agenda estadual, trata da pauta da fusão do PPS com o PMN, para esclarecer como está sendo formado o MD, e também para conversar com os filiados quem gostaria de se candidatar a deputado estadual pelo partido”, explicou o secretário.

Na verdade, Esequias ressaltou que, enquanto o MD aguarda registro oficial da Justiça Eleitoral, o PPS precisa fortalecer seus quadros políticos. “Houve uma certa parada, depois do anúncio da fusão com o PPS e infelizmente não houve uma definição a respeito do MD, existem algumas questões judiciais, sobre vai se tornar um partido novo ou não, então nesse contexto Raul virá para Caruaru para esclarecer as dúvidas dos filiados da legenda em Caruaru”, acrescentou.

Em paralelo, o vereador Jajá (PPS/MD) confirmou ao blog na noite de quinta (04) que nem estava sabendo da vinda do deputado, mas que vai cobrar do vereador, membro da composição estadual do partido, mudanças como o fim da cobrança da taxa do valor do partido para vereadores e a retirada da atual presidente municipal do partido, Adriana de Góis.

Roselito Mineral pode ser o presidente da MD em Caruaru

scrapeenet_cropper_20110915174713Rgd26X (1)Em meio as especulações sobre a criação do Mobilização Democrática, partido que surge com a fusão entre PMN e PPS, o nome do presidente do PMN, Roselito Mineral, ganha força para presidir a legenda na Capital do Agreste. Aliado histórico do grupo liderado por Tony Gel, Mineral teve papel fundamental para construir a aliança que deu apoio a candidatura de Miriam Lacerda (DEM) a prefeita de Caruaru em 2012.

O nome dele não sofreria resistência por parte dos vereadores, principalmente de Jajá, que não aceita em hipótese alguma ficar no novo partido se a direção ficar com Adriana de Góis. Hoje no Recife, membros dos extintos PPS e PMN vão se reunir, às 19 horas, em convenções extraordinárias, para tratar da unificação estadual das duas legendas.

No Estado, o acordo que será proposto pelo vereador Raul Jungmann (PPS), a advogada Débora Albuquerque, que presidia o PPS, assumiria a presidência da MD e o professor Sílvio Barbosa, que presidia o PMN, assumiria a secretaria-geral. Aqui em Caruaru, deve ocorrer o contrário. Mineral assumiria a presidência e Góis a secretaria. A Conferir.

Em Caruaru, Jajá quer presidência do Mobilização Democrática

Jajá garantiu que vai lutar para presidir o MD

Jajá garantiu que vai lutar para presidir o MD

O vereador Jajá (PPS) segue chamando atenção na Câmara de Caruaru. Além de apresentar requerimentos polêmicos, pedir audiências públicas e se envolver em quase todas as discussões na Câmara, ele já se pronunciou sobre a criação do Partido da Mobilização Democrática, criado a partir da fusão entre PMN e PPS.

Sem rodeios, Jajá foi objetivo. “Só fico nesse partido se for o presidente ou se veja uma pessoa que valha a pena ficar na presidência. Não aceito em hipótese alguma que a nova legenda fique com a presidenta do PPS e nem com a secretaria atual. O PPS está abandonado e o partido precisa se organizar. Eu ia até São Paulo para ter uma reunião com Roberto Freire e explicar a situação de Caruaru, mas houve a fusão e acredito que foi bom para os dois partidos e quem não se adequar pode deixar a legenda”, disparou. A relação entre Jajá e a presidente do PPS, Adriana de Góis, sempre foi azeda.

Sobre a possibilidade do líder da oposição, vereador Val (DEM), integrar o novo partido, Jajá disse que não observa maiores problemas. “Val será muito bem aceito, é um grande companheiro na Câmara, só temos que estudar direito a situação”, ponderou Jajá.

O vereador disse que já foi sondado por outros partidos, mas ainda não decidiu, a única coisa certa, segundo ele, é que fica na oposição. “Já recebi convite de quatro partidos, vou estudar a possibilidade, até gente do governo me chamou, mas eu não vou pular. Fui eleito pela oposição e vou fazer o meu trabalho, para mim tanto faz ser candidato a reeleição em 2016, estou pensando no atual mandato, mesmo na oposição, mas sempre acompanhando o prefeito. Estou fazendo os pedidos e se não foi atendido vou começar a trazer as pessoas para que os moradores protestem na Câmara, encho isso aqui de gente”, disse.

O vereador será o entrevistado desta segunda-feira (22) no Programa Conteúdo, que começa a partir de 12h na Caruaru FM. Além da situação do MD ele vai falar sobre a polêmica instalada no facebook, devido a uma declaração dele no programa Cultura Entrevista.

Secretário do PPS em Caruaru comemora fusão com PMN e cogita Val (DEM) para integrar Mobilização Democrática

Vereador Val

Diante da confirmação da fusão dos partidos PPS e PMN nessa quarta (17), que desponta em uma nova sigla, Mobilização Democrática (MD), o quadro político desses dois partidos ganha uma nova dimensão também em Caruaru, assim como em outros municípios pernambucanos, com a possibilidade de fortalecimento de base partidária, com três vereadores, Jajá, pelo PPS, Neto e Rozael, pelo PMN. Segundo o secretário municipal do PPS em Caruaru, Esequias Alcântara, será um momento de ampliar o número de filiados e um dos nomes cogitados para integrar a MD seria Val, líder da oposição na Câmara Municipal, o qual há algum tempo avaliar deixar ou não o Democratas.

Mais sobre a fusão em PPS e PMN confirmam fusão e criam o partido Mobilização Democrática

Ezequias disse ao blog que pretende conversar com o vereador para estudar as chances disso. “Esse pensamento existe, aguardávamos o desenrolar desse processo e eu já vinha acompanhando os discursos do vereador Val e sobre seu desejo de ser candidato a deputado estadual. Com esse fato, isso nos dá uma abertura de conversar com ele, por intermédio de sua assessoria e estamos com as portas abertas tanto para ele, quanto para os outros edis que desejem vir para a nova sigla”, explicou o secretário.

Ele ressaltou ainda que também havia a possibilidade de lançar o suplente do vereador Jajá, Carlinhos da Ceaca, como candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa. “Também é um pensamento nosso, já havia essa possibilidade de conversar com ele, que é um dos filiados dos quais nos orgulhamos e estávamos esperamos o momento certo de discutir essa possibilidade. Existe uma vontade do PPS, agora MD, de fortalecer a legenda em nível estadual e nacional e tínhamos em mente de ter um candidato representando Caruaru. Com essa fusão o espaço para pleitear isso será ampliado”, completou.

O principal planejamento do diretório municipal do PPS gira em torno justamente de ampliar o quadro político e Esequias ainda elogiou a atuação dos atuais vereadores do PMN no município. “Estou muito feliz com o resultado dessa fusão. Isso já vinha sendo discutido desde antes das eleições passadas, inclusive nas reuniões do Diretório Estadual. É com muita satisfação que receberemos os companheiros Rozael do Divinópolis e Neto, sabemos da importância dos dois através de seus trabalhos na Câmara. Quanto ao processo de estruturação das legendas em nível local, vamos saber exatamente como será feito isso na próxima semana. Vamos discutir isso junto com a Estadual. Não sei se isso será por meio de resolução, ou ofício, mas vamos organizar nosso partido. Inclusive, quero agendar com os vereadores uma reunião de boas vindas e, quem sabe, um café da manhã para reunir os parlamentares”, reforçou.

É preciso ponderar, no entanto, que nessa reestruturação partidária, Jajá pode ficar de fora, já que desde março ele vinha demonstrando insatisfações com o diretório municipal do PPS, enquanto a secretaria municipal também não demonstra ter uma boa relação com o vereador. Em paralelo, atualmente o PPS tem 690 filiados registrados, número que pode estar sujeito a alterações, tendo em vista que a legenda em Caruaru, até antes da fusão, não havia feito um recadastramento dos membros da sigla. O partido Mobilização Democrática terá o número 33 e será registrado em cartório na manhã de hoje.

PPS Caruaru

PPS e PMN confirmam fusão e criam o partido Mobilização Democrática

PPS e PMN realizaram congressos nesta quarta (17), em Brasília, em que aprovaram a fusão dos dois partidos e a criação de uma nova sigla, intitulada Mobilização Democrática. O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), afirmou que a nova sigla será de oposição. Segundo ele, a intenção é registrar o partido ainda nesta quarta no Tribunal Superior Eleitoral.

Em um primeiro momento, o Mobilização Democrática terá 14 deputados federais, sendo 11 do PPS mais 3 do PMN. Mas esse número poderá aumentar, já que deverá ser possibilitado prazo de um mês para permitir a outros parlamentares a migração para a nova legenda sem perderem seus mandatos. A expectativa é compor uma bancada com pelo menos 20 deputados federais.

O presidente do PPS, Roberto Freire, afirmou que convidou o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB-SP) para integrar o novo partido, mas disse que ainda não obteve resposta. Em discurso no plenário do congresso do PPS, Rubens Bueno afirmou que o Mobilização Democrática fará oposição ferrenha ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), com vistas para a eleição presidencial de 2014.

Audiência Pública vai debater situação de bandas marciais e Fanfarras em Caruaru

Em paralelo às polêmicas recomendações da Lei do Sossego em Caruaru recentemente, o vereador Jajá (PPS), estimulou a discussão sobre as dificuldades enfrentadas pelas Bandas Marciais e Fanfarras em Caruaru, que não teriam mais local para realizar ensaios. Ele solicitou uma audiência pública para debater esta problemática no dia 19 de abril.

Para chamar atenção na reunião da Câmara na noite dessa terça (09), inclusive, Jajá trouxe uma dessas bandas para se apresentar em frente à Casa, pouco antes do início da reunião. “Há 38 bandas de fanfarras em Caruaru, que estão abandonadas e precisam de suporte. Por isso eu proponho que seja realizada uma audiência pública para discutir as dificuldades que essas bandas enfrentam para realizar suas atividades no município e entre esses problemas, está a restrição para que haja ensaios, devido à Lei do Sossego”, justificou. Aproximadamente 3.000 alunos participam de bandas e fanfarras na cidade.

Para tentar organizar as ações desses grupos musicais no município, foi instalada uma coordenação de Bandas e Fanfarras, pela Secretaria Municipal de Educação. A audiência a ser realizada na Câmara deve justamente colocar em pauta como esses grupos poderiam ter um suporte melhor dos órgãos públicos. Confira mais detalhes na reportagem de Edvaldo Magalhães, da TV Replay.

 

Raquel inicia série de palestras para se aproximar da população

Socialista diz que 12 unidades serão construídas em Pernambuco

Socialista quer estreitar diálogo com setores da sociedade

A deputada estadual Raquel Lyra (PSB) segue com agenda cheia em Caruaru e região. Ela realizou duas palestras nas últimas semanas em Belo Jardim e em Caruaru, dando claros sinais que vai seguir a aproximação com a comunidade, situação que deixou clara após voltar para a assembleia. A socialista começa a testar sua habilidade para falar em público e responder as perguntas dos presentes.

Mesmo sem afirmar publicamente a intenção dela é se tornar mais conhecida e recuperar a visibilidade junto ao eleitorado. O próximo evento em que a herdeira política da família Lyra estará presente será no dia 9 de maio na Câmara Municipal de Caruaru.

Ela vai receber das mãos do vereador Jajá (PPS) o título de “cidadã caruaruense”. Embora os pais dela João Lyra Neto (vice-governador) e Mércia Teixeira (empresária) sejam caruaruenses, Raquel nasceu no Recife, onde também fez os seus estudos.