Eduardo Campos sobre Tony e Miriam: “Temos um sonho de fazer uma Caruaru, um Agreste e um Pernambuco melhor”

IMG-20131213-WA0002

Por Ana Rebeca Passos

Durante visita a Caruaru nesta sexta-feira (13), o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), foi enfático em sua opinião sobre a ida do deputado estadual Tony Gel e da ex-deputada Miriam Lacerda para o PMDB, o que integra o casal agora na Frente Popular de Pernambuco. Em tom de muita tranquilidade, Campos garantiu que as diferenças relacionadas ao partido na Frente em Caruaru não vão atrapalhar o processo eleitoral em 2014.

“Nós estamos tranquilos de que nossos partidos irão viver com diferenças municipais de maneira muito tranquila. Esse é um fato, temos uma Frente Popular com muitos partidos e é importante que a gente tenha a capacidade de juntar forças em torno de ideias e de programas pra fazer um Pernambuco melhor, com todos aqueles que venham ajudar, como o deputado Tony Gel e Miriam Lacerda que têm experiência na vida pública. Nunca tivemos um mesmo lado político, mas temos um sonho de fazer uma Caruaru, um Agreste e um Pernambuco melhor. Eles são importantes para construção de um futuro aonde o povo pernambucano viva melhor”, disse Eduardo Campos.

E quando o assunto é quem será o candidato do PSB indicado por ele a concorrer ao governo do Estado, Eduardo Campos não abre o jogo. Campos afirmou que “tudo tem sua hora”, e que sua decisão será tomada futuramente.

Evandro Silva: “Voto em Tonynho Rodrigues para federal e Tony Gel para estadual”

20130809-000031.jpg

O vereador Evandro Silva (PMDB), que recentemente deixou a vice-liderança da oposição da Câmara de Caruaru, demonstra estar insatisfeito com algumas posturas da bancada, ainda que não entre em detalhes. Por outro lado, ele se diz “oposição independente”, e já tem suas preferências para as eleições de 2014: Tonynho Rodrigues para deputado federal e o pai dele, Tony Gel, para estadual.

“Eu voto em Tonynho para federal e em Tony Gel para estadual. Acredito que Miriam Lacerda deve ficar como reserva estratégica, justamente por ter saído de uma eleição municipal no ano passado, um período de muita exposição e estresse”, destacou Evandro, lembrando a disputa municipal entre a ex-deputada Miriam Lacerda, esposa de Tony, e Zé Queiroz, reeleito no município.

Em outro aspecto, Evandro ponderou, entretanto, que na disputa para deputado Federal, Wolney Queiroz leva vantagem sobre Tonynho. “Hoje, até 8 de agosto, eu acredito que Wolney Queiroz teria mais votos, por ter a máquina na mão em Caruaru e por já ter outros mandatos. Mas tem muita coisa pra acontecer daqui pra 2014, para que Tonynho se fortaleça para as eleições”, completou.

Em paralelo, Tonynho disse recentemente ao blog que avalia a possibilidade de sair candidato a deputado federal em 2014, mas que ainda está consultando a oposição e a população.

Nova enquete no blog: Qual o seu nome preferido para deputado estadual?

The questionnaireComo as especulações para a eleição de 2014 estão começando, vamos iniciar uma série de enquetes voltadas para o pleito que se aproxima. Em Caruaru, por exemplo, vários nomes são ventilados para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa e queremos saber a sua opinião a respeito dos possíveis candidatos.

Pela base do governo devem concorrer a reeleição as deputadas Raquel Lyra e Laura Gomes, ambas do PSB. Nos bastidores se cogita ainda a possibilidade do PSD ter candidato e os nomes mais cotados seriam do vereador Dr. Demóstenes e do presidente da legenda na cidade e ex-vereador Adolfo José. O nome da secretária Louise Caroline, do presidente do PTB e secretário de Relações Institucionais, Marco Casé, além do vereador Ricardo Liberato, também foram lembrados recentemente.

Pela oposição alguns nomes começam a ganhar força e muitas dúvidas sãi geradas. Tony Gel será candidato a reeleição ou ele tentaria voltar à Câmara Federal? Miriam Lacerda ou Tonynho Rodrigues seria a opção para a Alepe? O nome do vereador Val também é cotado e outro que trabalha intensamente com a possibilidade é o tucano Diogo Cantarelli. Pelo PSOL o candidato deve ser Fábio José. Agora é com você, vote na enquete ao lado.

Tony Gel admite que fazer oposição em Caruaru não é tarefa fácil

Tony Gel critica o atual governo, mas volta a defender candidatura de Eduardo Campos

Tony Gel critica o atual governo, mas volta a defender candidatura de Eduardo Campos

O deputado estadual Tony Gel (DEM) esteve na convenção da Juventude do PSDB de Caruaru no sábado (23) e procurou demonstrar que a bancada da oposição na Capital do Agreste está se reorganizando, depois do insucesso na campanha eleitoral de 2012. Ele disse apostar na renovação das lideranças jovens, mas reconheceu que fazer oposição não tem sido fácil, em um contexto de forte articulação da base do governo.

No entanto o democrata disse que o governo possui falhas, que podem facilitar a vida dos oposicionistas. “Vamos cumprir nosso papel. Não vou dizer a você que é tarefa fácil, pois aí estaria querendo lhe iludir e me iludir ao mesmo tempo. Mas, nós temos armas, mecanismos que podem ser utilizados, e com a ajuda da população, que está revoltada, pois viu que foram promessas falsas, o que fora prometido para o primeiro governo não foi cumprido e agora piorou. São professores com paralisações, o que indica que o primeiro semestre estará praticamente perdido, em um contexto de leis que foram modificadas para prejudicar os educadores. Além disso, há inúmeros serviços básicos que não estão sendo cuidados. Sem falar na saúde, que é um desastre. E claro, a informação que nós já conhecíamos, de que a Educação no município é um desastre”, disse.

O democrata voltou a frisar que a juventude terá papel fundamental na retomada das ações da oposição em Caruaru. “A gente tem uma base muito boa e uma juventude muito atuante. Eu e Miriam participamos da convenção do PSDB Jovem e vimos a articulação de Raffiê e Carlos Alberto, além de sabermos da capacidade de articulação dos demais jovens da bancada, como Rayann no comando da Juventude do DEM”, pontuou.

O deputado ainda disse que a bancada de oposição está unida, apesar da falta de sintonia entre alguns vereadores, como é o caso de Jajá (PPS). “Temos trabalhado conjuntamente com eles, que nos pedem orientação e fornecemos material necessário para que atuem na Câmara de vereadores. Também estamos atuando junto com os líderes de associações de bairro da cidade e zona rural. É obrigação nossa cobrar e denunciar”, explanou.

DECIDINDO

O democrata ponderou, por outro lado, que ainda não sabe se ele e Miriam Lacerda vão sair do DEM, mas explicou que vai lutar para que o governador Eduardo Campos (PSB), seja mesmo candidato a presidente da República. “Temos tempo, vamos ver o que acontece até outubro. Já tivemos reunião com a Executiva Estadual, vamos em breve conversar com a Nacional, vou conversar com José Agripino e vamos saber o pensamento da Executiva sobre nosso futuro e aí vamos decidir. Por enquanto continuamos no partido, somos da ‘resistência Democrata’, por assim dizer. Confesso a você que em setembro já deveremos ter amadurecido qual posição tomar, pois teremos um prazo de um ano para as eleições e não queremos parar por aqui, tanto eu quanto Miriam”, pontuou.

Sobre a possibilidade de voltar a disputar um mandato na Câmara Federal, Gel disse que ainda é cedo. “Não sei, é isso que vou conversar com meu partido. A pretensão de José Agripino é de que a bancada federal cresça e precisamos analisar esse quadro. Estou no projeto para lançar Eduardo Campos candidato a presidente da República. Acho que seria um grande presidente e está indo bem no governo do estado. Então, nesse projeto, também haverá uma conversa futura”, completou.

Miriam Lacerda aposta em articulação com juventude para tentar fortalecer oposição em Caruaru

Miriam Lacerda e Raffiê Dellon

Ex-deputada estadual e candidata a prefeita nas eleições 2012 em Caruaru, Miriam Lacerda (DEM) se reuniu ontem com o vice-presidente nacional da Juventude do PSDB, Raffiê Dellon, e traçaram algumas metas para a oposição ao governo Zé Queiroz (PDT).

“A Juventude fez um trabalho muito importante de oposição durante o terceiro mandato do atual prefeito, acreditamos que isso deve se repetir, junto com seminários que discutam a política de Caruaru, não apenas em ano eleitoral, mas sim, de forma constante. O trabalho de Raffiê junto com os meninos foi muito significativo”, afirmou Miriam.

O almoço, que aconteceu em Recife, também serviu para discutir o cenário político de Caruaru. Apesar de fazerem parte de partidos diferentes, a relação de Miriam com Raffiê, se aproximou em 2010, quando ela foi candidata à vice-governadora e ele, coordenador da Juventude da chapa majoritária encabeçada pelo senador Jarbas Vasconcelos (PMDB). O jovem tucano, aliás, está tentando achar seu espaço no cenário político de Caruaru, após se afastar do presidente do PSDB na Capital do Agreste, Diogo Cantarelli, ainda na corrida eleitoral do ano passado. Contudo, a prioridade de Raffiê está voltada para a disputa pela presidência da Juventude do PSDB Nacional.

Marcelo Rodrigues diz que fica no PV e que espera pela vinda de Tony Gel e Miriam Lacerda

Verde evitou polemizar declarações de Alessandro Feitosa

Verde quer fortalecer o partido em Caruaru

O presidente do PV em Caruaru, Marcelo Rodrigues, explicou ao blog a decisão de lançar o nome de Fernando Gabeira como pré-candidato a presidente da República em 2014. Ele disse que Gabeira hoje é o nome mais credenciado do partido e por isso que ele deve ser lançado oficialmente pela Executiva Nacional do PV.

Ele disse ainda que Gabeira reúne todas as condições para a pré-candidatura, já que o político tem uma visão ampla do Brasil.”Gabeira tem uma luta histórica contra a ditadura militar e foi um dos responsáveis há 27 anos por fundar o Partido Verde no Brasil, um ideário a ser discutido em nosso país. Temos um partido que não discute apenas as questões ambientais, e Gabeira deixou isso bem claro no encontro que foi realizado no Recife. Ele expôs várias questões que interferem na vida das pessoas. Com toda história que ele tem e o que Gabeira representa, por isso, que defendemos o nome dele pra pré-candidato e o Partido Verde não pode ficar de fora dessa discussão, sendo o melhor nome o de Gabeira”, pontuou.

Marcelo Rodrigues explicou a tese de antecipar o debate sobre um nome do partido para a sucessão presidencial. “Não acho precipitado, então temos que perguntar isso a Dilma, Lula, Fernando Collor e aos que defendem o nome do governador Eduardo Campos, Marina e Aécio Neves. Já existe toda especulação a respeito desses nomes e como todos praticamente foram lançados como pré-candidatos, agora na primeira quinzena de março, o companheiro Luís Pena, que é o presidente da Executiva Nacional do PV, deve também lançar o nome de Fernando Gabeira como pré-candidato do partido. Sabemos que é muito cedo, mas infelizmente no Brasil, ainda faltando mais de um ano para a eleição, os políticos antecipam o debate e por isso que estamos apresentando o nome de Gabeira, que fortalece essa discussão”, disse.

O verde desconversou sobre a ida para o novo partido a ser criado por Marina Silva e garantiu que fica no PV. “Sou do Partido Verde e me sinto muito a vontade e não vejo razão nesse momento para discutir a ida para outro partido, até porque essa legenda de Marina ainda está na luta para se tornar um partido e entendo que as dificuldades são muito grandes e o prazo para conseguir 500 mil assinaturas é pequeno, mas torço que ela consiga, mas é difícil. Sobre a posição de Marina de não se posicionar, prefiro nesse momento não analisar a decisão dela e prefiro falar do PV”, pontuou.

Sobre a legenda em Caruaru, Rodrigues disse que ainda espera contar com a vinda de Tony Gel ou Miriam Lacerda, mas que novos nomes também podem fortalecer o PV. “A situação do PV em Caruaru é a mesma da maioria dos diretórios espalhados pelos estados, no mês de janeiro, os diretórios foram prorrogados e por não termos um deputado federal, ainda continuamos como diretório provisório e isso ocorre ainda em Pernambuco. Mas esperamos mudar essa realidade e eleger um deputado em 2014. Fizemos o convite a Miriam Lacerda e a Tony Gel, mas eles ainda analisam a ideia, também convidamos alguns petistas, que trabalharam comigo na gestão de João da Costa e estão insatisfeitos com o PT, eles irão resolver se vêm para o PV ou seguem para a Rede”, garante.

Oposição bate, bate e não apresenta projeto alternativo de poder

PT e PSDB

As recentes declarações de integrantes da oposição revelam que o discurso facilita a vida de quem está no poder. Vejamos como exemplo a eleição de 2012 em Caruaru e o discurso do senador Aécio Neves (PSDB), no dia em que o PT completou dez anos no poder, com as gestões de Lula e Dilma, respectivamente.

O que se percebe nas duas situações é que a oposição bate, bate e só… Não existem por parte dos oposicionistas um projeto de alternativa de poder. Foi assim na campanha de Miriam Lacerda (DEM), quando a democrata tinha ampla vantagem no início da campanha, o prefeito Zé Queiroz (PDT), reverteu a vantagem e venceu com quase 30 mil votos de frente.

A ausência de propostas foi um dos principais fatores, mas não é uma situação de Caruaru. O PSDB, que há várias eleições polariza a disputa com o PT, segue com o discursos ofensivos, criticando os pontos fracos do governo Dilma, mas não oferece um projeto de alternativa para o poder.

A eleição funciona como a sensação térmica, a maioria pensa e age de acordo com a situação financeira e se a maior parte estiver bem, opta por não mudar o voto. Só um projeto de alternativa ao que está pode convencer ao eleitor, o que não ocorre hoje no Brasil. Nesse contexto a candidatura de Eduardo Campos pode se tornar viável, já que o socialista segue dizendo indiretamente como ter alternativas para diversas situações. A oposição precisa fazer autocritica urgente.

Tony Gel e Miriam descartam que oposição esteja dispersa e garantem que reunião da bancada foi na hora certa

Oposição em Caruaru - Foto: Fernandino Neto

Durante a reunião que definiu o vereador Val (DEM) como líder da oposição na Câmara Municipal de Caruaru, o deputado estadual Tony Gel (DEM) descartou a hipótese de que os sete vereadores da bancada estejam dispersos e sem orientação. Comentava-se nos bastidores que os vereadores ficaram sem apoio de Tony e de Miriam Lacerda, candidata derrotada em 2012 à prefeitura no ano passado, mas o deputado nega isso; mesmo com um exemplo mais claro, que foi o da reunião extraordinária no dia 31 de janeiro, quando 4 membros da bancada faltaram e os que estavam presentes ficaram sem saber ao certo se deviam ou não questionar a votação dos projetos enviados pelo Executivo.

No contexto

Val assume liderança da oposição em Caruaru mais uma vez

“Na verdade o que aconteceu na reunião passada foi uma estratégia de rolo compressor, já que os vereadores foram comunicados de última hora sobre a votação dos projetos e estamos em um período de férias em que até se compreende isso porque o pessoal viaja, além disso os vereadores que faltaram justificaram suas ausências no dia”, minimizou. Na verdade, sobre a reestruturação da bancada em Caruaru depois das eleições, Tony acredita que fazer oposição em Caruaru é mais fácil do que no estado. “É mais fácil fazer oposição aqui em Caruaru do que no estado, porque o governo de Eduardo é organizado, bem arrumado, mas aqui é o contrário, é bagunçado”, alfinetou o democrata.

REORGANIZAÇÃO

Já para a ex-deputada Miriam, a bancada de oposição passou por um processo normal de de discussões e reorganização. “Eu credito mais a uma questão de fim de ano, férias. E na verdade, também houve a eleição para presidente da Câmara e nossa preocupação foi conversar com cada integrante do grupo individualmente e deixá-los à vontade nesse processo. Mas, agora, chegou o momento de traçarmos estratégias, objetivos e eles vão construir uma agenda de propostas para o governo. Acredito que este é o momento certo de reunirmos a bancada de oposição”, concluiu.

Tony Gel e Miriam reúnem vereadores para definir rumos da oposição em Caruaru

20130202-104719.jpg

Enfim a bancada de oposição em Caruaru reuniu-se para definir seus rumos. Em um encontro na manhã deste sábado (02), no escritório político do deputado Tony Gel (DEM), os sete vereadores do grupo conversaram com ele e com a ex-deputada Miriam Lacerda para colocar em pauta uma série de metas e orientações para a bancada durante 2013.

Entre os assuntos abordados, a fiscalização do governo municipal e a definição de quem será o novo líder do grupo no Legislativo. Além disso, o encontro merece destaque porque os vereadores ainda não tinham recebido orientações de Tony Gel desde o fim das eleições de 2012.

Marcelo Rodrigues representa PV de Caruaru em encontro estadual da legenda

Verde evitou polemizar declarações de Alessandro Feitosa

Verde quer fortalecer a legenda em Caruaru 

O presidente do PV em Caruaru, Marcelo Rodrigues, segue se movimentando para fortalecer a legenda em Caruaru. Nesse fim de semana ele participa do encontro estadual da sigla, que será realizado no Recife. Nesta sexta o verde se encontra com o ex-deputado federal Fernando Gabeira e no sábado com o presidente nacional da sigla, o deputado federal Luiz Penna.

A meta do encontro, de acordo com informações repassadas pelo próprio Marcelo, é debater as metas para 2013/2014 e definir se a sigla terá candidatos a deputado. Marcelo fez um convite formal ao casal Miriam Lacerda e Tony Gel, para que ambos deixem o DEM e ingressem na legenda. Para ele, seriam os dois nomes para garantir os mandatos do PV na Câmara e na Assembleia.

Nos bastidores o verde garante que em breve vai anunciar nomes de peso para compor o PV. Segundo ele, são pessoas que estariam insatisfeitas nos partidos atuais e querem mudar para uma legenda que tenha uma agenda diferente.