Homens são presos após furtarem material da Frente Popular

Foto Aluísio Moreira

Seis homens foram presos em flagrante, na madrugada desta quarta-feira (24), em Camaragibe, pelo furto de cerca de 200 bases de concreto que sustentavam bandeiras da Frente Popular no município da Região Metropolitana do Recife (RMR). O material estava sendo transportado em caminhão de placa KIM-4416, que recebeu adesivos da campanha de Paulo Câmara (PSB) para que o crime passasse despercebido.

A coordenação jurídica da Frente Popular acionará a Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral (MPE) para a apuração do caso, que possui clara caracterização eleitoral. “É preciso esclarecer quem foi o responsável por esse crime; um delito eleitoral que precisa ser observado com cuidado por quem realmente tem a competência para o caso”, ressaltou o coordenador Jurídico, Carlos Neves Filho.

Raquel recebe apoio em Recife

RAQUELJANTAR01

A candidata à deputada estadual Raquel Lyra (PSB), recebeu apoio de mais centenas de pessoas, que participaram de um jantar de adesão, na noite desta segunda-feira (22), num restaurante, no Recife. Ela ressaltou que esse é um momento importante da campanha para receber o apoio e o carinho dos amigos. “Conto com a força de vocês e prometo honrar com o voto de cada pernambucano”, disse.

O governador João Lyra Neto, além de prefeitos, vereadores, secretários estaduais, procuradores, defensores públicos e lideranças de todo o estado compareceram ao evento. Após o encontro no Recife, Raquel participou, junto com a chapa majoritária da Frente Popular, de um comício no município de Sirinhaém

Filho de Eduardo entra na campanha e pede votos para Paulo Câmara

joão

Na Zona da Mata Sul, o filho mais velho do ex-governador Eduardo Campos, João Campos, falou sobre a escolha de seu pai, que apontou Paulo Câmara (PSB) como o indicado para sucedê-lo no Governo Estadual. “No time do qual ele (Eduardo) era técnico, só tinha craque. Mas havia um capitão que assumia a responsabilidade em campo e resolvia, quando o jogo ficava difícil. Esse jogador vocês todos conhecem. É Paulo Câmara”, comparou. O jovem de 20 anos fez, nesta segunda-feira (22), em Barreiros, seu primeiro discurso ao lado do candidato ao Governo e seu companheiro de chapa, Fernando Bezerra Coelho (PSB/Senado).

“Meu pai não deixou uma herança. Pois esta, quando dividida, pode se acabar. Ele deixou um legado, que, quanto mais o dividirmos, mais crescerá, espalhando-se pelo Brasil todo”, afirmou João.

Marina adia vinda para Caruaru

A vinda da candidata à presidência pelo PSB, Marina Silva, para a cidade de Caruaru foi adiada para a próxima segunda-feira (29). A informação foi confirmada pelo coordenador da Frente Popular no Agreste, Eduardo Coutinho.

A vinda da neo-socialista estava prevista para amanhã, mas por motivos de agenda, foi feita a mudança. Na cidade de Caruaru, Marina conta com o apoio do prefeito José Queiroz (PDT), do governador João Lyra (PSB) e do deputado estadual Tony Gel (PMDB). O horário e local da visita, ainda não foram confirmados.

Tony acredita em crescimento de Paulo Câmara até o fim da campanha

Tony-Gel

Após ser homenageado pelo Caxangá Ágape Clube o deputado estadual Tony Gel falou sobre o atual cenário político de Pernambuco. Candidato à reeleição, ele disse que a tendência do candidato ao Governo do Estado pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), é crescer ainda mais até as eleições de outubro. Para embasar sua avaliação, o peemedebista citou as últimas pesquisas Datafolha e Ibope, nas quais o socialista apresentou crescimento das intenções de voto.

“A fatura está liquidada. Acho que a tendência é ele crescer mais. Foi natural naquilo que ele se tornou conhecido, mas ele vem mantendo uma curva ascendente, fora os debates”, disse Tony Gel, em conversa com jornalistas.

TRE manda retirar inserções da Frente Popular

armando

A Coligação de Armando Monteiro conseguiu retirar do ar as inserções da Frente Popular que afirmavam que Armando Monteiro teria quebrado as empresas da família. A peça encerrava com a pergunta se dava pra confiar no candidato da oposição. O desembargador Agenor Ferreira Lima determinou a suspensão imediata de inserções.

Os desembargadores vão avaliar se a coligação Pernambuco Vai Mais Longe terá direito de resposta, tendo em vista o possível prejuízo causado pelos filmetes da Frente Popular. A guerra da eleição com mais um capítulo.

Entrevista – Douglas Cintra: “A liderança de Armando Monteiro tem crescido”

20130825-024717.jpg

Suplente do senador Armando Monteiro (PTB), o empresário Douglas Cintra é um dos organizadores do encontro regional do PTB que será realizado na sexta-feira, 30 de agosto, em Caruaru. Junto com o presidente do diretório do partido no município, Marco Casé, Cintra também é um dos principais aliados do prefeito do município, Zé Queiroz (PDT) e exerce influência política considerável nas base da Frente Popular em Caruaru. Em entrevista ao Blog do Mário Flávio, a pauta foi justamente a importância do encontro da legenda na Capital do Agreste, como isso se relaciona ao fortalecimento do nome de Armando para as eleições de 2014 e se ele ele avalia que o evento já seria um ponto de partida para discutir um nome caruaruense para disputar uma vaga para deputado estadual ou federal pela legenda. Confira.

Qual sua expectativa para o encontro do PTB em Caruaru nas próxima semana?

Uma expectativa bastante positiva, temos muitas confirmações, sobretudo a união de um grupo que acredita que nosso partido tem se fortalecido cada vez mais e esse fortalecimento é bom para o estado e para a região. Esse trabalho em conjunto obviamente tem um destaque especial pela liderança do nosso senador Armando Monteiro Neto. As pessoas estão sendo contactadas, além de confirmarem a presença ficam felizes de poderem estar presentes na cidade de Caruaru, famosa por receber bem os visitantes, seja no São João ou em qualquer outra época do ano.

Entrevistamos Marco Casé e Armando Monteiro e os dois frisaram que esse evento é uma forma de também homenagear a sua figura enquanto suplente do senador. Qual sua avaliação sobre essa colocação?

Só posso ficar feliz pelas palavras deles. Mas, sobretudo acredito que seja um reconhecimento ao tamanho que o PTB tem ganhado em Pernambuco. A liderança de Armando tem crescido; e não é Armando, é o que ele prega, o que ele está trabalhando, é a mudança que precisamos ter em nós mesmos e em nossa cultura de querer progredir, de investir mais nas empresas, de valorizar o pequeno e grande empresário, todos os que contribuem produtivamente, assim como o trabalhador, e valorizar toda a infraestrutura que precisa acontecer para que nossa região continue a crescer. É esse discurso que faz com que as pessoas estejam próximas e queiram participar de um evento como esse.

Sempre que há o planejamento para esses eventos, seja de qualquer partido, surgem especulações. No caso deste encontro, comentou-se que poderia ser um “start”da articulação regional de Armando Monteiro para sua candidatura ao governo do estado em 2014. Ele já negou isso, mas e o senhor, acredita que se esteja colocando o carro na frente dos bois?

O comentário é natural. Estamos em 2013 e há um longo caminho até o ano que vem. Armando está muito mais preocupado com o presente, em mostrar pra que ele foi eleito, em contribuir como senador e o que nós queremos é que o fortalecimento do PTB e do nome de Armando sejam referência, mas não nesse momento em estar se falando em eleição do ano que vem. Óbvio que pelo histórico que ele tem, é sempre citado como potencial candidato e disso a gente não pode deixar de comentar. Mas é importante frisar que não é esse o objetivo do evento, e sim o que ele assumiu de compromisso quando foi eleito senador: de trabalhar pela região e pelo estado de Pernambuco. É esse o compromisso de Armando e o nosso também.

Também surgiram questionamentos sobre a possibilidade de o prefeito de Caruaru, Zé Queiroz, participar ou não do evento [o que serviria para instigar as cogitações sobre Queiroz apoiar Armando ou um outro candidato indicado por Eduardo Campos em 2014]. O senhor considera um equívoco cogitar a participação do prefeito no encontro, mesmo ele representando a Frente Popular na cidade?

Não é relevante se ele estiver presente ou não. É um evento partidário, mas temos um trabalho em Pernambuco de vários partidos em conjunto, e podemos ter pessoas do PTB em eventos do PT ou PSB, e de todo esse grupo que compõe o comando do estado de Pernambuco. Pra mim é natural tanto que ele vá, ou que não vá. É importante frisar que não é um evento organizado pelo prefeito Queiroz, ou PDT, é um evento do PTB de Pernambuco em Caruaru, organizado por mim, por Marco Casé e pelos dois vereadores do partido em nossa cidade, Cecílio Pedro e Ranilson Ramos.

E como o senhor avalia essa atual bancada do PTB na Câmara Municipal de Caruaru?

Temos dois vereadores, cada um com suas características, mas com ações voltadas para o atendimento de suas comunidades, e são reconhecidos por isso. Tanto é que sempre foram bem votados. Mas, não só eles, temos várias lideranças aqui em Caruaru que representam o partido e que querem ver o desenvolvimento da região Agreste e de Caruaru.

Nesse encontro também haverá espaço para discutir a possibilidade de uma candidatura a deputado estadual ou federal representando Caruaru, com Marco Casé entre as apostas, por exemplo?

Temos algumas lideranças fortes, não só em Caruaru, mas na região. Esse encontro tem o sentido de fortalecer as chapas proporcionais para deputado estadual e federal na região para o ano que vem. Queremos construir nomes que possam fortalecer a chapa como um todo. Esses nomes, como o de Marco Casé, ou qualquer um outro, deverão chegar por consenso, em um trabalho com o conjunto político, nada que seja de repente. O que nos deixa felizes é poder com pessoas que faça parte desse projeto, mas que não necessariamente sejam candidatos para poderem contribuir com o crescimento de Pernambuco.

No Forró da Macambira, membros da Frente Popular em Pernambuco minimizam episódio de vaias a Dilma

20130617-082008.jpg

Durante o Forró da Macambira, realizado no sítio do vice-governador de Pernambuco, João Lyra (PDT), não foi só o governador Eduardo Campos (PSB) que comentou as recentes vaias a Dilma (PT), ao dizer que teria aplaudido a presidenta, se estivesse presente na abertura da Copa das Confederações, no sábado (15). Na verdade, membros da Frente Popular em Pernambuco que prestigiaram a confraternização em Caruaru também saíram em defesa dela, ainda que alguns sejam mais favoráveis a uma reeleição dela do que outros.

No contexto

Eduardo: “Se estivesse em Brasilia, teria aplaudido a presidenta”

Vídeo – Abraçado com João Lyra, Zé Queiroz chama Forró da Macambira de pacificação entre tendências políticas

Raquel e João recebem convidados no Forró da Macambira

O deputado federal petista João Paulo (PT), por exemplo, reforçou que todo político está vulnerável a essas situações. “A vaia é um instrumento da Democracia. Mas, toda a autoridade, em momento de manifestações de massa, tende a levar uma vaiazinha”, minimizou o deputado. Atitude similar do senador Armando Monteiro (PTB), cotado para a sucessão do governador Eduardo Campos. “Não valorizo muito essa manifestação. Foi um movimento isolado. Acho que é algo a que todo homem público está exposto”, minimizou o senador.

Já o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), outro potencial candidato ao governo estadual em 2014, procurou justificar que um protesto no início da Copa das Confederações não seria adequado. “Com sinceridade, foi um momento inadequado para se verbalizar um protesto que é justo, natural, quem está a frente de governos sabe que é preciso serenidade para ter que ouvir depoimentos críticos e protestos. Só não concordo com a oportunidade, por ser um dos maiores eventos do esporte internacional, que dá projeção ao Brasil lá fora, que vai atrair investimentos. Entendo que a imagem da presidenta interessa a todo o Brasil, como interessa ao país se projetar. Somos hoje a sexta economia do mundo. Temos representantes da diplomacia comandando órgãos mundial, como foi o caso da eleição recente de um brasileiro para comandar a Organização Mundial de Livre Comércio. Portanto, acho que não foi oportuno o momento”, frisou.

Nesse contexto, contudo, o vice-governador João Lyra (PDT), e também cogitado para disputar o comando do estado, lembrou um episódio similar, ocorrido com o ex-presidente Lula (PT), para minimizar o efeito das vaias. “Esse episódio me lembrou a abertura do Panamericano, no Maracanã, quando o presidente Lula, no auge de sua popularidade, também foi vaiado. É um evento isolado, com dezenas de milhares de pessoas, mas é isolado”, recordou o vice.

AGENDA

Apesar das vaias recebidas no Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha), a assessoria do Palácio do Planalto confirmou que Dilma estará no Rio para acompanhar a decisão da Copa das Confederações, no Maracanã, no dia 30 de junho. A previsão já era de a presidente comparecer a apenas dois jogos da Copa das Confederações, a abertura e a final. Ela não deverá estar presente nesta semana nas partidas do Brasil em Fortaleza, na quarta-feira, e em Salvador, no sábado, nem nas semifinais. Dilma fará, inclusive, uma viagem ao Japão na próxima semana e chegará de volta ao País já no dia da decisão da competição no Maracanã.

 

 

Raquel também ficou de fora de evento em homenagens as mulheres do governo de Pernambuco

20130319-015754.jpg

No início do mês a ausência da deputada estadual, Raquel Lyra (PSB), da programação oficial do Dia Internacional da Mulher em Caruaru foi motivo de mal estar entre as lideranças da Frente Popular. Nesta segunda-feira o governo do Estado realizou mais um ato para lembrar a data e a socialista não estava presente. Ela foi convidada, mas assim como ocorreu em Caruaru, ficou de fora da programação oficial para ministrar palestra.

Mais uma vez a mulher de Caruaru foi representada pela secretária estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Laura Gomes (PSB). Ao lado do governador Eduardo Campos (PSB) e de outras personalidades da política local, Laura destacou o papel da mulher na sociedade pernambucana e a evolução nos últimos anos em relação à preservação dos direitos. “Durante anos lutamos para termos visibilidade. Hoje podemos dizer que quebramos alguns tabus, mas mesmo assim ainda temos muito o que lutar”, ressalta. Estiveram presentes também a secretária da Mulher, Cristina Buarque e a primeira dama Renata Campos.

Na ocasião, foram assinados dois termos de cooperação técnica, um para fortalecimento da rede de delegacias especializadas e um para parceria de curso de qualificação de 180 mulheres que trabalham no processamento de mandioca. O governador assinou ainda o edital para seleção simplificada da secretaria da Mulher. “Precisamos fortalecer um olhar que respeite as diferenças de gênero, que acolha, na máquina pública e na visão do Estado, o grande objetivo de reduzir e exterminar os preconceitos e afirmar que queremos ser uma nação sem as marcas das desigualdades que afrontam nossos corações”, assegurou o governador.

Segundo Diario, destino de Tony Gel e Miriam Lacerda seria o PSB

Tony Gel e Miriam Lacerda - Crédito: Paulo FIlho/DEM

A Coluna Diario Político trouxe uma informação que vai dar uma sacudida na política de Caruaru. Segundo o texto, o destino do casal Miriam Lacerda e Tony Gel, ambos do DEM, seria o PSB, partido presidido nacionalmente pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos. O texto mostra que o PSB passa a ser uma legenda a conglomerar os insatisfeitos com as legendas de origem e revela que questões como ideologia pouco importam, a meta é ter uma sigla forte, para seguir no comando de Pernambuco. Caso a informação publicada no Diario seja confirmada, Tony e Miriam rejeitam aos convites de PMDB, PSD e PV e após mais de 30 anos, ingressam na Frente Popular.

Durante a campanha desse ano, quando Miriam foi candidata e perdeu a eleição para Zé Queiroz (PDT), em nenhum momento houve choque com Eduardo e vice-versa. O socialista sempre tratou ao casal com muito cuidado e disse que apesar de postularem em campos distintos, sempre houve o respeito. A este blogueiro, tanto Tony, quanto Miriam, já afirmaram que, independente do candidato da oposição, se Eduardo for tentar voo solo para presidente, ambos irão votar nele. De olho no potencial do casal, que obteve mais de 66 mil votos na eleição de 2012, Eduardo não teria mais oposição em Caruaru.

A ida de Gel e Miriam contaria com o apoio de outros ex-integrantes históricos do DEM, o ex-governador Joaquim Francisco e o ex-deputados Sebastião Rufino e Ciro Coelho, além do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), que fez as pazes com Eduardo e estaria sendo um dos pivôs para levar o casal para a base do socialista. Integrantes do PSD também gozam de simpatia por Miriam e Tony, como é o caso do presidente estadual da legenda, o ex-deputado André de Paula. E nesta história toda de troca de partido, há que se lembrar que o vice-governador João Lyra deve estar deixando o PDT para se filiar também ao PSB. A mudança lhe tornará automaticamente companheiro de legenda do deputado Tony Gel, seu adversário histórico nas disputas eleitorais de Caruaru. A conferir.