Professores da Rede Municipal de Caruaru vão parar por dois dias e entram em estado de greve 


Os professores da rede municipal de ensino em Caruaru realizaram assembleia nesta quinta-feira (20) e decretaram estado de greve. Os docentes saíram insatisfeitos da reunião com a prefeitura realizada na quarta-feira (19) e cobram o pagamento do piso para toda a rede. 

O presidente do Sismuc, Eduardo Mendonça explicou os motivos do estado de greve. “O sinal de alerta foi ligado para a prefeitura. Hoje existem cinco categorias de professores diferentes e o município quer criar ainda uma nova. A prefeitura quer fazer um complemento do reajuste e não é o que a classe deseja. Todos os professores têm direito a uma recomposição de 7,64%, garantido por Lei”, disse.

Na semana que vem os professores vão parar na terça e quarta, como explicou Mendonça. “Pedimos a compreensão dos pais para esses dois dias de parada. Na assembleia ficou decidido que vamos parar também no dia 28 com a greve geral da categoria”, explicou.
No dia 5 de maio uma nova assembleia vai ser realizada para decidir se será decretada a greve. 

O outro lado 

Por meio de nota, a prefeitura de Caruaru disse que “é prioridade da gestão de Raquel Lyra garantir os direitos dos professores entre eles o piso, conforme a lei.

De acordo com a legislação, a prefeitura pagará o piso a todos aqueles professores que ganhavam embaixo do piso, atendendo assim a maior parte do corpo docente de Caruaru. O projeto foi enviado para a Câmara dos Vereadores nesta quinta-feira, dia 20.
Estamos cumprindo com a legislação vigente e, além disso, se criou uma mesa de negociação permanente pela primeira vez na história.
O objetivo dessa mesa é ouvir e discutir de forma aberta e transparente com todos os representantes dos trabalhadores do município, incluindo os professores.
Queremos trabalhar junto com os professores para chegar aos melhores acordos possíveis para garantir a educação de nossas crianças e jovens.
A prefeitura de Caruaru está disposta a fazer tudo possível para garantir o melhor aos nossos professores.
Segundo a prefeita Raquel Lyra, a gestão municipal não pode deixar de falar e procurar soluções juntos. “Não podemos esquecer que essas soluções beneficiam exclusivamente a educação de todas as crianças e jovens caruaruenses”, pontou.

Jornalista e blogueiro.