Professores da rede municipal param atividades em Santa Cruz do Capibaribe

Blog do Ney Lima

Nesta segunda-feira (10) professores que fazem parte do Fundamental I e II, da rede municipal de ensino em Santa Cruz, voltaram a paralisar suas atividades.

De acordo com a representante do sindicato da categoria, Luciene Cordeiro, os professores ainda não haviam recebido seus salários, mesmo após o 5º dia útil.

“Os professores estão parando as atividades porque o pagamento não saiu. A história se repetiu, infelizmente só saiu pagamento para os professores da Educação Infantil e EJA, já os professores do ensino fundamental I e II não receberam. Portanto, esperamos até o 5° dia útil, que foi sexta-feira (07) e não saiu, então hoje a categoria para” – disse.

O que diz o secretário

Nossa redação entrou em contato com o secretário municipal de Educação, Joselito Pedro, para tratar do assunto. Segundo ele, a categoria estava ciente de que os pagamentos em atraso seriam depositados nesta segunda-feira (10).

“Mesmo eles sabendo disso, decidiram protestar por conta desse atraso. O dinheiro já foi depositado e as atividades devem voltar ao normal já nesta terça” – disse.

Exposição da Diocese no Polo Caruaru

Em todos os fins de semana do mês de dezembro está sendo realizada a Festa do Comércio do Polo Caruaru. Dentro das atividades da segunda edição do evento, acontece a Exposição Memória Diocesana. O objetivo é apresentar ao público a arte e a história dos 70 anos da Diocese de Caruaru e 170 anos da Paróquia de Nossa Senhora das Dores, a Catedral. O espaço é aberto ao público de segunda a sexta, das 9h às 18h, e nos fins de semana, das 9h às 19h.

A exposição faz parte das comemorações diocesanas propostas para o ano de 2018. A mostra é composta por objetos sacros, fotografias, textos, objetos litúrgicos, paramentos e itens que pertenceram aos bispos Dom Paulo Hipólito, Dom Augusto Carvalho e Dom Costa. Além disso, estão expostos acervos que contam sobre a história das Paróquias de Nossa Senhora das Dores e do Rosário, São Francisco, da Igreja da Conceição, do Palácio Episcopal, do Colégio Diocesano e do Instituto Histórico de Caruaru. No local, o visitante também tem a oportunidade de assistir a um documentário sobre Nelson Barbalho, com cenas raras da chegada do primeiro bispo da diocese, Dom Paulo Hipólito.

O projeto é realizado pelo Polo Caruaru, com apoio da Diocese de Caruaru e curadoria de Walmiré Dimeron. De acordo com o coordenador diocesano de pastoral e administrador da Catedral, Pe. Zenilson Tiburcio, a exposição é um resgate da história diocesana e recorda aos fiéis sobre a missão de dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos durante os anos.

Queiroz ouve demandas na área cultural

Hoje pela manhã aconteceu uma reunião entre o músico e produtor cultural Anderson do Pife e o ex-prefeito, e futuro deputado, José Queiroz.

Do encontro, Anderson relatou a interrupção da implantação do Sistema Municipal de Cultura, quando foi feita a adesão ainda na gestão de Queiroz. Na época, segundo ele, além de criar a Lei do Sistema, foi instituído os Fóruns de Cultura, o Conselho Municipal de Política Cultural, faltando apenas o Fundo e o Plano de Trabalho, que a gestão atual deveria ter finalizado até junho do ano passado, perdendo o prazo e tendo que renová-lo com o Ministério da Cultura. “Já se passaram dois anos e nada avançou, até as casas lá na Estação Ferroviária estão sem nenhuma definição do futuro”, disse o músico.

O ex-prefeito se mostrou preocupado com a situação, em particular da Casa do Pife, e disse que vai, junto com Wolney Queiroz, se empenhar para apoiar projetos que fortalecem a tradição da cultura.

Bolsonaro e Mourão serão diplomados nesta segunda-feira (10)

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, chega a Brasília hoje (10) para a cerimônia de diplomação com seu vice Hamilton Mourão, às 16h, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para a solenidade, foram distribuídos 700 convites. Os diplomas são assinados pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber, que abre a sessão solene e indica dois ministros para conduzirem os eleitos ao plenário.

A agenda do presidente eleito para esta semana é intensa e inclui reuniões com as bancadas do PSD, DEM, PSL, PP e PSB. Também há conversas com os governadores eleitos de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

As reuniões ocorrem no momento em que Bolsonaro já definiu toda a sua equipe ministerial. Os 22 ministros foram escolhidos. O último nome foi anunciado ontem (9), nas redes sociais, pelo próprio presidente eleito, o advogado e administrador Ricardo de Aquino Salles para o Ministério do Meio Ambiente.

Técnico do Centenário será apresentado nesta terça-feira (11) pelo Central

O técnico Estevam Soares será apresentado em coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (11), às 16h30, na Sala de Imprensa Jornalista Souza Pepeu nas dependências do Estádio Lacerdão. O experiente treinador tem passagens por Palmeiras, Botafogo, Náutico, Vila Nova, Portuguesa entre outros clubes.

Ele chega com o desafio de fazer uma boa campanha no ano do centenário do clube.

Chuvas e prejuízos no Vale do São Francisco

A chuva tanto pedida pelos agricultores veio, mas, choveu demais. Na zona rural de Petrolina, no interior de Pernambuco, produtores de uva calculam os prejuízos, que, em seis dias de precipitação, já chegam a R$ 7 milhões e uma perda de 650 toneladas da fruta. Os pomares estão molhados, trabalhadores parados e os produtos perecendo.

Segundo cálculos do Sindicato dos Produtores Rurais do município (SPR), feitos a partir dos relatos dos fruticultores, há a estimativa de que 35% da produção de uva que estava pronta para colheita tenha sido comprometida com a chuva, que registrou uma média de 90 milímetros nas regiões de fazendas. “A maioria das variedades de uva não suporta tanta água”, comenta o gerente executivo da entidade, Flávio Diniz.

Flávio explica que os prejuízos dos últimos seis dias se concentram nas frutas que seriam colhidas para o consumo interno durante o Natal. Mas as consequências podem se estender para o próximo ano. “Os produtores já vêm se preparando há algum tempo para a safra 2019.1, só que a uva tem um ciclo, ela obedece a tratos culturais. E por conta da chuva poderá existir uma redução de produtividade”.

No Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, a Fazenda Ara Agrícola cultiva 175 hectares de uva de mesa e, nesse período de chuva, tinha 14 mil quilos da fruta para serem colhidos. De acordo com o gerente de campo da propriedade, Ivan Lopes, lá as perdas alcançam 40%. “A maioria era da variedade Crimson, um tipo de uva que não aguenta chuva, então elas apodreceram e nós estamos com uma perda aí de no mínimo R$ 50 mil”, disse. Na Ara Agrícola, apenas 20% do planejamento para esta semana foram executados.

Reforma tributária será aprovada até o fim desta semana, afirma relator

A comissão especial da Câmara que analisa a proposta (PEC 293/04) de reforma tributária vai aprovar o projeto ainda nesta semana, segundo o relator da matéria, deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR). O parlamentar afirmou que os últimos ajustes serão feitos na terça-feira (11) e a expectativa é de que a matéria seja aprovada por unanimidade.

“O projeto ficou mais uma vez à exposição pública. Os pequenos ajustes serão feitos na próxima terça-feira e deveremos votar, praticamente com unanimidade, o nosso projeto”, afirmou.

As mudanças que devem ser feitas no texto dizem respeito ao debate da comissão realizado na última quarta-feira (5). Durante a sessão, parlamentares do Psol apresentaram obstrução à matéria e atrasaram a votação do relatório.

A preocupação do partido é de que a união dos impostos em uma única tributação dificulte a distribuição do valor arrecadado a áreas estratégicas do governo. Mas Hauly afirma que todos os questionamentos da sigla já foram integrados ao relatório.

“O nosso projeto atual do sistema tributário brasileiros é um dos dez melhores do mundo. Combate à guerra fiscal, zera a guerra fiscal entre estado e município, favorece as famílias mais pobres do país. É tudo o que o Psol quer, está dentro do projeto e acredito que eles devam apoiar também o projeto”, explicou.

Esquema de corrupção há 20 anos na Assembleia do Rio de Janeiro

Do G1

O esquema de indicações a cargos no governo do estado exposto na Operação Furna da Onça já durava pelo menos 20 anos. É o que afirma um dos 22 presos pela força-tarefa da Lava Jato no dia 8 de novembro, deputado estadual André Correa (DEM). Ele e outros seis deputados foram presos pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

A GloboNews teve acesso a depoimentos à Polícia Federal prestados no dia da operação. Os presos admitiram que indicaram aliados para cargos estratégicos em diferentes órgãos do governo do RJ.

À PF, André Correa disse que a prática vinha desde que entrou na Alerj, em 1998. Segundo o deputado, os mais votados em cada região indicavam pessoas para exercer funções públicas – não só na esfera estadual, como também na municipal e na federal.

A Furna da Onça descobriu que parte dos cargos era no Detran – mas também havia o pagamento de mensalinhos que chegavam a R$ 400 mil. Correa admitiu que a manobra era para construir maioria parlamentar, ou seja, participação política no governo.

A GloboNews também teve acesso ao depoimento do ex-secretário de governo de Luiz Fernando Pezão, Afonso Monnerat. Ele admitiu saber que deputados estaduais solicitavam indicações de pessoas residentes nas regiões em que foram eleitos.

As investigações apontam que os envolvidos recebiam propinas mensais que variavam de R$ 20 mil a R$ 100 mil – além de cargos – para votar de acordo com o interesse do governo. O esquema teria movimentado pelo menos R$ 54 milhões, segundo a PF.

De acordo com as investigações, a organização criminosa, chefiada pelo ex-governador Sérgio Cabral, pagava propina a vários deputados estaduais, a fim de que patrocinassem interesses do grupo criminoso na Alerj.

O “mensalinho” era resultado de sobrepreço de contratos estaduais e federais. De forma ilícita, os parlamentares eram beneficiados ainda com o loteamento de cargos em diversos órgãos públicos do estado, como o Detran, onde poderiam alocar mão de obra comissionada ou terceirizada.

Procurador-regional da República, Carlos Aguiar explicou que cargos públicos foram dados como moeda de troca – e citou “propinolândia” na Alerj.

“As investigações demonstraram que esses personagens lotearam o Estado do Rio de Janeiro para viabilizar a execução dos seus interesses políticos. Alerj se tornou propinolândia.”

“O Detran era manipulado para a realização de atividades de interesse de grupos corruptos. O deputado Paulo Melo era considerado o “dono” do Detran”, disse a delegada Xênia Soares, da PF.

Faculdade Senac Pernambuco seleciona professores para a unidade de Caruaru

A Faculdade Senac Pernambuco abriu, em Caruaru, processo seletivo destinado à contratação de professores para lecionarem nos Cursos Superiores de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos e Tecnologia em Design de Moda. Os interessados devem enviar o currículo lattes para o e-mail: selecaocaruaru@faculdadesenacpe.edu.br, no período de 06 a 09 de dezembro de 2018, informando a área de interesse.

A seleção visa preencher vagas para três disciplinas: duas para Design de Moda (Modelagem computadorizada e Design de Superfície) e uma para Recursos Humanos (Higiene e Saúde), que serão ministradas no turno da noite.

Os candidatos para as disciplinas de Modelagem computadorizada e Design de Superfície devem ter pós-graduação, preferencialmente, mestrado ou doutorado; graduação ou pós-graduação em Design de Moda ou áreas afins; ter experiência mínima de dois anos em docência no ensino superior e experiência na área de formação.

Para a disciplina de Higiene e Saúde o candidato precisa ter graduação ou pós-graduação em Gestão de Recursos Humanos ou área afim; ser pós-graduado, preferencialmente, mestre ou doutor; ter experiência mínima de dois anos em docência no ensino superior e experiência na área de formação.

Mais informações sobre todo o processo seletivo em: http://faculdadesenacpe.edu.br/faculdade-senac-pernambuco-seleciona-professores-para-caruaru/

Câmara homenageia centenário de Nelson Barbalho

Em sessão solene, na noite desta sexta-feira (7), a Câmara de Vereadores homenageou o centenário de nascimento de Nelson Barbalho, criador da expressão País de Caruaru. O jornalista, historiador e compositor escreveu mais de 50 livros falando da história, dos costumes, da política e da sociedade da maior cidade do interior de Pernambuco. A proposta foi do vereador Marcelo Gomes, PSB, e teve votação unânime na Casa Legislativa.

Além dos parlamentares, convidados e pessoas ligadas à cultura local, compareceu ao ato Valéria Barbalho, filha do homenageado, hoje uma ativa divulgadora da obra do pai, que também envolveu a documentação histórica de outras comunidades pernambucanas, num total superior a cem publicações, com destaque especial para aquela cujo título é, justamente, País de Caruaru.

“Qualquer homenagem a Nelson Barbalho estará sempre abaixo do valor da sua obra de resgate da nossa história, do espírito social do nosso povo. Ao longo dos próximos anos a expectativa é de que sua memória continue preservada. Ele tem o valor inestimável de nos trazer de volta nossas origens artísticas, culturais e humanas”, avaliou o socialista Marcelo Gomes.