Miriam apresenta coordenação de campanha e participa da festa de 50 anos do TEA

A candidata da Coligação Caruaru em Boas Mãos, Miriam Lacerda (DEM), segue com a intensa agenda de campanha. Hoje pela manhã, ela apresente numa coletiva de imprensa, a coordenação de campanha. A Democrata ainda tem compromisso à tarde e a noite participa da festividade dos 50 anos do TEA. Abaixo a agenda completa.

AGENDA

9h – Coletiva com a imprensa

Local: Escritório GSMC, Rua Laudelino Rocha, 56 – Maurício de Nassau

14h30 – Visita ao Polo Comercial

20h – Comemoração dos 50 anos  do TEA (Teatro Experimental de Arte)

Local: Teatro Lício Neves, bairro Indianópolis

 

Dilma e Eduardo seguem bem avaliados no Recife

Com informações da Folha de Pernambuco

A avaliação da gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Eduardo Campos (PSB) também foi aferida na primeira pesquisa de intenções de voto da Folha/TV Globo/Ibope. Cumprindo seu primeiro mandato, a petista faz uma boa administração de acordo com a maioria dos entrevistados. O governo de Dilma é considerado bom ou ótimo por 65% dos questionados. Aqueles que acham regular soma 22%. Já os que disseram que a gestão é ruim ou péssima somaram 12%. Apenas 1% não respondeu ou não soube avaliar.

A gestão de Eduardo também é considerada positiva. Do total de pessoas entrevistadas, 63% afirmou que o governo do socialista é bom ou ótimo, contra apenas 8% que classificaram como ruim ou péssimo. Aqueles que consideram regular representa 27% dos entrevistados. Somente 1% não avaliou a gestão estadual.

A avaliação dos governos vai ser um ponto importante na campanha, já que Dilma e Eduardo Campos estarão em palanques diferentes. Enquanto a petista deverá apoiar o candidato do seu partido, o senador Humberto Costa, Eduardo vai investir em Geraldo Julio (PSB). Somente num eventual segundo turno com um nome da oposição, é que as lideranças deverão estar juntas.

20120716-074901.jpg

Gestão de João da Costa é reprovada por 53% dos eleitores

Com informações da Folha de Pernambuco

Impossibilitado de disputar a reeleição, o prefeito João da Costa (PT) ainda amarga altos índices de desaprovação. Segundo a primeira pesquisa Folha/TVGlobo/Ibope, divulgada após o registro de todas as candidaturas, o atual gestor da cidade é desaprovado por 53% dos entrevistados. O total daqueles que aprovam a administração de João da Costa representou 41%. Apenas 6% disseram que não sabem ou não quiseram responder. O gestor é desaprovado, sobretudo, pelo eleitorado masculino. Do total de homens que participaram da pesquisa, 55% não aprovam o gestor.

Analisando os entrevistados pela faixa etária, aqueles que mais desaprovam a gestão têm idade entre 25 e 29 anos. Entre essas pessoas, 66% disseram que não aprovam a administração. A gestão amarga altos índices entre aqueles com renda superior a cinco salários mínimos. Desses entrevistados, 59% responderam que a gestão de João da Costa não agrada. No quesito escolaridade, o petista continua com índices de desaprovação elevados. A maioria (63%) daqueles mais esclarecidos, que possuem curso superior, repudia o gestor.

A gestão do prefeito é menos repudiada por classes pouco favorecidas. Os entrevistados com nível de escolaridade entre a 5ª e 8ª série do Ensino Fundamental são os que mais aprovam o petista. Desse universo, 49% se dizem favoráveis a ele. Os que possuem renda de até um salário mínimo também são simpáticos ao prefeito. Desse grupo, 45% disseram que aprovam a gestão. Já no quesito faixa etária, o petista é menos desaprovado por quem tem entre 40 e 49 anos (47% aprovam a administração).

Analisando o desempenho da administração, os índices também são negativos. De acordo com 36% dos entrevistados, a gestão de João da Costa é ruim ou péssima. A maioria da parcela (39%) avalia o governo como regular, enquanto 24% disse que era bom ou ótimo. Apenas 1% não quis ou não soube avaliar.

Fazendo uma análise detalhada nesse quesito, quem mais avalia negativamente a administração são os homens. Do público masculino, 39% disseram que a gestão é ruim ou péssima. Essa avaliação entre as mulheres é de 34%. No quesito faixa etária, o governo é mal avaliado, sobretudo, entre os jovens que têm entre 25 e 29 anos (47% acham ruim ou péssimo). Já os que mais aprovam (27%) estão entre os que tem 16 e 24 anos.

No item escolaridade, os que têm ensino superior (42%) avaliam a administração negativamente. Os que acham a gestão boa ou ótima estão entre aqueles que estudaram da 5ª a 8ª série do Ensino Fundamental. Desse universo, 31% diz que a gestão é ótima ou boa. Quem ganha de dois a cinco salários mínimos são aqueles que menos gostam da gestão. Entrevistados com essa renda familiar (39%), disseram que a gestão é ruim ou péssima. Coincidentemente, esse mesmo grupo apresenta o maior percentual daqueles que acham a gestão boa ou ótima, 25% faz essa classificação. O mesmo percentual foi constatado entre entrevistados que têm renda entre um e dois salários.

20120716-074707.jpg

Folha/Globo/Ibope: Mendonça é o mais rejeitado entre os oito candidatos

Com informações da Folha de Pernambuco

Segundo colocado na primeira pesquisa de intenções de voto Folha/Globo/Ibope, o deputado federal Mendonça Filho (DEM) lidera o índice de rejeição entre os oito candidatos colocados no páreo. Quando questionados sobre em quem não votaria de jeito nenhum, 28% dos entrevistados citaram o nome do democrata, que foi governador em 2006, quando assumiu o cargo por oito meses no lugar do então governador Jarbas Vasconcelos (PMDB). Em seguida, aparece o senador Humberto Costa (PT), que é rejeitado por 27% dos recifenses. Os dois primeiros colocados na pesquisa estão empatados tecnicamente no índice de rejeição, já que a margem de erro é de 3%.

Sem experiência em disputas majoritárias, o deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) e a candidata do PPL, Edna Costa, estão empatados em um mesmo índice de rejeição, com 18%. Em seguida, vem o nome de Jair Pedro (PSTU), que não é votado por 16% dos entrevistados. Esteves Jacinto (PRTB) e Roberto Numeriano (PCB) têm 15% de rejeição. Já o candidato apoiado pelo governador Eduardo Campos, o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio (PSB), é o menos rejeitado entre os postulantes. Ainda desconhecido pelo eleitorado, o socialista não recebe o voto de 14% dos questionados. A parcela que declarou votar em qualquer um dos postulantes representou 9% do total dos entrevistados. Aqueles que não responderam ou não souberam opinar somou 20%.

Dos que declararam não votar em Mendonça Filho de jeito nenhum, a maioria é do sexo masculino (29%). Taxado pelos adversários como um parlamentar de perfil conservador, o democrata é rejeitado, principalmente, entre os jovens com faixa etária de 25 a 29 anos e entre pessoas com ensino superior (32% e 37%, respectivamente). Os entrevistados que ganham mais de cinco salários mínimos foram os que mais rejeitaram o nome do parlamentar: 40% diz que não vota nele de jeito nenhum no próximo pleito.

Uma análise parecida pode ser feita com o público que não vota no senador Humberto Costa. Dentre os entrevistados, 31% das pessoas do sexo masculino não credita seu voto no petista. No quesito faixa etária, Humberto não é opção de 32% daqueles que têm entre 30 e 39 anos. Já no tópico escolaridade, o senador é rejeitado principalmente entre aqueles que possuem ensino superior (39%). Assim como Mendonça, aqueles que ganham mais de cinco salários são os que mais rejeitam o petista como candidato a prefeito: 41% desse grupo afirmou que não vai dar seu voto ao senador.

20120716-074451.jpg

Segundo Ibope, Humberto lidera pesquisa no Recife com 40%

O candidato do PT à Prefeitura do Recife, Humberto Costa, larga na frente na primeira pesquisa Folha/TV Globo/Ibope. O petista lidera com 40% das intenções de voto no cenário estimulado, no qual são apresentados os nomes de todos os prefeituráveis aos eleitores entrevistados. Neste mesmo quadro, aparece Mendonça (DEM) com 20% na preferência do eleitorado, seguido por Daniel Coelho (PSDB) e Geraldo Julio (PSB), ocupando o terceiro e o quarto lugar na briga pela PCR, com 9% e 5% das citações, respectivamente.

Os candidatos Esteves Jacinto (PRTB), Edna Costa (PPL), Jair Pedro (PSTU) e Roberto Numeriano (PCB) não foram além de 2% das menções de voto na Capital pernambucana. No universo de entrevistados que declararam a intenção de votar em branco ou nulo, aparecem 14%, enquanto 7% dos consultados estão indecisos ou preferiram não responder.

Na pesquisa espontânea, na qual os eleitores não têm acesso aos nomes dos candidatos, chama atenção o número de pessoas que ainda não sabem em quem votar (57%), enquanto 17% declaram votar em branco ou desejam anular o voto.

Neste cenário significativo, o candidato petista Humberto Costa foi o mais lembrado, com 11% das citações. O democrata Mendonça Filho tem 4%, enquanto os demais postulantes não passaram dos 2% nas menções do eleitorado ouvido pelo Ibope. Ainda na espontânea, 6% dos consultados citaram outros nomes que estão fora da disputa municipal deste ano.

Metodologia
O Ibope ouviu 805 pessoas no Recife entre os dias 12 e 14 de julho. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um grau de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) com o número PE – 00046/2012. .

20120716-074248.jpg

Geraldo inaugura comitês e faz campanha junto aos proporcionais

Candidato à Prefeitura do Recife, Geraldo Julio (PSB) dedicou a agenda deste domingo (15) às agendas propostas pelos candidatos a vereador da Frente Popular. O socialista prestigiou a inauguração dos comitês de Josemi Simões (PR) e do vereador Inácio Neto (PSB) e participou de um evento promovido por George Gibson (PDT).

O giro começou em Nova Descoberta, passou pelo Espinheiro e terminou no Cordeiro. Depois dos três eventos, Geraldo ainda foi conferir o Grande Prêmio Governador do Estado, no Jockey Club de Pernambuco a convite do governador Eduardo Campos.

“Nossa coligação tem quase 400 candidatos à Câmara Municipal. São eles que vão levar o nosso nome e as nossas propostas aos quatro cantos do Recife neste início de campanha”, disse Geraldo, enaltecendo o papel dos proporcionais.

Em Nova Descoberta, Geraldo foi recepcionado com muita festa por cerca de 70 lideranças locais ligadas a Josemi Simões. O socialista aproveitou o encontro para reafirmar o compromisso de acabar com todos os pontos de risco da cidade e detalhou as cinco propostas que apresentrou para melhorar a Saúde no Recife.

Prefeitura de Afogados da Ingazeira faz parceria com a USP

No intuito de promover a interação entre universidade e sociedade buscando o desenvolvimento sustentável de saúde, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira firmou uma parceria com a Universidade de São Paulo (USP).  O projeto “Bandeira Científica” prevê a participação de 160 universitários e 50 profissionais, que realizarão atividades em bairros e comunidades rurais do município.

Uma equipe formado por nove estudantes se reuniram com o prefeito Totonho Valadares (PSB) e o secretário municipal de Saúde, Gilberto Sanomiya, para conhecer a estrutura e potencialidades do município e, também, dar mais detalhes sobre o projeto. Afogados da Ingazeira foi o único município escolhido no país entre 140 cidades brasileiras, que estavam concorrendo ao programa.

O “Bandeira Científica” será realizado no próximo mês de dezembro com atendimento à população em diversas áreas, como engenharia, medicina, psicologia, economia, fisioterapia, fonoaudiologia e nutrição. O projeto foi considerado o melhor no Brasil pelo Ministério da Ciência e Tecnologia. 

Recorde de público no último dia da Fenearte

O último dia da décima terceira edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) e um público de 43 mil visitantes prestigiou o domingo de encerramento da feira. Ao todo, 312 mil pessoas passaram pelo Cecon durante os dez dias do evento. São 17 mil pessoas a mais que 2011, que reuniu 295 mil visitantes.

O encontro entre artesãos e apreciadores na maior feira de artesanato da América Latina nunca foi tão intenso. “O sucesso da Fenearte vem, principalmente, do público que comparece em peso e do grande encontro entre a cultura popular e o artesanato. Soma-se a isso uma perfeita sincronia entre todos os que fazem a organização da feira e a grande divulgação do evento na mídia”, explicou o coordenador-geral da Fenearte, Roberto Lessa.

Além dos 800 estandes que apresentaram trabalhos de cinco mil artesãos de Pernambuco, do Brasil e de 40 países, a programação do evento ofereceu mais de 70 atrações e shows artísticos, 80 oficinas, 16 desfiles, três palestras, dois concursos culturais e um espaço interferência, o Janete Costa, que agregou em uma casa montada na entrada da feira, arte, design, arquitetura e decoração em projeto assinado pelas arquitetas Roberta Borsoi e Bete Paes.

Além disso, a feira ainda contou com oito praças de descanso, espaços gastronômicos, visitas guiadas para deficientes visuais e auditivos, distribuição de mudas do Programa Chapéu de Palha, comercialização dos trabalhos de alunos da rede estadual de ensino na unidade móvel do Programa do Artesanato de Pernambuco (Pape), Espaço Saber Fazer, artesanato indígena, estandes solidários, escolinha de circo, espaço criança e mapas e informações disponibilizados via bluetooth e QR Code.

HOMENAGEM – Peças e trabalhos em referência ao Gonzagão, grande homenagedo do evento, podiam ser encontrados em diversos estandes do pavilhão do Cecon. No mezanino, 120m² foram reservados para que o público pudesse conhecer melhor uma das mais fortes expressões culturais do país. O Espaço Luiz Gonzaga recebeu painéis iconográficos, ambiente para reprodução de shows e documentários sobre a vida e obra do cantor, além de uma réplica em tamanho natural do Velho Lua. Uma brincadeira virtual, através de dois monitores de LCD sensíveis ao toque, reuniram tecnologias de reconhecimento facial e realidade aumentada para transformar os visitantes no Rei do Baião e compartilhá-las nas redes sociais.

NEGÓCIOS – Mais uma vez, o Sebrae aproveitou o espaço da Fenearte para promover negócios entre a cadeia produtiva do artesanato e lojistas de todo o País. O programa permitiu que, além do contato direto com o público, os artesãos pudessem aproveitar a feira para fechar vendas que garantirão trabalho e renda para um ano inteiro. Nesta edição, a Rodada superou os números do ano passado e movimentou, através de 571 encontros entre empresários e artesãos, R$ 4,9 milhões, cerca de 20% a mais que em 2011.

Fábio José se reùne hoje com coordenação da campanha

O candidato do PSOL, Fábio Josè, a partir de 9h, ele e o candidato a vice, Severino Melo, irão se reunir com os coordenadores de campanha, para avaliar as visitas do fim de semana e deliberar metas para serem cumpridas no decorrer da semana. No domingo, Fábio José fez visitas a zona rural com o candidato a vereador Zé da Fava, nas comunidades de Xique-xique, Lajedo do Cedro e Xucuru.

À tarde com o candidato a vice-prefeito e o candidato a vereador, Soldado Torres, visitaram as comunidades de Lagoa de Pedra Serrote dos Bois e cajazeiras.

20120716-065855.jpg

Miriam anuncia que vai fazer parcerias com o governo de Pernambuco e diz que vai reconstruir a saúde

A candidata da Coligação Caruaru em Boas Mãos, Miriam Lacerda (DEM) acompanhada do vice, candidato a vice, Diogo Cantarelli (PSDB) estiveram em Gonçalves Ferreira, neste domingo (15) para participar de um porta a porta com o candidato a vereador Evandro (PMDB). Na comunidade, ela prometeu dar atenção especial à saúde e segurança.

“Nós vamos reconstruir a saúde em Caruaru, que está sucateada. Vamos também firmar parceria com o Governo do Estado para garantir uma segurança de qualidade.” Miriam também se comprometeu em dar atenção especial à estrada que dá acesso ao distrito, atualmente em condições precárias.

A democrata tem investido no corpo a corpo na reta inicial da campanha e está entusiasmada com a receptividade da população, tanto na cidade, quanto na zona rural. “O sentimento das pessoas é de mudança”, define Miriam que almoçou com lideranças no Sol Poente e participa, ainda hoje, da Festa de São Bento, no bairro Vila Kennedy.

20120715-192106.jpg