Vídeo – Raffiê lembra espaço que funcionava um canil na Ciretran

Na semana da Prestação de Contas referente a CIRETRAN de Caruaru, Raffiê Dellon aborda sobre o Pátio de Exames práticos. Cerca de 300 candidatos, semanalmente, realizam as provas práticas em Caruaru.

“Quando chegamos encontramos um ambiente muito desorganizado, o mato muito alto, muito lixo e, por incrível que pareça, até um Canil que funciona dentro do Pátio de Exames com animais em condições precárias. Além de revitalizar o espaço, acabar com o Canil, fizemos o recapeamento das falhas que existiam no percurso, eliminamos toda a carcaça velha que existia no espaço e, periodicamente, realizamos a manutenção do espaço”, disse.

Em quase 20 anos, as únicas melhorias realizadas no ambiente foram realizadas neste 1 ano e meio.

Liderança do governo deve ser mudada na Câmara de Caruaru

Com a eleição da Mesa Diretora a liderança do governo deve ser mudada na Câmara Municipal de Caruaru. Em rota de colisão com o Palácio Jaime Nejaim, Leonardo Chaves, deve perder o posto na Casa. Ele foi candidato à presidência contra a vontade da prefeita Raquel Lyra, que apoiou o atual presidente Lula Tôrres na tentativa da reeleição. Uma fonte palaciana confirmou que a mudança deve ocorrer, mas não apenas por essa votação.

“Isso será uma coisa natural, mas não apenas por essa votação. O líder do governo nos últimos meses vem tomando posições muito críticas à gestão e isso incomoda. Muitas reclamações públicas. Sem falar que nessa eleição da Câmara ele costurou apoio pela oposição e foi um erro, acabou perdendo a eleição”, disse a fonte.

Essa é a segunda eleição que Leonardo Chaves perde na Câmara de Caruaru. A outra foi para Neguinho Teixeira em 2006. Chaves era apoiado pelo então prefeito Tony Gel, mas a bancada de oposição se uniu com alguns governistas e impuseram a derrota do decano da Câmara. Leonardo já foi presidente da Câmara por 8 vezes e tem 46 anos de mandatos seguidos na Casa.

Raquel conseguiu vitória na eleição da Câmara de Caruaru

A vitória na eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Caruaru representa um marco positivo para a gestão da prefeita Raquel Lyra. Lula Tôrres foi o candidato apoiado por ela e contou com ampla maioria da base governista. Dos 15 votos que ele conseguiu, 12 foram dos governistas que fecharam apoio a chapa apoiada pelo Palácio Jaime Nejaim.

O governo tinha essa conta, mas esperava ainda pelos votos de Rozael do Divinópolis, Fagner Fernandes, Ranilson Enfermeiro e Edjailson da Caru Forró, que não vieram e foram para Leonardo Chaves. Mesmo assim, com os votos de Marcelo Gomes, Daniel Finizola e Galego de Lajes, da bancada de oposição, uma maioria folgada foi conseguida.

Agora a tucana vai reorganizar a base e esperar por um 2019 mais tranquilo na Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Lembrando que nas cidades de Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus e Taquaritinga do Norte, por exemplo, o governo tinha maioria na Casa, mas acabou perdendo a eleição. Mas numa articulação bem feita entre Lula e o governo municipal, chegaram a um consenso e conseguiram a vitória.

Uma derrota ontem teria um peso não apenas pelos números, mas o fato do líder do governo na Câmara, Leonardo Chaves, ser o candidato contra a prefeita Raquel e provocaria um desgaste com a própria base derrotando a tucana, o que não aconteceu e isso terá consequências diretas do governo Raquel no futuro da Casa Jornalista José Carlos Florêncio.

Os próximos meses mostrarão essa realidade. A conferir.

Marcelo: “Essa vitória não é de oposição ou situação”

O vereador Marcelo Gomes usou à Tribuna da Câmara para justificar o voto de parte da bancada de oposição em Lula Tôrres para presidente da Câmara Municipal. De acordo com ele, a vitória da chapa encabeçada por Lula não muda nada em relação às posições na Casa, mas foi fruto de muita conversa e diálogo entre os vereadores, que entre duas candidaturas, conseguiram espaço numa chapa e mostraram a democracia na Casa.

“Essa questão da eleição não é de oposição ou situação. Eram duas candidaturas e optamos por uma. Vai seguir tudo do mesmo jeito. Eu, o Galego de Lajes e Daniel Finizola seguimos na oposição ao governo municipal, isso não muda nada”, disse.

Marcelo foi eleito para ocupar a segunda secretaria e o Galego a 1ª vice-presidência. Daniel não teve cargo na Mesa, mas votou na chapa inteira.

Duas premiações para Caruaru em evento da Amupe

A prefeitura de Caruaru recebeu duas premiações a partir de uma iniciativa da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

Na categoria para municípios acima de 150 mil habitantes, as premiações foram para “A Melhor Relação entre Receita Corrente Líquida x Investimentos”, além do “2o Lugar Geral em Pernambuco na Média Ponderada da Qualidade dos Gastos Públicos”.

Representando a prefeita Raquel Lyra, o controlador geral do município, Dimitre Bezerra, estava muito satisfeito com o reconhecimento do trabalho que começou já nos primeiros dias da atual gestão.

“O ajuste fiscal que culminou com essas premiações passa pela iniciativa maior da prefeita Raquel Lyra, que, com a sua liderança, conseguiu imprimir a busca pela excelência na gestão pública em todas as equipes”, disse.

Estiveram presentes na premiação a secretária executiva da Controladoria, Andrea Ribeiro, e o gerente de Racionalização dos Gastos Públicos, Roberto Cavalcanti Filho.

Operação Espartanos cumpre mandados de prisão em Caruaru

A Polícia Civil desencadeou na manhã desta sexta-feira (14) a Operação Espartanos, vinculada à Diretoria do Interior I – DINTER 1, sob a presidência da Delegada Servulla Walleska, titular da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste.

A investigação teve início no mês de dezembro de 2017, com objetivo de prender integrantes de uma Associação Criminosa, responsável por homicídios.

Durante a operação serão cumpridos quatro mandados de prisão, todos expedidos pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Caruaru. Na execução foram empregados 40 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães.

Operação está sendo coordenada pela DINTER-1 e 3ª Divisão de Homicídios do Agreste, supervisionada pela Chefia de Polícia, assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – DINTEL.

Fórum emite nota de repúdio contra governo de Pernambuco

NOTA DE REPÚDIO E DESAGRAVO

Fórum rechaça ataques pessoais contra membro do Ministério Público Federal que propôs ação de improbidade contra o Governador do Estado e o Secretário Estadual de Saúde

(do site oficial da Procuradoria Regional da República em Recife)

O Fórum Permanente de Combate à Corrupção em Pernambuco (FOCCO-PE), coletivo que reúne instituições e órgãos públicos que desempenham atividades ligadas ao repasse, controle e fiscalização dos recursos públicos em Pernambuco, vem a público manifestar REPÚDIO aos ataques pessoais realizados em nome do Governo do Estado de Pernambuco, em notas oficiais, contra membro do Ministério Público Federal que subscreveu ação civil pública por atos de improbidade administrativa contra o Governador do Estado e o Secretário Estadual de Saúde.

É inadequado que demandados por improbidade usem da estrutura da Administração Pública estadual para sua defesa pessoal e absolutamente inaceitável que assim o façam utilizando adjetivações negativas e ofensas pessoais contra quem apenas cumpriu seu múnus público, exercendo suas funções no âmbito de sua independência funcional garantida pela Constituição Federal.

Há de ser assegurada, também no Estado de Pernambuco, em nome dos princípios republicano, da moralidade e da impessoalidade, a plena independência de atuação dos órgãos e agentes públicos que atuam no sistema de controle e no combate à corrupção, como a procuradora Silvia Regina Pontes Lopes, titular de um dos Ofícios de Combate à Corrupção em Pernambuco, ainda que essa atuação venha a desagradar aqueles que ocupam, transitoriamente, importantes cargos públicos e postos de poder.

Assim, diante das palavras agressivas e inadequadas dirigidas nas recentes notas oficiais publicadas, manifestamos nossa irrestrita solidariedade e apoio à Procuradora Silvia Regina Pontes Lopes, que sempre exerceu sua missão com profissionalismo e esmerada técnica jurídica, particularmente nesse trabalho relevante realizado com o objetivo de aprimorar os portais de transparência da Secretaria de Saúde e a própria atuação das organizações sociais de saúde no Estado, trabalho esse que encontra amplo respaldo técnico em auditorias realizadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (especificamente nos Processos TC 1729802-7 e TC 1852630-5), através do seu esmerado corpo de auditores.

Recife, 13 de dezembro de 2018.

Coordenação do FOCCO/PE

Galego de Lajes… De servidor para a Mesa Diretora

Uma das surpresas na eleição da Câmara Municipal foi a presença de Galego de Lajes na Mesa Diretora. Ele foi eleito como primeiro vice-presidente da Casa, um lugar de destaque para a oposição. Além de Galego a oposição emplacou ainda Marcelo Gomes e deu o voto de Daniel Finizola para Lula Tôrres.

O curioso é que o Galego é servidor concursado da Câmara e antes de ser vereador ele exercia a função de motorista. Agora ele chega ao segundo posto mais importante do Poder Legislativo e mantém a postura de coerência desde que foi eleito.

“O mês de dezembro reserva sempre boas surpresas pra mim. Tive a minha neta e agora essa eleição. Agradeço pela confiança dos vereadores”, disse.

Galego finalizou dizendo que o momento e de baixar os palanques e seguir com os trabalhos.

Alberes: “Votei pela renovação e alternância do poder”

O líder da oposição na Câmara, Alberes Lopes, usou à Tribuna para justificar o voto e mandou mal na fala dele. Ele disse no início que votou em Leonardo Chaves pelo fato de Lula Tôrres ser o candidato apoiado pela prefeita Raquel Lyra. No entanto, na sequência da fala…

“Votei ainda pela renovação que representava essa candidatura e além disso, ela alternância do poder”.

Alberes deve ter esquecido que Leonardo Chaves tem 46 anos de mandatos na Câmara e já foi presidente da Casa por oito vezes. No entanto, ele parabenizou ao presidente reeleito, Lula Tôrres, e desejou boa sorte a nova Mesa Diretora.

Ranilson: “Nem sabia que eu era candidato”

Um dos fatos mais inusitados na eleição da Mesa Diretora da Câmara de Caruaru foi a fala do vereador Ranilson Enfermeiro. Ele foi indicado pela chapa encabeçada por Leonardo Chaves para a 2ª secretaria, mas na hora de votar causou surpresa a todos.

“Vou me abster, nem sabia que eu era candidato”, disse, provocando risos na plateia.

Ele ainda usou à Tribuna para dizer que não foi procurado por nenhuma das duas chapas e disse que ficou a margem. “Soube dessa eleição por volta de 14h e acho isso uma falta de respeito. A Câmara poderia avisar com mais antecedência”, disse.

O presidente da Casa, Lula Tôrres, disse que a Lei Orgânica do Município permite a eleição até o dia 15, então poderia ocorrer assim que o edital fosse publicado.