Rádio CBN Asa Branca estreia dia 17 de setembro em Caruaru

Está marcado para o dia 17 do próximo mês, o início das atividades da rádio CBN/Asa Branca, emissora que faz parte do Grupo Nordeste de Comunicação, proprietário da Tv Asa Branca, CBN/Recife, Nova Rádio Globo no Recife, G1 Caruaru e GE Caruaru e Região.

Com foco em notícias 24h, a emissora vai contar com nomes de peso do jornalismo nacional: André Trigueiro, Arnaldo Jabor, Carlos Alberto Sardemberg, Miriam Leitao, entre outros.

A emissora que segue com a gerência de Eri Santos, vai contar com espaços locais na grade de programação. A partir de 9h o jornalista Remir Freire, apresentador do ABTV 2ª edição, vai comandar um programa de duas horas com entrevistas, reportagens e entradas ao vivo. A produção será do jornalista Antônio Marcos.

As notícias esportivas irão ao ar a partir de 11h com a “bancada da bola”, sob o comando de Eri Santos e com a participação de Jefferson Romero e dos repórteres Mavian Barbosa e Lafaete Vaz, da equipe do GloboEsporte.com.

Os comentários políticos ficaram com o experiente Inaldo Sampaio e o caruaruense Mário Flávio, que diariamente vão analisar os fatos locais e estaduais.

Mário ainda vai comandar o CBN Panorama, programa de debate diário que vai ao ar de 15h às 16h com temas de interesse da comunidade. A equipe vai contar ainda com Moisés Rouche, Erisson Vaz e Nate Alves.

De acordo com o diretor executivo do Grupo Nordeste de Comunicação, Wilame Souza, o jornalismo será fortalecido e vai contar com a integração dos jornalistas das redações do grupo. “Teremos as redações integradas com os jornalistas deixando a população de Caruaru e toda região Agreste bem informada”, disse.

A CBN Asa Branca vai funcionar no prefixo 89,9, espaço atualmente ocupado pela Globo FM.

Pesquisa Ibope no Rio de Janeiro: Romário, 14%; Paes, 12%; Garotinho, 12%

Do G1

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo do Rio de Janeiro:

• Romário Faria (Podemos): 14%

• Eduardo Paes (DEM): 12%

• Anthony Garotinho (PRP): 12%

• Tarcísio Motta (PSOL): 5%

• Indio da Costa (PSD): 3%

• Pedro Fernandes (PDT): 2%

• Márcia Tiburi (PT): 2%

• André Monteiro (PRTB): 1%

• Dayse Oliveira (PSTU): 1%

• Marcelo Trindade (Novo): 1%

• Wilson Ex Juiz Federal (PSC): 1%

• Luiz Eugênio (PCO): 0%

• Brancos/nulos: 35%

• Não sabe/Não respondeu: 11%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pela Editora Globo, que edita o jornal O Globo. É o primeiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

Sobre a pesquisa

• Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

• Quem foi ouvido: 1.204 eleitores em 39 municípios de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais

• Quando a pesquisa foi feita: 17 e 20 de agosto

• Registro no TRE: RJ-03249/2018

• Registro no TSE: BR‐00596/2018

• O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

• 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

• Anthony Garotinho (PRP): 6%

• Romário Faria (Podemos): 5%

• Eduardo Paes (DEM): 4%

• Tarcísio Motta (PSOL): 2%

• Outros: 2%

• Pedro Fernandes (PDT): 1%

• Márcia Tiburi (PT): 1%

• Marcelo Trindade (Novo): 1%

• Wilson Ex Juiz Federa (PSC): 1%

• Indio da Costa (PSD): 0%

• André Monteiro (PRTB): 0%

• Dayse Oliveira (PSTU): 0%

• Brancos/nulos: 34%

• Não sabe/Não respondeu: 44%

O candidato Luiz Eugênio não foi citado.

Rejeição

O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:

• Anthony Garotinho: 55%

• Eduardo Paes: 38%

• Romário Faria: 23%

• Indio da Costa: 18%

• Tarcísio Motta: 12%

• Márcia Tiburi: 11%

• Pedro Fernandes: 10%

• Marcelo Trindade: 10%

• Luiz Eugênio: 9%

• André Monteiro: 8%

• Dayse Oliveira: 8%

• Wilson Ex Juiz Federal: 8%

• Poderia votar em todos (esp.): 1%

• Não sabe/não respondeu: 15%

Eleição em SP: Doria e Skaf aparecem empatados em pesquisa Ibope

Do G1

Os candidatos ao governo de São Paulo João Doria (PSDB) e Paulo Skaf (MDB) aparecem tecnicamente empatados na pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada na tarde desta segunda-feira. A margem de erro é de três pontos porcentuais. O tucano tem 20% do eleitorado, enquanto Skaf tem 18%. Na sequência, o atual governador Márcio França (PSB) aparece com 5%, seguido de Luiz Marinho (PT), com 4%. O representante do DC na disputa ao Palácio dos Bandeirantes, major Costa e Silva, tem 3%.

A pesquisa ainda revela que a Professora Lisete, do Psol, tem 2%. Aparecem com 1% os candidatos Marcelo Cândido (PDT), professor Claudio Fernando (PMN), Rodrigo Tavares (PRTB) e Toninho Ferreira (PSTU). Os candidatos Edson Dorta (PCO) e Rogerio Cheque (Novo) não pontuaram. Votos nulos e brancos somam 29%. Aqueles que não souberam responder ou não opinaram chegam a 15%.

Essa é a primeira pesquisa Ibope divulgada após o registro das candidaturas, no último dia 15, quando 12 candidaturas foram confirmadas.

Também foram avaliadas as intenções espontâneas de voto, quando o nome do candidato não é informado ao eleitor. Nesse caso, Doria aparece com 5%, Skaf com 4% e França tem 2%. Marinho tem 1%.

O levantamento também avaliou a rejeição dos candidatos. Doria está em primeiro nesse quesito. Pelo menos 35% afirmam que não votariam no tucano de jeito nenhum. Skaf está em segundo, com 23% de rejeição. Márcio França tem 11%, mas 49% dos eleitores desaprovam o seu governo. Ele assumiu o cargo em abril, quando Geraldo Alckmin renunciou ao mandato para disputar a eleição ao Planalto.

PESQUISA ANTERIOR JÁ MOSTRAVA EMPATE

A última pesquisa Ibope, feita antes do registro das candidaturas, já mostrava a tendência de empate técnico entre Doria e Skaf. Divulgada no último dia 4, a sondagem mostrou o emedebista com 22% e o tucano com 21%.

Na sequência o atual governador Márcio França e Marinho apareciam com 3%, seguidos por Lisete, Rodrigo Tavares e Toninho Ferreira com 2%. Rogério Chequer e Cláudio Fernando apareciam com 1%. Os demais candidatos não pontuavam.

Depois de 24 anos no poder no governo de São Paulo, o PSDB vê o seu legado à prova nesta eleição, que pode ser decidida no segundo turno. A última vez que isso aconteceu foi em 2002. De lá para cá, os tucanos elegeram três governadores com vitórias folgadas de José Serra, em 2006, e Geraldo Alckmin em 2010 e 2014. A eleição deste ano, entretanto, é apontada como uma das mais difíceis para o partido no estado.

Não por acaso Doria tem sido o alvo preferencial dos adversários. Ele tem sido atacado pelo abandono do cargo de prefeito para disputar o governo estadual. Doria ficou um ano e três meses à frente da prefeitura.

IBope: Paulo Camara 27%; Armando 21%

O Ibope divulgou, nesta segunda-feira (20), a primeira pesquisa para governador de Pernambuco, em parceria com a Tv Globo e o Jornal do Commercio.

Os números mostram o governador Paulo Câmara (PSB) na liderança com 27% das intenções de voto seguido de Armando Monteiro (PTB) com 21%, Maurício Rands (PROS) 4%, Julio Lossio (Rede) 2%, Dani Portela (PSOL) 2% e Simone Fontana (PSTU) 1%.

Rejeição

O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:

• Paulo Câmara (PSB): 43%

• Armando Monteiro (PTB): 27%

• Dani Portela (PSOL): 18%

• Julio Lossio (Rede): 18%

• Ana Patrícia Alves (PCO): 17%

• Maurício Rands (PROS): 17%

• Simone Fontana (PSTU): 17%

• Poderia votar em todos: 3%

• Não sabe/não respondeu: 20%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo “Jornal do Commercio”. É o primeiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

• Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

• Quem foi ouvido: 1.204 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais

• Quando a pesquisa foi feita: 17 a 19 de agosto

• Registro no TRE: PE-00006/2018

• Registro no TSE: BR‐09085/2018

• O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

• 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado

Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

• Paulo Câmara (PSB): 9%

• Armando Monteiro (PTB): 5%

• Ana Patrícia Alves (PCO): 0%

• Julio Lossio (Rede): 0%

• Maurício Rands (PROS): 0%

• Dani Portela (PSOL): –

• Simone Fontana (PSTU): –

• Outros: 3%

• Branco/nulo: 29%

• Não sabe/não respondeu: 53%

Pesquisa Ibope: Lula, 37%; Bolsonaro, 18%, Marina, 6%; Ciro, 5%; Alckmin, 5%. Sem Lula, Bolsonaro lidera

Do G1

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para presidente da República no cenário que inclui como candidato do PT o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva:

• Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 37%

• Jair Bolsonaro (PSL): 18%

• Marina Silva (Rede): 6%

• Ciro Gomes (PDT): 5%

• Geraldo Alckmin (PSDB): 5%

• Alvaro Dias (Podemos): 3%

• Eymael (DC): 1%

• Guilherme Boulos (PSOL): 1%

• Henrique Meirelles (MDB): 1%

• João Amoêdo (Novo): 1%

• Cabo Daciolo (Avante): 0

• Vera (PSTU): 0

• João Goulart Filho (PPL): 0

• Branco/nulos: 16%

• Não sabe/não respondeu: 6%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. É o primeiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

LULA ESTÁ PRESO EM CURITIBA, CONDENADO EM SEGUNDA INSTÂNCIA NO CASO DO TRIPLÉX NO GUARUJÁ./ PELA LEI DA FICHA LIMPA, ELE ESTÁ INELEGÍVEL./ por essa razão, a Procuradoria Geral da República pediu a impugnação de sua candidatura. O CASO ESTÁ SENDO ANALISADO PELO MINISTRO LUÍS ROBERTO BARROSO e será decidido pelo TSE, depois de ouvir a defesa de Lula a favor do registro da candidatura. Em razão desse quadro jurídico, o Ibope pesquisou outro cenário com o atual candidato a vice na chapa de Lula, Fernando Haddad. Nesse cenário, o resultado seria:

• Jair Bolsonaro (PSL): 20%

• Marina Silva (Rede): 12%

• Ciro Gomes (PDT): 9%

• Geraldo Alckmin (PSDB): 7%

• Fernando Haddad (PT): 4%

• Alvaro Dias (Podemos): 3%

• Eymael (DC): 1%

• Guilherme Boulos (PSOL): 1%

• Henrique Meirelles (MDB): 1%

• João Amoêdo (Novo): 1%

• Cabo Daciolo (Avante): 1%

• Vera (PSTU): 1%

• João Goulart Filho (PPL): 1%

• Branco/nulos: 29%

• Não sabe/não respondeu: 9%

• Margem de erro: dois pontos percentuais para mais ou para menos

• Quem foi ouvido: 2002 eleitores em 142 municípios

• Quando a pesquisa foi feita: de 17 a 19 de agosto

• Registro no TSE: protocolo nº BR‐01665/2018

• O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro;

• 0% significa que o candidato não atingiu 1%; traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.

Ministério Público Eleitoral diz que Lula é inelegível e pede para TSE recusar candidatura do petista

Do G1

O vice-procurador geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, apresentou parecer nesta segunda-feira (20) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo para a Corte negar o registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República.

A manifestação foi apresentada em quatro ações de inelegibilidade apresentadas por cidadãos que questionam o pedido de registro de Lula no TSE.

O ex-presidente está preso desde abril em Curitiba, condenado pela segunda instância da Justiça no caso do triplex do Guarujá a uma pena de 12 anos e 1 mês por corrupção e lavagem de dinheiro.

Os pedidos contra a candidatura afirmam que Lula se enquadra nos critérios de inelegibilidade da Lei da Ficha Limpa. Pela lei, fica impedido de concorrer na eleição quem tiver sido condenado por órgão colegiado, como é o caso de Lula.

“Com efeito, candidato está inelegível, e o mesmo fato fundamenta a impugnação apresentada pelo Ministério Público Eleitoral”, diz Medeiros.

No parecer, o vice-procurador pede o “reconhecimento da causa de inelegibilidade” e reitera os argumentos já apresentados pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que impugnou (apresentou questionamento) a candidatura na semana passada.

O relator de todas as impugnações é o ministro Luís Roberto Barroso, que ainda não se manifestou sobre o registro de Lula.

Congresso HDC começa nesta quinta-feira (23)

A 2ª edição do Congresso Nacional da Rede HDC – Health Dialogue Culture será realizado pela primeira vez no nordeste, desta vez Caruaru será o palco do evento. Quase 400 profissionais de saúde do Brasil estarão na cidade para participar do evento, que é promovido pela Rede HDC, anteriormente denominada Medicina Diálogo Comunhão.

A Rede HDC nasceu em 2003 e envolve profissionais da área da saúde de várias disciplinas, proveniências geográficas e culturais.

Em 2018 o tema do evento é “Diálogo Interdisciplinar na Construção da Saúde Integral” e nesta quinta-feira (23) a Asces-Unita será tomada por minicursos e oficinas para os profissionais e estudantes da saúde que trocarão experiências e relatos. Já a palestra de abertura será realizada na sexta-feira (24) às 19h na praça das Placas, no campus II da instituição e um dos pontos altos da noite será a presença da Dra. Flavia Caretta, coordenadora geral da Rede HDC, Itália. Dra. Flavia Caretta abordará as “Relações entre Cuidado e Espiritualidade”.

Rede HDC

Inspira-se na Espiritualidade da Unidade, do Movimento dos Focolares, fundado por Chiara Lubich, em Trento (Itália) em 1943, e na cultura que dela está emergindo, em um diálogo construtivo com a cultura contemporânea, nas diversas áreas do conhecimento: política, economia, sociologia, direito, psicologia, saúde, arte, comunicação, ecologia, pedagogia, esporte, dentre outros.

Na Zona da Mata, Humberto diz que Lula está mais forte do que nunca

Ao visitar, neste domingo (19), municípios da Zona da Mata, junto com a chapa da Frente Popular, o líder no Senado e candidato à reeleição, Humberto Costa (PT-PE), disse que o ex-presidente Lula está cada vez mais firme em sua disposição de voltar a governar o país. Em Vitória de Santo Antão e Escada, Humberto demonstrou total confiança na volta da parceria entre os governos federal e estadual, com a dupla vitória do PT e da Frente Popular em 7 de outubro.

Em Vitória de Santo Antão, os integrantes da Frente – além de Humberto, o governador Paulo Câmara (PSB), o deputado federal e candidato ao Senado Jarbas Vasconcelos (PMDB) e candidatos proporcionais – foram recepcionados pelo prefeito Aglaílson Júnior (PSB). O senador petista lembrou sua forte relação com a cidade, onde ele trabalhou, durante anos, como médico.

“É sempre importante pra mim estar aqui em Vitória e rever tantos amigos e amigas. Sempre sou bem recebido. Aqui trabalhei no hospital João Murilo onde pude conhecer e ajudar a muita gente. Reencontrar amigos que fiz me deixa feliz, mais ainda por poder continuar ajudando Vitória lá no Senado Federal, como fiz nos últimos anos”, disse o senador.

Cessionários do Cemitério Dom Bosco devem realizar o recadastramento obrigatório

A Secretaria solicita que os cessionários de túmulos do Cemitério Dom Bosco compareçam ao escritório, no próprio cemitério, para realizarem o recadastramento. A atualização das informações é uma exigência do Ministério Público e é obrigatória.

Os documentos exigidos para o recadastramento são cópias do documento do túmulo (caso possuam), RG, CPF e comprovante de residência do titular e de seus responsáveis. Se o titular for falecido, o responsável deve levar também a cópia da certidão de óbito.

O atendimento está sendo realizado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30.  O Cemitério Dom Bosco fica na avenida Dom Bosco, S/N, bairro Maurício de Nassau. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: 3701-1383.

Lula lidera intenções de voto, seguido por Bolsonaro, aponta pesquisa CNT

Da Folha

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à eleição presidencial, lidera as intenções de voto da pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta segunda-feira (20).

Lula tem a preferência de 37,3% dos eleitores ouvidos na pesquisa estimulada. Dessa parcela, 17,35% disseram que votariam em Fernando Haddad, candidato à vice-presidência na chapa petista, caso Lula não possa disputar a eleição.

O ex-presidente registrou sua candidatura no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na última quarta-feira (15). Condenado em segunda instância pelo TRF-4 no caso do tríplex do Guarujá e preso em Curitiba desde abril, ele pode ser impugnado. Nesse caso, Haddad assumiria a vaga do PT na eleição presidencial, com Manuela D’Ávila (PC do B) como vice.

Em segundo lugar, Jair Bolsonaro (PSL) registrou 18,3% das intenções de voto na pesquisa estimulada. Na sequência, aparecem Marina Silva (da Rede, com 5,6%), o candidato do PSDB Geraldo Alckmin (4,9%) e Ciro Gomes, com 4,1%. Alvaro Dias (Podemos) tem 2,7% e os outros candidatos não chegaram a pontuar 1%.

Segundo essa sondagem, Marina Silva herdaria 11,9% dos votos petistas e Ciro Gomes, 9,6%. Jair Bolsonaro foi citado por 6,2% e Alckmin por 3,7%.

Declararam voto branco ou nulo 14,3% dos entrevistados e 8,8% se disseram indecisos.

A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 18 de agosto de 2018 e ouviu ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 estados e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Tanto Lula quanto Bolsonaro cresceram em intenções de voto, comparando esta pesquisa com a sondagem anterior da CNT/MDA, divulgada em maio.

O petista foi citado por 32,4% dos pesquisados e o capitão reformado do Exército, por 18,8%.

Marina Silva tinha 7,6% das intenções de voto e Alckmin, 4%. Ciro Gomes registrou 5,4% em maio.

A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-09086/2018.