A polêmica votação na Câmara de Caruaru sobre a emenda da GPA

A Câmara Municipal de Caruaru foi palco nesta quinta-feira (22) de um grande imbróglio envolvendo a votação de uma emenda do vereador Fagner Fernandes, para que fosse retirado um valor do orçamento da publicidade e aplicado na Gerência de Proteção Animal, que segue fechada em Caruaru. Com 10 votos conta e 13 a favor, a emenda foi rejeitada. Eram necessários 16 votos favoráveis. O número de parlamentares contrários a emenda aumentou. O secretário de Planejamento, Rubén Péquio, antes da votação, explicou de uma maneira técnica detalhes do orçamento e as galerias foram tomadas de protetores de animais. Abaixo um resumo da sessão:

Lula Tôrres

O presidente da Casa teve um dos discursos mais duros contra Fagner. Ele acusou o vereador de jogar para a plateia e garantiu que o político tinha feito um acordo para retirar a emenda, mas recuou. Lula ainda disse que Fagner iria ter dificuldades para dormir, após ter acertado a prefeita Raquel Lyra que iria retirar a emenda. Ele esbravejou e insinuou que o parlamentar teria usado a votação de forma demagógica.

Fagner Fernandes

Autor da propositura, o vereador rebateu Lula e disse que não acertou com a prefeita pela retirada da emenda, mas explicou justamente o contrário a tucana. Ele disse que não poderia recuar com a ideia. Ele ainda trouxe slides para justificar a emenda e mostrou as condições precárias da GPA e como o Insituto 4 Patas ajuda com animais de rua. Fagner ainda disse que não teve nenhuma intenção de falar mal dos colegas da Casa e que foi mal interpretado, por ter citado o nome dos que votaram contra a emenda, na sessão passada. Ele chegou a se desculpar no discurso.

Bruno Lambreta

Muito irritado como a questão foi conduzida pelo vereador Fagner Fernandes, Bruno citou a LOA para jutificar o voto. Ele disse que nesses dois anos, sempre a Câmara votou a favor da causa animal. Ele lembrou que a prefeita tem a possibilidade de remanejar 40% do orçamento e pode usar na GPA ou em outras pautas de interesses da população. Lambreta criticou uma fala de Fagner sobre os salários da GPA, já que salários não entram na conta orçamentária do geral, como Fagner explicou nos slides.

Daniel Finizola

O petista defendeu a emenda e lembrou as que ele apresentou na semana passada e também foram derrotadas. De acordo com Finizola, a emenda é uma forma de garantir que setores minoritários possam contar com mais atenção do poder público. Ele ainda subiu o tom das críticas contra o valor previsto para ser usado em publicidade. Segundo ele, o valor de R$ 8 milhões é alto e citou o exemplo de placas colocadas em vários locais da cidade, que segundo ele, custam mais que as lâmpadas a que a propaganda faz referência.

Allysson da Farmácia

Um discurso em tom de desabafo e direcionado para o autor da emenda. O político questionou as falas de Fagner e o fato de ele ter citado no plenário da Casa, o nome da filha de Allysson. Houve ainda críticas a entrevistas que Fagner concedeu a emissoras de rádio, as quais, teria insinuado que a rejeição a emenda foi por causa de uma condição de votos para aumentar o valor do auxílio alimentação dos vereadores para 2019. Ele disse que se declarou contrário ao reajuste e, por isso, as insinuações não faziam sentido.

Marcelo Gomes

O socialista usou à Tribuna e defendeu os debates sobre a emenda. Ele lembrou épocas que o orçamento era votado sem debate e que as atuais discussões eram um avanço para o debate democrático na Casa. Marcelo criticou “setores” da imprensa que insinuaram voto de alguns vereadores ser motivado para ter visibilidade, devido a presença das emissoras de TVs na sessão. Ele não poupou críticas ao governo Raquel Lyra e disse que toda crise gerada foi motivada por “picuinha” do Executivo, já que as emendas poderiam ter sido aprovadas e Raquel Lyra iria decidir se usaria os recursos.

Duda do Vassoural

Com um discurso confuso, coube ao vereador Duda fazer a crítica mais ferrenha a Fagner Fernandes. Ele disse que os investimentos aumentaram em dois anos no quesito proteção animal, mesmo com o fechamento da GPA. Apresentou números e em algumas vezes se expressou mal. No entanto, disse que quando Fagner era gestor da unidade, teve um orçamento de cerca de R$ 200 mil e não usou mais que R$ 40 mil, pedindo explicações da ausência dos recursos.

Alberes Lopes

O vereador Alberes, líder da oposição, defendeu a emenda e direcionou as críticas ao poder executivo. Ele criticou a colocação de publicidades em postes e disse que prepara uma ação contra esse tipo de exposição. Lopes ainda disse que apoiava as emendas de Daniel Finizola, que foram rejeitadas na sessão anterior e cobrou mais diálogo do Executivo com a Câmara.

Leonardo Chaves
O líder do governo votou a favor da emenda, mas a fala dele chamou atenção. Chaves disse que perdeu uma cadela que criava na última terça-feira e se emocionou. Após o voto foi aplaudido por todos.

Vereador pede pagamento de cachê a artistas de Caruaru após 72 horas da apresentação

O vereador Tafarel (PRP) solicitou através de requerimento que a Prefeitura de Caruaru realize dentro do prazo de 72 horas o pagamento de pelo menos 50% do cachê, aos artistas locais que se apresentarem no período junino. O pedido que foi protocolado nesta quinta-feira (22), tem como objetivo permitir que os artistas locais estejam entre a prioridade no pagamento do período junino.

A solicitação é uma antiga demanda dos artistas locais que por vezes chegam a esperar meses para o pagamento do cachê pelas apresentações feitas no São João de Caruaru. Com a mudança, os artistas poderiam contar com mais um incentivo para se apresentarem nos polos do Maior e Melhor São João do Mundo, e também serem mais valorizados pelas políticas públicas municipais de incentivo a cultura.

Em Belo Jardim, vereador diz que sofre ameaças por causa de CPI

Do Portal BJ1

O vereador Bruno Galvão (PT), de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, prestou queixa por ameaça na Delegacia de Polícia Civil do município, na tarde desta quinta-feira (22), contra um auxiliar de serviços administrativos da Prefeitura da cidade.

Segundo o parlamentar, o integrante do Governo do prefeito Hélio dos Terrenos (PTB) teria feito ameaças a Bruno, isso porque ele é na Câmara de Vereadores o relator de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em que são investigadas denúncias de possíveis irregularidades na administração pública do município, incluindo a prática de nepotismo.

O servidor municipal é irmão do controlador do município, além de tio do procurador do município. Segundo Bruno, ele teria feito uma ligação telefônica para o parlamentar no fim da manhã desta quinta, logo após a sessão ordinária na Câmara, reunião em que se discutiu justamente sobre a referida CPI.

De acordo com o edil, o servidor chegou a dizer que “não tinha medo”, e que iria o “pegar”. Além das ameaças, segundo o vereador, também teria proferido contra Bruno palavras de baixo calão.

“Estou exercendo o papel que me foi confiado que é de legislar e fiscalizar. Como relator da CPI trouxe à tona o resultado da investigação e infelizmente passo a sofrer ameaças”, declarou o vereador.

Na próxima segunda-feira (26), os vereadores estarão apreciando o projeto de resolução n°004/2018 que trata do relatório da CPI, previsto para às 8h30, na Câmara Municipal.

Regulamentação do Uber no Recife; saiba como fica com aprovação da Lei na Câmara

O Recife entrou  para a lista das capitais brasileiras que optaram pela regulamentação dos aplicativos de mobilidade a partir da aprovação do Projeto de Lei 11/2018 na Câmara Municipal. A mediada foi publicada no Diário Oficial e passa a valer nesta quinta-feira (22) incorporando obrigações aos prestadores de serviço de transporte rodoviário particular para garantir maior segurança e comodidade aos usuários. Em todo o país, o número de usuários de aplicativos de transporte ultrapassa os 20 milhões, de acordo com dados disponibilizados pela Uber.

Entre as ações que devem ser acatadas pelos condutores de veículos que atendem pelos aplicativos está a segurança de dados, obrigatoriedade de seguro contra acidentes pessoais a passageiros. O tempo de fabricação dos veículos também foi um ponto aplicado na nova medida, que agora permite que integrem a categoria com carros de no máximo 8 anos. Todas essas sugestões foram propostas pelo vereador Rodrigo Coutinho (Solidariedade), que integra a Comissão de Acessibilidade e Mobilidade Urbana da Câmara Municipal do Recife.

“Precisam renovar as atividades para que o cliente possa escolher se quer usar aplicativo, táxi, transporte público e o que quer que seja. A regulamentação é importante, sobretudo, para dar dar mais seguridade a todas as categorias e promover uma concorrência justa aos taxistas e prestadores de serviços de transporte particular por aplicativo”, comentou o vereador do Solidariedade na tribuna da Casa José Mariano, durante a reunião plenária que discutia a lei de regulamentação.

Além disso, a lei estabelece que hajam locais específicos para o embarque e desembarque de usuários definidos e identificados pela CTTU no Terminal Integrado de Passageiros TIP, no Aeroporto Internacional Gilberto Freyre e em eventos que comportem grande circulação de pessoas. A implementação dessas modificações tem prazo previsto de até 120 dias. O poder público terá um prazo de até um ano para apresentar o primeiro estudo sobre a aplicação da lei no Recife, que será acompanhado pela Companhia de Trânsito e Transporte (CTTU).

ALGUNS NÚMEROS

Hoje o Brasil conta com mais de 500 mil motoristas parceiros da Uber e 300 mil pelo 99POP.  Cerca de 40% dos motoristas que prestam serviço de transporte via aplicativos circulam em média 20 horas por semana, complementando a malha de transporte de mais de 100 cidades do país.  No Recife, quase 80% das viagens realizadas através de aplicativos atendem pessoas que estão fora das áreas ricas do município.

Um estudo realizado pela empresa britânica de pesquisas online Toluna indicou que os brasileiros gastam até R$ 300 por mês com aplicativos de transporte. Cerca de 40% dos usuários afirmaram desembolsar até R$ 50 por mês, 23% entre R$ 51 e R$ 100 e outros 23% entre R$ 101 e R$ 300.

Em 2017, somente a Uber pagou R$ 972 milhões em tributos, tanto federais como PIS, Cofins e Imposto de Renda, quanto municipais, como o ISS e contribuições exigidas por regulações locais. a partir da aprovação do Projeto de Lei nº11/2018, nesta quarta-feira (21), na Câmara Municipal. A medida incorporou obrigações aos prestadores de serviço de transporte particular.

Movimento liberal é fruto da democracia e vai chegar em Caruaru, diz Drayton Nejaim Filho

O jornalista e administrador Drayton Nejaim Filho esteve na tarde desta quinta-feira (22) na CBN Caruaru. Numa entrevista ao jornalista Mário Flávio ele fez uma avaliação da onda liberal que se espalhou pela América do Sul, elegeu Bolsonaro e chegou a estados nas regiões Norte, Sudeste, Centro-Oeste e Sul.

Ele acredita que essa situação logo chegará em Caruaru. “Temos o movimento Caruaru Livre e outros na cidade que estão se movimentando nesse sentido as votações de Lessa e Fernando Rodolfo demonstram isso”, disse.

Mesmo sendo filho do ex-prefeito Drayton Nejaim, ele disse que chegou o momento de renovar. “Caruaru não aguenta mais as oligarquias se revezando no poder. Os ex-prefeitos deram uma grande contribuição para o desenvolvimento da cidade e todos sabemos disso. Tudo começou com o meu pai, depois vieram os Lyra, Queiroz, Tony e Gomes. Mesmo reconhecendo a importância de todos, chegou a hora de mudar”, disse.

Ele informou ainda que vai voltar a morar em Caruaru e que vai atuar na eleição de 2020, mas negou uma possível candidatura.”Estou com um apartamento montado, aos poucos volto para Caruaru, estarei presente na próxima eleição, mas não como candidato”, garante.

Drayton coordena o movimento Lide em Pernambuco.

Confra da Acic será nesta quinta-feira (22)

A Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) promove a confraternização natalina nesta quinta-feira (22), a partir das 19h30, no Maria José Recepções II. Durante a noite festiva, ocorrerá a cerimônia de posse dos novos integrantes dos Conselhos Diretor e Fiscal, da Comissão de Sindicância, das Câmaras Setoriais e dos Núcleos Especiais Acic Jovem e Acic Mulher.

O momento marcará o início da contagem regressiva dos 500 dias para o centenário da Entidade. Na ocasião, a empresa cinquentenária 2018 será homenageada e um jantar com atração musical será servido para os convidados.

Vereador quer prioridade para contratações de artistas locais pelo poder público

Um projeto de Lei de autoria do vereador Daniel Finizola (PT) quer valorizar a contratação de artistas locais pelo poder público. De acordo com ele, Caruaru é um celeiro cultural mundialmente conhecido e ao longo da história, multiplicam pelo município expoentes das mais diversas expressões artísticas existentes. Música, artesanato, escultura, pintura, teatro, dança, cinema: de tudo que há no mundo se faz como arte em Caruaru.

“Infelizmente, o incentivo público à classe artística não corresponde à sua magnitude. Sucedem-se as gestões municipais com as mesmas queixas de falta de apoio, inexpressiva profissionalização da cadeia cultural, ausência de um calendário permanente que valorize as diversas expressões, e, pior ainda, a secundarização da presença dos artistas locais nos maiores eventos culturais da cidade, destacadamente o São João”, disse o petista.

Se, por um lado, a presença desses profissionais ocupa a maior parte da grade da programação das festas juninas e de Semana Santa, por outro, isso não é verdadeiro no que se refere aos valores investidos. “Se o dinheiro é público, nada mais lógico que ele seja destinado ao fomento da produção cultural local, devendo sua menor parte ser investida na contratação de atrações “de fora” que, se trazem público, nada deixam de longo prazo à vida da cidade”, informa.

O Projeto de Lei propõe que: Art. 1º As contratações artísticas do município de Caruaru deverão priorizar os profissionais radicados na cidade.

Parágrafo Único: para efeitos desta lei, os profissionais das diversas áreas da atividade cultural residentes em Caruaru serão chamados de “artistas locais”.

Art. 2º A soma total de recursos públicos destinados aos artistas locais, em cada evento cultural realizado pela Prefeitura, deverá ser maior que aqueles investidos na contratação de artistas de outras regiões do país ou do exterior.

Art. 3º Os artistas locais deverão receber 50% dos recursos referentes a seu pagamento até o 5º dia útil subsequente à conclusão do processo de contratação e os demais 50% até 30 dias corridos após a realização da apresentação para a qual foram contratados.

Art. 4º Caberá ao Poder Executivo regulamentar esta lei e adotar as providências cabíveis para sua plena execução.

“Se de fato queremos que Caruaru se desenvolva como polo artístico do país, mais que homenagear ou divulgar nossa riqueza cultural é preciso valorizá-la, pagá-la bem e em dia, respeitá-la e inseri-la, de fato, na cadeia econômica do município”, disse Daniel Finizola.

MPF pede rejeição de contas da campanha de Wolney; deputado diz que são erros formais

O Ministério Público de Contas pediu ao TRE a reprovação das contas de campanha do deputado federal reeleito Wolney Queiroz (PDT). O documento, assinado pela Procurador Francisco Machado Teixeira, foi protocolado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e anexado ao processo de prestação de contas. Os integrantes do pleno vão julgara os balancetes.

O documento diz que houve irregularidades nas contas apresentadas pelo então candidato, no que diz respeito a descumprimento quanto à entrega dos relatórios financeiros de campanha no prazo estabelecido pela legislação eleitoral, em relação a algumas doações.

Outro problema é a falta de Certidão de Regularidade Profissional do Contabilista que assinou a prestação de contas em exame; Foram detectados gastos eleitorais realizados em data anterior à data inicial de entrega da prestação de contas parcial, mas não informados à época; Foi identificada a seguinte omissão relativa à despesa constante da prestação de contas em exame e aquelas constantes da base de dados da Justiça Eleitoral, obtidas mediante circularização e/ou informações voluntárias de campanha e/ou confronto com notas fiscais eletrônicas de gastos eleitorais, revelando indícios de omissão de gastos eleitorais.

Mais problemas também foram apresentados, entre eles, a inconsistências nas despesas pagas com recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). O deputado minimizou e disse que em breve tudo será esclarecido: “São erros formais. Mas já pedi ao contador e o advogado para avaliarem a situação”, disse.

Para ser diplomado o deputado precisa ter as contas da campanha aprovadas.

Laura comemorou negativa a MP do Saneamento

“Foi uma vitória do povo brasileiro. Não teremos aumento na conta da água e do esgoto. A Medida Provisória de Temer não tramita mais este ano no Congresso. Valeu a luta dos sindicatos, dos deputados e da sociedade civil”. Assim, a deputada Laura Gomes registrou, na Tribuna da Alepe, a ação bem sucedida da Frente Parlamentar contra a Privatização das Empresas de Saneamento ao barrar iniciativa do Governo Federal que queria passar o abastecimento de água para o controle de grupos privados.

A proposta de Temer foi considerada inaceitável por extinguir o subsídio cruzado, formato de financiamento dos sistemas de abastecimento e de tratamento de esgotos dos municípios pequenos, com base nas sobras do superávit das concessionárias que operam o serviço nos grandes municípios. “Na prática, tratava-se de dar o filé aos poderosos grupos econômicos e deixar o osso para as pequenas comunidades, sobretudo do Interior”, observou a socialista.

Resultado do vestibular Asces sai nesta quinta-feira (15)

Os estudantes que realizaram o vestibular da Asces-Unita na última quinta-feira (15) já podem começar a contagem regressiva para o esperado resultado, é que o listão dos aprovados será divulgado nesta quinta(22) ao meio-dia no campus II. Professores, familiares e estudantes dos feras já podem organizar a torcida para esse dia que promete ser inesquecível. 

Os estudantes aprovados no Vestibular já devem agendar as datas de matrícula que são: 28 de novembro para os cursos de Administração, Administração Pública, Ciência Contábeis, Ciência Política, Direito, História(Licenciatura), Jornalismo, Pedagogia, Relações Internacionais e Serviço Social.

Já no dia 29 de novembro as matrículas são para os aprovados nos cursos de Biomedicina, Educação Física (bacharelado e licenciatura) Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, História(Licenciatura), Nutrição, Odontologia, Pedagogia (Licenciatura) e Saúde Coletiva.

Fechando o ciclo de matrículas no dia 30 de novembro devem realizar os alunos aprovados em Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Produção e Engenharia Química, além dos retardatários de todos os demais cursos.