Empresário Ivan Nunes morre no Recife aos 83 anos

Ivan Nunes ao lado do filho e prefeito de Agrestina, Thiago Nunes

Morreu na noite desta terça-feira (13) o empresário Ivan Nunes. Ele tinha 83 anos e estava internado no Hospital Jaime da Fonte, no Recife. Ele era bastante conhecido em Caruaru e no Agreste, principalmente pela atuação no ramo da construção Civil.

O empresário era pai do prefeito de Agrestina, Thiago Nunes. O velório será no cemitério Parque dos Arcos, onde também acontecerá, na tarde desta quarta-feira (14), o sepultamento.

Isaltino diz que Mendonça Filho não aceita derrota

Nota oficial

O deputado federal Mendonça Filho segue a linha da oposição e não aceita a derrota sofrida nas urnas nas últimas eleições. Há uma tentativa desesperada de politizar as ações do positivas do Governo do Estado, demonstrando desconhecimento dos projetos apresentados e profunda má fé.

As “críticas” são, na verdade, uma cortina de fumaça para encobrir o papel vexatório desempenhado por Mendonça que tenta se cacifar para ocupar o cargo de ministro da Educação do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Deputado estadual Isaltino Nascimento.

Uma nova Câmara de Caruaru

Nova sala de imprensa. A imagem é de Vladimir Barreto

Terminou a reforma da Câmara Municipal de Caruaru. Após o período a Casa cresceu pra cima e conseguiu importantes novos espaços para gabinetes dos vereadores, imprensa e setores importantes do Poder Legislativo, como é o caso dos setores de RH e administrativo.

O salão nobre também foi recuperado. Falta apenas o elevador chegar para que pessoas com algum tipo de dificuldade locomotora possa usar a parte dos primeiro, segundo e terceiro andares. Mas o espaço já está à espera do equipamento.

A meta agora do presidente Lula Tôrres é montar a tv e rádio web. A lista com os equipamentos já está disponível e deve ser licitada em breve. Existe uma grande possibilidade da rádio oficial do poder legislativo também sair do papel ano que vem e o veículo na internet seria uma espécie de laboratório.

Título de Cidadão para diretor do Hospital Mestre Vitalino

Formado em Odontologia pela UFPE no ano de 2002, e com uma vida profissional dedicada à saúde pública, Marcelo Cavalcanti, Diretor Geral do Hospital Mestre Vitalino, é o mais novo cidadão de Caruaru.

A propositura foi do Vereador Galego de Lajes (SD), e aprovada por unanimidade no último dia 24 de outubro. Nascido em Recife, Marcelo Cavalcanti assumiu a direção do HMV em novembro de 2015, onde de lá até aqui, vem desenvolvendo um excelente trabalho à frente da referida unidade de saúde.

Carta assinada por 22 governadores é contra MP do saneamento

O atual governador do São Paulo, Márcio França, e o governador eleito do Espírito Santo, Renato Casagrande, endossaram , na manhã de hoje (13), a carta  já  assinada por 22 governadores de todo o Brasil que alertam para os riscos da aprovação da  MP 844/2018 com a atual redação.

No texto da carta, os governadores ressaltam que da forma como foi aprovado o relatório do Senador Valdir Raupp – relator da Comissão Mista que analisou a MP, fará com que o setor de saneamento tenha riscos de desestruturação e de piora das condições fiscais dos governos estaduais, além do agravamento das desigualdades. E, ao contrário do que diz o Governo Federal, os gestores afirmam que a MP 844, com o artigo 10-A, desestruturará os projetos com economia de escala.

Os governadores também falam sobre a falta de estímulo do Governo Federal para aumentar as parcerias entre o setor privado e os prestadores de serviços estaduais.  Seguindo a linha de pensamento de todas as entidades representantes das companhias públicas, os governadores também acreditam que o Artigo 10-A fará com que o Setor Privado se interesse unicamente pelos municípios rentáveis, enquanto a maioria dos municípios, pequenos e pobres, e aqueles onde há escassez hídrica, sejam delegados e fiquem sem solução. Desta forma, os municípios mais ricos irão avançar na universalização, enquanto os mais pobres vão ficar estagnados.

A Aesbe tem alertado desde novembro de 2017 que o artigo 10A da Medida Provisória 844 irá pulverizar a participação do setor privado no saneamento. Para o presidente da Aesbe, Roberto Tavares, os governadores desempenharam um papel muito importante ao se posicionarem neste momento. “O Governo Federal precisa acatar o que os governadores pedem. São eles que vão governar os estados e sentir na pele os efeitos negativos que a MP proporcionará, caso seja aprovada da forma em que está”, ressaltou o Roberto Tavares.

Assinam a carta os seguintes governadores::

AL – Renan Filho (governador atual/reeleito)

BA – Rui Costa (governador atual/reeleito)

CE – Camilo Santana (governador atual/reeleito)

DF – Rodrigo Rollemberg (governador atual)

ES – Paulo Hartung (governador atual) e Renato Casagrande (governador eleito)

GO – José Eliton (governador atual)

MA – Flávio Dino (governador atual/reeleito)

MG – Fernando Pimentel (governador atual)

MS – Reinaldo Azambuja (governador atual)

PA – Hélder Barbalho (governador eleito)

PB – Ricardo Coutinho (governador atual) e João Azevedo (governador eleito)

PE – Paulo Câmara (governador atual/reeleito)

PI – Wellington Dias (governador atual/reeleito)

PR – Cida Borghetti (governadora atual) e Ratinho Júnior (governador eleito)

RN – Fátima Bezerra (governadora eleita)

RR – Suely Campos (governadora atual)

RS – José Ivo Sartori (governador atual) e Eduardo Leite (governador eleito)

SE – Belivaldo Chagas (governador atual/reeleito)

SP – João Dória (governador eleito) e Márcio França (governador atual)

Via no Bairro Maurício de Nassau será de mão única

A Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra) informa que, a partir da próxima quarta-feira (14), a rua Rodrigues de Abreu, no bairro Maurício de Nassau, deixará de ser sentido duplo e passará a ser apenas sentido único, na direção subúrbio/cidade.

“A mudança faz parte da primeira fase de requalificação do fluxo viário do bairro Maurício de Nassau. Com a transição, a expectativa é que haja mais fluidez na área, que atualmente conta com grande fluxo de veículos em decorrência da existência de muitos equipamentos públicos e outros de interesse coletivo”, diz a Destra.

Mendonça diz que Paulo Câmara vendeu gato por lebre

O deputado federal e ex-ministro, Mendonça Filho, criticou o governador Paulo Câmara por ” vender gato por lebre” na campanha eleitoral com a proposta de dar o 13° para os beneficiários do Bolsa Família. “Foi um estelionato eleitoral duplo: para o eleitor que não foi avisado que iria pagar mais impostos por isso, e para os beneficiários que para receber o 13° prometido, terão de participar de um programa de acúmulo de pontos com nota fiscal de compra de itens de cesta básica, para ter direito a R$ 150,00”, questionou Mendonça.

Mendonça criticou Paulo Câmara por fazer campanha baseada em mentiras, apresentando Pernambuco como um paraíso de um conto de fadas. “Infelizmente a maioria do eleitor votou acreditando e, agora, começa a sentir a realidade com aumento de impostos e o fechamento de serviços de saúde como o

da Fundação Altino Ventura em Arcoverde, deixando cerca de 1300 pacientes do Sertão sem a medicação, sem atendimento e sem as cirurgias já agendadas”, afirmou.

Segundo Mendonça, é absurdo o Governo querer compensar a má gestão com aumento de 2% no ICMS de itens como bebidas alcoólicas, refrigerantes e descartáveis, para ampliar a arrecadação do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (FECEP), de onde deve sair o pagamento do 13º.

Livres e PPS acionam justiça sobre extinção de Delegacia

Segue a polêmica envolvendo a extinção da Delegacia de Crimes contra a administração pública. O Livres, movimento que reúne jovens liberais entrou na justiça para que a situação seja revista pelo governo do estado. A ação tem o apoio do PPS, por meio do presidente estadual da legenda, deputado federal Daniel Coelho.

O pedido é uma ação de incondicionalidade junto ao Tribunal de Justiça de Pernambuco. Karla Falcão, suplente de deputada estadual comanda o movimento, que fez muito barulho na Assembleia durante a votação do projeto.

A decisão do governo gera críticas em vários setores da sociedade. No entanto, a gestão Paulo Câmara informa que criou o Draco e o combate à corrupção ficou ainda mais forte em Pernambuco. O projeto foi aprovado com ampla maioria na Alepe. Apenas 4 dos 49 deputados votaram contra.

Artigo – A Nova Era de Joaquim Levy sem o PT: Privatizações, Banco Mundial, agenda liberal – por Pedro Neves*

O futuro governo de Jair Bolsonaro já surpreendeu o mercado ao apresentar sua equipe de transição, o Dream Team Econômico de Bolsonaro. Após a confirmação do Juiz Sérgio Moro, mais um excelente nome é confirmado para presidir o BNDES, o economista Joaquim Levy, que estava como Diretor Executivo do Banco Mundial. Levy que ficou exposto em um momento delicado da política nacional, à frente do Ministério da Fazenda do governo Dilma Rousseff, no qual infelizmente teve pouca autonomia devido a todos os credos ideológicos do governo petista e os escândalos de corrupção que tomaram a cena.

Neste momento a importância estratégica de Levy é muito maior do que aparenta ser. Além de uma integridade, até então, inquestionável e seus atributos técnicos em finanças públicas, destacam-se alguns pontos estratégicos na diretriz econômica ser executada.

Agenda de desenvolvimento do Banco Mundial. Em 2017 o Banco mundial publicou um relatório, no qual apresentou os entraves do desenvolvimento econômico-social no Brasil. E a partir deste diagnóstico esboçou objetivos básico para o alcance do desenvolvimento do país: a) Aumentar a eficiência dos investimentos públicos e privados; b) Melhorar a prestação de serviços públicos para famílias de baixa renda; c) Promover o desenvolvimento econômico regional; d) Melhorar a gestão sustentável de recursos naturais e a resiliência ao clima.

Por ter liderado os projetos de financiamento do Banco Mundial é provável que Levy use de sua influência e posição ideológica para alinhar o governo de Jair Bolsonaro a estas perspectivas.

Atuação nas finanças públicas municipais e estaduais. O grande desafio do governo Bolsonaro será de ordem política, onde terá que negocia, entre outras, as crises nas finanças públicas estaduais e municipais, que estiveram encobertas nos últimos anos por algumas maquiagens financeiras. O que se deve esperar da presidência do BNDES é uma maior rigor e controle com coordenação dos projetos de financiamentos destinados aos estados e municípios. Entre as linhas de crédito, Finem, o qual atual com investimentos, planejamento de obras. Aquisição de instalação, e equipamentos de uso permanente.

Reformular os projetos de financiamento do BNDES. Há diversas evidências e estudos que avaliam a atuação do BNDES nos últimos anos como ineficaz e ineficiente. Os diversos empréstimos e subsídios não promoveram impactos econômicos pretendidos. Como apontou o portal Terraço Econômico, cerca de R$ 222 bilhões de reais foram concedidos em forma de subsídio implícito. Outro problema poderá ser ainda maior caso a operação lava-jato avance nas investigações e revele o que já se supõe, que o BNDES era utilizado como instrumento de favorecimento para empresas com ligação política. Ou seja, há uma grande necessidade de rever estas políticas e reorganizar as funcionalidades originais do BNDES.

Execução de uma agenda de privatizações e Parceria Público Privada de Investimentos. O tema privatização passou nos últimos anos de um tabu para uma necessidade, e agora uma grande expectativa. Além das principais estatais da União, os Estados e alguns municípios também poderão seguir esta agenda. Assim como investimentos em parceria com o setor privado em áreas estratégicas e emergentes, a exemplo, logística e saneamento urbano. Em quanto estava a frente do Banco Mundial, Levy liderou negociações pelo mundo e também no Brasil para o financiamento a concessionárias que poderiam executar as obras de saneamento. Sem dúvida uma pauta urgente para o país avançar também nas condições básicas.

Em uma Nova Era, Joaquim Levy terá a chance de executar uma agenda necessária para o país, algo que não foi possível na anterior gestão em que foi Ministro. Nada garante que os grupos de interesse político não atuarão novamente, cortando a autonomia deste time liberal. De toda forma, o sinal dado é de que o Brasil deverá romper com antiquadas instituições ideológicas e caminhar na direção do desenvolvimento.

Definidos horários dos duelos das quartas na Copa Arena Super 7

No próximo domingo (18) acontece a abertura das quartas de final da 2ª Copa Arena Super 7 de Futebol Society. As oito melhores equipes entram em campo em busca de quatro vagas nas semifinais.

Os confrontos acontecem a partir de 10h, quando se enfrentam Lenilson FC x Petiscaria do Japa; de 11h jogam Caruaru City Master x Pizzaria Napolitana; às 12h, Gica x XBetis e encerra a rodada de 13h Autofort x Milã Camisetas.