Corpo de Zeca Omena será sepultado na zona rural de Altinho

Eleitores, amigos e parentes se despedem do ex-prefeito de Altinho, Zeca Omena. O corpo dele está sendo velado no ginásio de esportes da cidade e centenas de pessoas se despedem do político.

O sepultamento será às 9h desta terça-feira (6) no Distrito de Taquara, na zona rural da cidade. Zeca Omena foi prefeito do município em três ocasiões, sendo considerado a liderança política mais influente de Altinho.

Armando elogia Raquel e deixa dúvida sobre apoio a Cintra em 2020

O senador Armando Monteiro concedeu entrevista na Rádio CBN Caruaru na manhã desta segunda-feira (5). Ele falou sobre a derrota para Paulo Câmara e como a oposição vai se reorganizar no estado. Armando fez ainda uma análise da vitória de Jair Bolsonaro e comentou sobre a política local.

O trabalhista rasgou elogios para Raquel Lyra e disse que o trabalho dela já credencia a tucana para uma disputa a reeleição.

“A prefeita Raquel é uma liderança expressiva hoje em Pernambuco, alguém que vem revelando posições muito firmes, que está determinada a fazer uma gestão transformadora em Caruaru. Ela enfrentou dificuldades, já que os gestores estão hoje colocados num cenário difícil, com escassez de recursos, mas ela tem lutado muito para viabilizar o acesso a recursos federais. Na semana passada, por exemplo, ela fez um périplo lá em Brasília, procurando os parlamentares e buscando emendas, para áreas importantes em Caruaru. Ações na infraestrutura urbana e saúde, nós mesmos estamos apresentando emendas. Ela tem lutado muito e tem algumas posturas corretas. A forma austera como ela tem recursos credencia ela para buscar a reeleição. Essa vitória que obtivemos em Caruaru não deixa de traduzir a força, o engajamento, o trabalho que a prefeita Raquel Lyra fez e ela se credenciou mais ainda para buscar a reeleição”, disse.

Sobre o aliado dele, suplente de senador, Douglas Cintra, que já declarou ter a intenção de disputar a prefeitura de Caruaru em 2020, ele deixou um suspense no ar.

“Douglas sempre teve uma posição de muita coerência, compromisso e solidariedade ao PTB de Pernambuco. Não apenas por ter participado de todas as lutas no estado, o apoio que nos deu sempre de forma decidida em Caruaru, mas também a ajuda que ele deu para construir o partido aqui no estado. É um companheiro muito leal e acho legítimo que ele possa ter aspirações. Ele teve um bom desempenho quando assumiu a titularidade no Senado, deixou uma boa imagem naquela Casa e nós estaremos juntos aí dialogando. Ao mesmo tempo que Douglas tem legitimidade para os projetos, ele nunca se colocou de maneira individualista. Nunca colocou os interesses pessoais acima dos interesses amplos desse conjunto político que representamos aqui em Pernambuco. Tenho certeza que no momento certo vamos encaminhar bem essa questão.

Melhorias no Hospital Regional do Agreste

Ainda não é o ideal, mas a nova direção do Hospital Regional do Agreste começa a melhorar o atendimento na maior emergência do interior do estado. O trabalho dos diretores, Pedro Melo e Pedro Lima começa a surtir efeito e diminuem as reclamações.

Um dia destaques é a atuação de Gilson Fernando, que está conseguindo impedir pessoas em macas nos corredores. Triagem com critério justo está sendo feita, cirurgias e transferências estão sendo agilizadas. O resultado tem sido positivo. Tomara que siga nesse ritmo para acabar com todos os problemas na unidade.

Os nomes da transição da equipe de Bolsonaro

Entre os nomeados para a equipe de transição estão Paulo Guedes, futuro ministro da Economia; Marcos Pontes, já confirmado no Ministério de Ciência e Tecnologia; e general Augusto Heleno, que assumirá a Defesa.

Também fazem parte da lista os seguintes integrantes da equipe de Guedes: Arthur Bragança de Vasconcelos Weintraub, Roberto da Cunha Castello Branco, Carlos Von Doellinger, Carlos Alexandre Jorge da Costa, Abraham Bragança de Vasconcelos Weintraub, além de Alexandre Xavier Ywata de Carvalho, Waldery Rodrigues Junior, Adolfo Sachsida e Marcos Cintra Cavalcanti de Albuquerque, que já fazem parte do quadro de servidores.

Cintra se aproxima do PSL

De olho na eleição 2020 e na disputa pelo Palácio Jaime Nejaym o suplente de Senador Douglas Cintra, se aproximou do PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Ele já conversou com o empresário e deputado federal eleito Luciano Bivar e pode, em breve, fazer parte do partido. Atualmente no PTB, Cintra não pretende sair do partido, mas a ida para o PSL é uma possibilidade.

Outro ponto que mostra isso é o convite feito pelo presidente municipal da legenda, Manoel Santos, ao deputado federal eleito, Fernando Rodolfo, pelo PHS.

Morre Zeca Omena, ex-prefeito de Altinho

Morreu nesta segunda-feira (5) em Caruaru, no Agreste, Zeca Omena, ex-prefeito de Altinho. Heródoto tinha 80 anos e morreu no Hospital Santa Efigênia, onde estava internado.

O pecuarista José Ferreira de Omena, ou Zeca Omena, nasceu em 13 de agosto de 1938 e foi residente da vila de Taquara, na zona rural de Altinho, tendo estudado apenas alguns anos do ensino fundamental. Tornou-se um dos  políticos mais conhecidos da região agreste e foi eleito  Prefeito por três mandatos na cidade.

Em 2016 teve os direitos eleitorais reconquistados quando moveu ação contra processo penal que o detinha inelegível, em 2014. Zeca Omena era considerado a maior liderança política da cidade de Altinho. A família ainda não divulgou informações sobre velório e sepultamento.

Explicação ruim do projeto que extingue delegacia cria saia justa para deputados governistas e até pra quem nem assumiu

A votação em regime de urgência do projeto de Lei que extinguiu a Delegacia de Combate a Crimes contra a administração pública trouxe uma saia justa para deputados da base e até quem nem assumiu o mandato.

Até agora ninguém entendeu a medida ser votada em regime de urgência. O projeto não foi debatido e gerou muita especulação, já que muita gente não tem conhecimento sobre o tema em questão. A oposição jogou apenas a ideia que houve a extinção. O governo explicou mal que uma delegacia foi extinta e a outra foi criada e que essa nova também terá funções parecidas.

O governo comunicou mal, leia-se, a comunicação política e não a jornalística, que possivelmente, também não conhecia direito essa pauta. Geralmente é assim, quando se toma decisão de última hora.

A votação gerou desgaste para os atuais deputados e também para os que nem assumiram, alguns deles, delegados e que foram cobrados pelos eleitores por um posicionamento. Os liberais de Caruaru, por exemplo, escreveram um texto e cobram três nomes da cidade.

“O Grupo Caruaru Livre fez duras cobranças aos deputados estaduais, Tony Gel e Laura Gomes nas redes sociais, querendo uma explicação sobre a votação favorável ao fechamento da DECASP, unificando apenas na DRACO, muitos foram os protestos contrários a esse Projeto de Lei, MPF,OAB, FOCCO/PE, também contou com o Livres e MBL que juntos vão fazer um protesto contra a PL, nesta segunda-feira (5). Os Liberais também pediram explicações até do Delegado Lessa, já que o Delegado estava na base do governador durante a eleição e sempre teve como foco político o combate a corrupção, a pergunta ao Delegado é qual sua opinião sobre a Projeto?

O Grupo promete dura oposição ao governo do estado e continuação na participação ativa na esfera municipal”, diz o texto.

Eleição da Câmara vai movimentar meio político em Caruaru

Foto: Vladimir Barreto

O mês de dezembro será reservado para a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Caruaru. Os 22 vereadores e a vereadora Zezé Parteira vão escolher o comando da Casa Jornalista José Carlos Florêncio para o biênio 2019/2020.

O apoio do Palácio Jaime Nejaym será fundamental para o futuro vencedor. A eleição da Mesa sempre foi assim e em raríssimas ocasiões não deu certo. A prefeita Raquel Lyra já conversou com alguns vereadores da base para ter uma noção de como está a situação e explicar eventual apoio.

No entanto, para garantir uma eleição folgada, a conversa terá que se ampla, pois alguns discursos na Tribuna e atitudes revelam certa insatisfação com membros da base. Mas alguns apenas esperneiam para chamar atenção e vão votar com a prefeita.

A oposição vai tentar chegar justamente nesses insatisfeitos para apresentar um projeto de poder e convencê-los do voto, que é aberto. O pleito deve acontecer entre os dias 15 e 20 de dezembro. Até lá muita água vai correr por debaixo da ponte.

Enem – Edição deste ano do exame tem o menor percentual de ausentes desde 2009

Desde 2009, quando passou a ter dois dias de aplicação de provas, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou, pela primeira vez, o menor percentual de ausentes: 24,9%, o que corresponde a 1.374.430 participantes, do total de 5.513.749 inscrições confirmadas. Os índices foram registrados no primeiro dia de prova da edição de 2018 do exame, neste domingo, 4 de novembro. Como a abstenção é um dado que considera os dois dias de aplicação, esse número pode diminuir, mas não aumentar.

As provas foram de linguagens, códigos e suas tecnologias; e de ciências humanas e suas tecnologias; além da redação, que teve como tema “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”. Outro número positivo foi o alto índice de acesso ao cartão de confirmação de inscrição, que superou 89%. Juntamente a uma série de medidas adotadas pelo MEC e pelo Inep, o acesso já indicava esse comportamento dos participantes.

A aplicação foi tranquila em todo o Brasil, sem ocorrências graves. Foram registrados 87 casos de interrupção de energia elétrica, mas em apenas dois locais de prova a aplicação precisou ser interrompida. Os casos são de Porto Nacional (TO) e Franca (SP), locais onde os participantes terão direito à reaplicação do primeiro dia, em 11 de dezembro, e deverão comparecer às provas do próximo domingo normalmente. Ao todo, 71 participantes foram eliminados (67 por descumprimento de regras gerais do edital, dois por problemas após revista no detector de metal e dois por uso de ponto eletrônico).

Entre 2013 e 2017, as ausências levaram aos cofres públicos um prejuízo de quase R$ 1 bilhão. Dos mais de 2 milhões de ausentes no Enem 2017, 84% estavam isentos e apenas 4.345 (0,2%) conseguiram justificar a ausência e garantir a isenção também em 2018.