Pesquisas Ibope nos estados: veja evolução da intenção de voto para presidente

Do G1

Pesquisas Ibope em 25 estados e no Distrito Federal divulgadas neste mês levantaram o cenário local das intenções de voto para presidente. Nesta semana foram divulgadas: no Distrito Federal, em Minas Gerais, no Paraná, em Pernambuco e no Rio Grande do Sul (quinta-feira, 27); na Bahia (quarta-feira, 26); no Rio de Janeiro e em São Paulo (terça-feira, dia 25); e no Ceará e em Mato Grosso do Sul (segunda-feira, dia 24). 

Abaixo, veja os destaques dos cinco primeiros colocados na pesquisa nacional e os gráficos de todos os estados: 

  • Jair Bolsonaro lidera em 15 estados e no DF, incluindo os três maiores colégios eleitorais: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. No Tocantins, ele e Fernando Haddad estão empatados tecnicamente.
  • Fernando Haddad lidera em sete estados, todos do Nordeste. Em Alagoas, Haddad e Bolsonaro estão empatados tecnicamente no limite da margem de erro.
  • Ciro Gomes manteve a liderança isolada no Ceará.
  • Geraldo Alckmin tem melhor desempenho em São Paulo, onde só está atrás de Jair Bolsonaro, e empata tecnicamente com Fernando Haddad e Ciro Gomes.
  • Marina Silva oscilou negativamente em Minas Gerais e São Paulo, e se manteve estável no Rio de Janeiro.

Bolsonaro comenta guia do PSDB e ironiza Alckmin

O candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, não poupou ironias a Geraldo Alckmin. O guia do tucano disse que a ida de Bolsonaro para o segundo turno garante a vitória do PT. Bolsonaro ironizou Alckmin e falou do escândalo da merenda, atribuído ao ex-governador de São Paulo.

“Na propaganda do PSDB na TV, apareço mais do que seu próprio candidato. Gastaram dezenas de milhões de dinheiro público para inventar mentiras frágeis a meu respeito. Muito fraco. Precisa merendar mais!”, diz o post.

Protestos contra Bolsonaro ocorrem em pelo menos 62 cidades; atos a favor, em 27

Do G1

Manifestantes em ao menos 62 cidades foram às ruas em atos contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) neste sábado (29). O movimento, chamado de #EleNão, foi convocado pelas redes sociais, com o apoio de artistas, durante o mês de setembro. 

Em resposta ao movimento, apoiadores de Bolsonaro também se reuniram em atos pelo Brasil para demonstrar apoio ao presidenciável. 27 cidades tiveram atos a favor de Bolsonaro. 

No Rio de Janeiro, manifestantes contrários ao candidato se reuniram na Cinelândia, no Centro, no início da tarde. Inicialmente, a concentração foi em frente ao Cine Odeon. Às 17h, parte dos manifestantes deixou a Cinelândia e seguiu em passeata por ruas do Centro do Rio. Ainda não há estimativa de público. 

Os apoiadores de Bolsonaro se concentravam na Avenida Atlântica, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na altura do Posto 5. A Polícia Militar acompanhou a manifestação. 

Às 18h50, o Centro de Operações do Rio informou que as pistas, que estavam ocupadas desdes às 14h pelos manifestantes, foram liberadas.

Os apoiadores de Bolsonaro se concentravam na Avenida Atlântica, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na altura do Posto 5. A Polícia Militar acompanhou a manifestação. 

Às 18h50, o Centro de Operações do Rio informou que as pistas, que estavam ocupadas desdes às 14h pelos manifestantes, foram liberadas.

Fux suspende liminar que autorizava que Lula concedesse entrevista da cadeia

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, suspendeu, na noite desta sexta-feira (28), a liminar, concedida pelo ministro Ricardo Lewandowski, que autorizava que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concedesse entrevista à Folha de S. Paulo, mesmo estando preso em Curitiba.

Fux determinou que Lula “se abstenha de realizar entrevista ou declaração a qualquer meio de comunicação, seja a imprensa ou outro veículo destinado à transmissão de informação para o público em geral”.

A justificativa do ministro Fux foi que “há elevado risco de que a divulgação de entrevista com o requerido Luiz Inácio Lula da Silva, que teve seu registro de candidatura indeferido, cause desinformação na véspera do sufrágio, considerando a proximidade do primeiro turno das eleições presidenciais;”

Para o Fux, “a desinformação do eleitor compromete a capacidade de um sistema democrático para escolher mandatários políticos de qualidade.”

O pedido de suspensão de liminar foi formulado pelo partido Novo. De acordo com o partido, a decisão de permitir que o petista concedesse entrevista teria afrontado o princípio republicano e a legitimidade do pleito.

Agora, a decisão do ministro Fux está em vigor até o julgamento do caso pelo plenário da Suprema Corte.

Laura Gomes faz campanha em Poção e Caruaru neste sábado (29)

Neste sábado (29), a deputada estadual Laura Gomes (PSB), candidata à reeleição, pegou estrada e seguiu para a cidade de Poção. Laura foi recebida por lideranças da cidade. Capitão França e Roberivan de Melo, ex-prefeitos e por Ramon Melo. Ao lado da equipe, da juventude 40240 e dos moradores de Poção, Laura Gomes seguiu em um buzinaço pelas principais ruas. Logo depois, foi recebida com um café da manhã e aproveitou para fazer discurso e fortalecer o voto para o dia sete de outubro.

Em seguida, participou do evento “Porque Gritamos #EleNão”, com concentração na Avenida Rui Barbosa. O ato foi contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). “Estou aqui, neste momento, não só como mulher, mas, também, como representante de todas as pessoas que não querem ver o Brasil governado por “ele”. Precisamos sair às ruas e mostrar que a democracia pode mudar o rumo de nosso País. Por crimes impunes, pelas mulheres, pela violência, por todo retrocesso para o Brasil. “ELE NÃO”, “ELE NUNCA”, ressaltou.

Após o ato, participou de buzinaço no bairro São João da Escócia. Centenas de carros e motos percorram o bairro. Ao lado de Jorge Gomes e do vereador Marcelo Gomes, a candidata acenou e andou pelas ruas para cumprimentar a população. O buzinaço seguiu até o Salgado, maior bairro da cidade. Laura Gomes finalizou a agenda em um discurso sobre o seu trabalho para mudar a vida das pessoas como deputada estadual na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Geraldo Alckmin promete criar nove milhões de empregos na construção civil

Em encontro com lideranças de movimentos habitacionais neste sábado na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracon), na capital paulista, o candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, afirmou que sua meta de governo é construir 3 milhões de moradias no Brasil.

O tucano se comprometeu ainda com a urbanização de áreas de favela e a implementar programas de regularização fundiária. “Nosso primeiro objetivo é fazer com que as famílis realizem o sonho do teto, da casa própria. Mas construção civil também é emprego direto, na veia”, disse.

Alckmin explicou que cada unidade habitacional construída gera 3 empregos, entre diretos e indiretos. “Assim, vamos criar 9 milhões de empregos na construção civil”, afirmou.

O tucano lembrou que o governo federal tem muitos terrenos e prédios subutilizados que podem servir para moradias populares. “Em SP, já fizemos perto de 600 mil unidades habitacionais: são 600 mil famílias que realizaram o sonho da casa própria. E inovamos com o lançamento da primeira PPP da habitação, no centro expandido da capital, onde muita gente trabalha, mas mora longe”, prosseguiu.

Saiba quem pode e quem não pode votar no dia 7 de outubro

Foto: EBC

No dia 7 de outubro, os brasileiros vão às urnas para escolher o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, deputados estaduais e distritais.

Todo cidadão, nato ou naturalizado, alfabetizado, com idade entre 18 e 70 anos, é obrigado a votar. Agora, quem está com o título cancelado por não ter justificado ausência em três eleições consecutivas não vai poder exercer o voto. Quem perdeu o prazo para justificação e não pagou a multa pela irregularidade, também não vai poder votar.

Além disso, há outros fatores que impedem o cidadão de ir às urnas. Por exemplo, não pode votar quem não participou da revisão biométrica obrigatória no município em que vota. De acordo com a Justiça Eleitoral, cerca de 3,3 milhões de eleitores não vão poder votar porque não compareceram aos cartórios eleitorais nos municípios em que houve o recadastramento para identificação biométrica e devido a outras restrições.

Aqueles que não tiraram o título de eleitor até o dia 9 de maio, nem regularizaram sua situação perante a Justiça Eleitoral e os cidadãos que estão com os direitos políticos suspensos, também não poderão ir às urnas.

Aqueles eleitores em que os dados não estão no cadastro de eleitores da seção constante da urna, ainda que apresente título de eleitor correspondente à seção e documento que comprove sua identidade, também não vão poder votar.

Já para os jovens com idade entre 16 e 17 anos, idosos com mais de 70 anos e analfabetos, o voto é facultativo.

Lembrando que eleitor tem que votar das 8h às 17h, de acordo com o horário local. Na seção eleitoral, o cidadão tem apresentar ao mesário um documento oficial com foto, que pode ser a carteira de identidade, o passaporte, a carteira de categoria profissional reconhecida por lei, o certificado de reservista, a carteira de trabalho ou a carteira nacional de habilitação.

Rands participa da Marcha das Mulheres #elenão

O candidato a governador pela coligação O Pernambuco que você quer (PROS, PDT, Avante), Maurício Rands, esteve na concentração, abraçou amigos, conversou com eleitores, gente jovem e colorida. “Todos unidos por uma ideia, valores acima dos interesses individuais: é por isso que lutamos”, resumiu.

A empolgação de Maurício Rands começou na concentração na Praça do Derby, com o espírito democrático acima dos interesses partidários. Se confraternizou com a candidata do PSol, Dani Portela, com a candidata a deputada federal Marília Arraes (PT), o candidato a deputado estadual João Paulo (PCdoB), entre outros. “A festa é da democracia. Estamos todos juntos. Ele não!”, repetia Maurício Rands.

A participação de Maurício Rands contou com seus reforços femininos. Patrícia Rands, sua mulher, Tatiana, a filha, grávida de Marina, sua primeira neta, caminharam da Praça do Derby até a Rua do Hospício, engrossando a Marcha das Mulheres. “Os inimigos da liberdade não passarão!”, disse Maurício Rands.

Pela manhã, Maurício Rands teve agenda de candidato em Vitória de Santo Antão, com caminhada, panfletagem e corpo a corpo com os eleitores.

Depois da Marcha das Mulheres (#elenão), Maurício Rands foi a um encontro, em Casa Amarela, com grupos de Hip Hop. O bairro da zona Norte do Recife é conhecido como celeiro da cultura popular, abrangente e diversificada, que também é referência da cultura urbana do hip hop. Os artistas queriam ouvir as propostas de Rands para a área, que também foi a Casa Amarela interessado em conhecer as reivindicações do grupo.

Marília Arraes e Teresa Leitão participam de carreata em Caruaru

Aconteceu na manhã deste sábado (29), carreata em apoio às candidaturas de Marília Arraes e Teresa Leitão (PT). Dezenas de pessoas se encontraram em frente ao INSS, onde adesivaram e colocaram bandeiras em carros e motos.

A carreata passou pelos bairros do Salgado, Santa Rosa, Vassoural, São Francisco, entre outros. Nas ruas, muitas pessoas cumprimetaram as candidatas, pediram material de campanha e declararam voto.

“É sempre muito positiva as presenças de Marília e Teresa em Caruaru. São companheiras muito queridas. Agora é dar gás nessa reta final e eleger Teresa Leitão deputada estadual e Marília Arraes deputada federal”, disse o vereador Daniel Finizola (PT).

Jogos da 3ª rodada da Arena Super 7 serão realizados neste domingo (30)

A Arena Super 7 realiza neste domingo (30) a terceira rodada do campeonato. A partir de 10h jogam Itaipava x Caruaru City Master. Às 10h50 se enfrentam Cortela x Petiscaria do Japa. Pizzaria Napolitana x Blog do Mário Flávio é o jogo de 11h40.

A partir de 12h30 jogam XBox 360 x Prepara Cursos. O último jogo da rodada será às 13h20 Insanus x Lenilson FC.