Opinião de Mário – Políticos de Caruaru precisam entender a importância das redes sociais

Um levantamento feito pelo blog revela que alguns dos políticos que têm atuação destacada ou vão disputar um mandato na eleição desse ano precisam rever os conceitos para o uso das redes sociais. A maioria concentra atenções apenas para o Facebook, quando canais importantes de interação com os eleitores, como twitter ou youtube, por exemplo, são deixados de lado, não são atualizados ou simplesmente não existem.

Num ranking elaborado pelo blog a partir da contagem dos seguidores, o destaque vai para a prefeita de Caruaru. Juntando as redes mais populares (Facebook, Twitter, Instagram e Youtube), a tucana Raquel Lyra aparece em primeiro lugar com cerca de 141 mil seguidores, ocupando destaque.

Raquel atualiza diariamente as redes e tem uma quantidade boa de fãs no Facebook, com mais de 97 mil e cerca de 36 mil no Instagram. As demais redes da prefeita são atualizadas, mas não tem o mesmo alcance das duas primeiras. Na segunda posição, está o pré-candidato a deputado federal pelo Partido Novo, João Antônio, neófito na política local. Ele tem cerca de 75 mil seguidores.

João ainda não tem uma fanpage, mas congrega a maioria dos seguidores no Youtube (cerca de 63 mil), por ter um canal voltado para cursos das mais diversas modalidades. Ele compartilha vídeos diários e devido ao trabalho consegue um excelente número de seguidores numa das mídias em mais evolução atualmente, principalmente entre os mais jovens.

Destaque ainda nesse quesito para dois deputados estaduais que buscam a reeleição. O ex-prefeito de Caruaru, Tony Gel, conta com cerca de 51 mil seguidores nas redes sociais, com ênfase maior para Facebook e Twitter, sendo que nessa rede social, ele tem mais de 13 mil seguidores, sendo o campeão no microbolog de fãs.

Laura Gomes vem na sequência com cerca de 50 mil seguidores, com destaque para Facebook e Instagram, mas com falhas em canais como Youtube e Twitter. Os demais políticos ou pré-candidatos de Caruaru estão bem abaixo. O deputado federal Wolney Queiroz, que tem cinco mandatos no Congresso, tem cerca de 33 mil seguidores e o Delegado Lessa, 30 mil. Mas ambos não têm canais no Youtube, por exemplo, ou estão desatualizados.

Os demais vêm com números de seguidores abaixo de 20 mil, sendo figuras expressivas do ativismo político local, como é o caso do ex-prefeito José Queiroz, que comandou a cidade por quatro mandatos e não tem canais no Youtube e twitter. Além do ex-governador João Lyra, que entre os 14 pesquisados, fica na última posição no ranking, com pouco mais de 6 mil seguidores. Os políticos precisam olhar com mais atenção para as redes, já que as campanhas hoje tem na internet um diferencial. #FicaaDica

Eleição no Conselho de Esportes…

A Gerência de Esporte e Lazer realizou nesta segunda-feira (9) o processo eleitoral para a escolha dos representantes do Conselho Municipal de Esporte e Lazer do Município de Caruaru (CMEL) para o biênio 2018/2020. A votação foi realizada entre 08h e 13h, no Ginásio Municipal. Profissionais de Educação Física, representantes de academias, instituições de ensino superior, do paradesporto, atletas, professores e técnicos habilitados compareceram para votar e se registrarem como candidatos.

…Os eleitos

Nesta etapa foram eleitos oito representantes dos segmentos sociais e de entidades para o conselho. O resultado será publicado no Diário Oficial do município e a próxima etapa será aguardar o prazo de seis dias para o recebimento de recursos (de 10.07.2018 à 16.07.2018), para depois divulgar o resultado final da eleição. A Comissão do Processo Eleitoral do CMEL, responsável pela eleição foi composta pelo presidente Elionaldo José da Silva (representante de Instituição de Ensino Superior), pelo primeiro secretário, Júlio César Silva Siqueira (representante de centro de formação de iniciação esportiva privada) e pelo segundo secretário, Maximiliano Tito Martins de Souza (representante de instituição de ensino da educação básica).

Promessa de Armando…

Em reunião com presidentes e conselheiros de clubes de futebol pernambucanos, nesta segunda-feira (9), o pré-candidato a governador Armando Monteiro (PTB) assumiu o compromisso com as principais agremiações de colocar o Governo de Pernambuco à disposição do segmento para criar um programa que resgate a presença dos torcedores nos estádios.

…Sport ausente 

Representantes dos clubes vão apresentar a Armando, em novo encontro, uma série de propostas, com vistas a otimizar o futebol profissional em Pernambuco e incentivar o retorno das torcidas nos estádios. Na reunião, estiveram presentes os presidentes do Santa Cruz, Constantino Júnior; do Náutico, Edno Melo; do Salgueiro, Clebel Cordeiro; além dos conselheiros do Central (Caruaru), Carlos Alberto de Melo; e do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto.
Zé no Senado…

Nesta segunda-feira (09) o ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), concedeu uma entrevista que repercutiu muito no cenário político. Ele confirmou na Rádio Liberdade a pré-candidatura ao senado.

…Bateu em Raquel…
Ainda durante a entrevista a jornalista Glaucia Oliveira, o ex-prefeito Zé Queiroz voltou a dizer que Raquel Lyra é uma prefeita “fraquinha” e que à sua gestão é melancólica. Raquel não dá muita bola para as falas de Zé e diz que o ex-prefeito “precisa aceitar” que ela é a prefeita.
…Bom para Alberes
Se Zé for mesmo confirmado para uma candidatura majoritária, o vereador Alberes Lopes, vai comemorar. Ele espera que Zé peça votos para ele e possa dobrar com Wolney. Só o tempo dirá.
Direita em debate no Panorama 
O atual cenário para a direita no Brasil será o tema do Panorama desta terça-feira (10).  O Programa começa a partir de 13h e você pode ouvir pela Globo FM 89,9, na internet pelo www.globofm89.com.br ou ver pelo https://www.facebook.com/globofmcaruaru/

MPPE recomenda que peça que trata Jesus como Transexual seja reinserida no Festival de Inverno de Garanhuns

Após muita polêmica, o governo de Pernambuco decidiu retirar da grade do Festival de Inverno de Garanhuns a peça “O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu”. Mas a polêmica deve ganhar novos capítulos, já que nesta segunda (9), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) publicou, no Diário Oficial, uma recomendação para que a Secretaria Estadual de Cultura reinclua a peça na programação do 28° FIG.

A apresentação havia sido cancelada no último dia 30, após intensa pressão de setores religiosos do município – inclusive de seu prefeito, Izaías Régis, que se negou a ceder o espaço do Centro Cultural de Garanhuns para que houvesse a encenação.

Ao longo de quatro páginas, o promotor Domingos Sávio Pereira Agra, da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns, historiou todos os detalhes do caso e determinou que o secretário estadual de Cultura, Marcelino Granja, e a presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Márcia Souto, readmitam o espetáculo na grade oficial do FIG e promovam o diálogo com os “eventuais parceiros que mantenham resistência à sua apresentação”, procurando demonstrar o “caráter respeitoso” da obra.

Ele também se dirigiu aos governos de Garanhuns e de Pernambuco, pedindo para que se estimule a tolerância e a luta contra a homofobia, através de campanhas, concursos e outros meios. A recomendação foi assinada em conjunto com a Comissão de Promoção dos Direitos Homoafetivos do MPPE, que está em funcionamento desde 2012.

Presidente da OAB/PE e membros da Ordem em Caruaru se reúnem com secretário para cobrar providências sobre prisão de advogado

O presidente da OAB Pernambuco, Ronnie Preuss Duarte, reuniu-se na manhã desta segunda-feira (09) com o secretário estadual de Defesa Social, Antônio de Pádua, na sede do órgão, no Recife. Na pauta, a entrega dos pedidos de providências da instituição relacionados à prisão ilegal do advogado Sávio Delano Pereira – ocorrida no último dia 5 de julho, em Caruaru –, que também participou do encontro.

No grupo, a Diretoria da OAB-PE (o secretário geral Fernando Ribeiro Lins, a secretaria geral adjunta Ana Luiza Mousinho, a diretora tesoureira Silvia Nogueira e o presidente da Caape, Bruno Baptista), o presidente em exercício da OAB Caruaru, Fernando Santos Júnior, e membros da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP) da OAB-PE.

Também presentes o deputado estadual Rodrigo Novaes e representantes de movimentos de defesa dos direitos humanos.

Ronnie Duarte destacou a preocupação de toda a categoria e mesmo da sociedade com a ocorrência policial. “Não é a primeira vez que algo assim acontece, mas é a primeira dentro dessas circunstâncias de documentação. A OAB Pernambuco entende que há a necessidade de uma atenção destacada por parte da Secretaria de Defesa Social no episódio envolvendo os policiais e o advogado pois há um inegável efeito pedagógico nele. Temos uma preocupação institucional em relação à violência policial em geral e de maneira particular quando atinge um profissional no exercício da atividade advocatícia”, disse.

Segundo o presidente da Ordem no estado, a representação entregue a Antônio de Pádua pede o afastamento dos agentes de segurança envolvidos e a abertura de procedimentos administrativos disciplinares contra eles. Ele antecipou que, devido à violação das prerrogativas e à ofensa à categoria, a OAB Pernambuco realizará em breve um desagravo público em Caruaru. O ato deverá ser acompanhado pelo presidente do Conselho Federal da OAB, Claudio Lamachia, e outros gestores e profissionais da entidade.

Visando ao melhoramento da qualidade do serviço prestado à população, Ronnie Duarte ofereceu a colaboração da OAB-PE no processo de qualificação dos agentes de segurança. “Queremos propor uma iniciativa na área de formação, como a elaboração de uma cartilha, para que a OAB tenha a oportunidade de esclarecer a tropa sobre as prerrogativas da categoria e a forma de se conduzir quando há um incidente ou evento envolvendo um advogado ou advogada no exercício da profissão”, ressaltou.

O advogado Sávio Delano agradeceu o apoio incondicional da OAB Pernambuco tanto nos momentos posteriores à sua prisão como nos desdobramentos do caso. “Quando fiz meu juramento como advogado, me comprometi a defender a Constituição, o Estado Democrático de Direito e as prerrogativas e não abrirei mão disso”, acrescentou.

Na reunião, Antônio de Pádua estava acompanhado da corregedora geral da SDS, Carla Patrícia Cunha. “Informamos à entidade sobre todas as providências já adotadas para a elucidação dos fatos que envolveram recente condução de um advogado por parte da Polícia Militar, na cidade de Caruaru. Ratificamos nossa total disposição para apurar a ocorrência de forma isenta, célere, transparente e amparada na legalidade”, disse o secretário Antonio de Pádua, na ocasião.

Situação do ex-presidente Lula em debate

O vaivém que se tornou a prisão de Lula foi o tema do debate no Panorama Entrevista desta segunda-feira (9). O jornalista Mário Flávio recebeu o professor de Ciência Política da Asces Unita, Marco Aurélio Freire e o advogado especialista em Direito Eleitoral Marcílio Cumaru.

Os desdobramentos da decisão, o que muda com a decisão de manter Lula preso, a politização do judIciário? Tudo isso foi abordado no programa. Segue o link da entrevista:

Empréstimo de R$ 83 milhões na conta da prefeitura de Caruaru, diz prefeito em exercício

O polêmico empréstimo de R$ 83 milhões junto à Caixa já está na conta da prefeitura de Caruaru. De acordo com o prefeito interino os valores seguem bloqueados ainda por questões burocráticas, mas mesmo assim, em breve estará disponível para que a gestão municipal possa investir em infraestrutura. Ainda segundo o tucano, as questões envolvendo Tribunal de Contas e Ministério Público foram resolvidas e em breve os processos licitatórios serão iniciados.

Em junho desse ano, o Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) protocolou uma representação com pedido de medida cautelar, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), para suspender o empréstimo de 83 milhões de reais da Prefeitura de Caruaru com a Caixa Econômica Federal (CEF).

O MPCO alega quatro indícios de irregularidades, que recomendariam, sgeundo o órgão, a suspensão do empréstimo, até uma análise mais aprofundada pelos auditores do TCE.

Fundação Terra oferece 170 vagas em sete cursos gratuitos

A Fundação Terra está com inscrições abertas para formar sete novas turmas em cursos gratuitos de Informática e profissionalizante de Soldagem. No total, a instituição oferece 170 vagas, distribuídas nos turnos da manhã, tarde e noite. As aulas vão acontecer na sede da instituição, em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco.

Para o curso de informática, há seis turmas – cada uma com capacidade para 20 alunos – sendo quatro delas voltadas para o básico, uma de CorelDraw e outra de Excel Avançado. A oportunidade tem duração de quatro meses, com carga horária de 130 horas-aula. O prazo das inscrições segue até o dia 10 de agosto, com início das aulas para o dia 13 do mesmo mês.

Já o profissionalizante de Soldagem tem, ao todo, 50 vagas disponíveis. Há turmas nos turnos da manhã e da tarde, com previsão de início para o dia 20 de agosto. O curso, cuja carga horária é de 290 horas-aula, é promovido em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem (Senai-PE) e a Secretaria de Educação de Pernambuco. As inscrições seguem até esta sexta-feira, dia 13.

Para participar dos cursos de informática, o interessado deve ter acima dos 14 anos de idade e estar cursando a partir do 7º do Ensino Fundamental. Deve comparecer à instituição munido de documentos, como RG, CPF e comprovante de residência; caso não tenha, levar RG e CPF do responsável.

Já para o profissionalizante de Soldagem, o candidato deve ter acima dos 18 anos. É necessário levar, além do RG, CPF e comprovante de residência, o histórico escolar (ficha 19). Ao final da formação, todos os participantes receberão certificados. Mais informações através do site: www.fundacaoterra.org.br.

Carreta tomba e interdita BR-104

Uma carreta carregada de milho tombou na manhã desta segunda-feira (9) na BR-104, no trecho entre Caruaru e Agrestina. O acidente interditou a rodovia e gera um congestionamento para as pessoas que tentam chegar ou sair da Capital do Agreste pelo acesso.

Policiais do Biesp e da Polícia Rodoviária Federal tentam liberar a rodovia.

Jornal das 7 destaca confusão jurídica envolvendo prisão do ex-presidente Lula

No Jornal das 7 desta segunda-feira (9) houve debate sobre a situação do ex-presidente Lula. Diversos especialistas opinaram sobre o tema, que sacudiu o Brasil nesse domingo. No programa, a deputada federal Luciana Santos (PCdoB) falou também sobre a possibilidade de ser a vice na chapa de Paulo Câmara ou compor uma vaga na majoritária. Segue o link com a entrevista:

Artigo – Abstenção não é solução – por Luiz Carlos Borges da Silveira*

A situação política brasileira continua complicada e mesmo sendo ano de eleições majoritárias e proporcionais não há expectativa de melhora a curto prazo, porque não se visualiza efetivo aceno de mudança pela urna, que é o caminho na democracia.

Os brasileiros costumam culpar os políticos pela inadequada condução do país e pelas mazelas existentes. Não deixam de estar certos, porém esquecem – ou não se conscientizam – que também são responsáveis porque é o voto que define quem vai exercer o comando da política e do gerenciamento público. Se os mandatários não se revelam eficientes é evidente que a responsabilidade é também de quem concedeu o mandato através do voto. Todavia, pior do que votar mal é a omissão, pois isso é renegar o direito de cidadania.

É histórica a tendência de o eleitor demonstrar sua insatisfação ou descrença votando em branco, anulando o voto ou simplesmente não comparecendo para votar. Essa tendência, recorrente em épocas de crises políticas, nos últimos tempos tem sido facilitada pelo uso das redes sociais que potencializam a disseminação dessa insatisfação. Antes, o desejo era apenas pessoal, isolado. Agora, com o compartilhamento, a ideia vai agregando pequenos movimentos que se ampliam criando força e adesões. Circulam boatos e ‘correntes’ na internet conclamando os eleitores a não comparecerem à votação, ou se comparecerem que votem em branco ou nulo. O resultado é preocupante.

Recentemente, na eleição suplementar para governador do Estado do Tocantins, no primeiro turno quase metade do eleitorado não optou por nenhuma das candidaturas, a abstenção, somada aos brancos e nulos chegou a quase 50% dos votos. No segundo turno o percentual foi ainda maior, quase 60%, ou seja, o candidato vencedor não alcançou representatividade, não obteve apoio da maioria, foi eleito pela minoria. Outro fato semelhante ocorrido também em eleição suplementar foi para prefeito de Cabo Frio (RJ), o candidato eleito perdeu para os votos brancos e nulos.

Até nas pesquisas eleitorais nota-se essa atitude do eleitor. Semana passada foi divulgada consulta para o pleito presidencial e as intenções de nulos e brancos variaram entre 22% e 35%. Nessa mesma pesquisa nota-se que, faltando pouco mais de três meses para a eleição, 59% dos eleitores não citaram intenção espontânea de votar em algum candidato.

É reflexo do desencantamento do eleitor com a política e por consequência o desinteresse. Entretanto, isso não contribui para melhorar a situação.
Desde que se consolidou o processo de redemocratização, após o regime militar, vem ocorrendo decréscimo no interesse participativo que tivera ponto alto em marcantes campanhas como a das Diretas Já. Parece que o povo se acomodou, acreditando que tudo estava resolvido. Sem movimentos fortes e permanentes a vigilância enfraqueceu e aos poucos cresceu a deterioração dos valores e dos princípios éticos até chegar ao ponto em que estamos.

E não será essa situação revertida senão com atitudes fortes, participação e cobrança. Ignorar o problema ou dele fugir é atitude leniente que só favorece aos maus políticos. O eleitor não pode incorrer no erro de imaginar que votar branco/nulo ou se abster evitará que os maus políticos se elejam, ao contrário, esses mesmo que estão aí se reelegerão ou virão outros de iguais propósitos, pois sabem que o povo está alheio. A resposta é votar, e votar bem, votar em candidatos com propostas sérias, que estejam comprometidos com os anseios populares e revelem responsabilidade cívica para com o país.

Todavia, isso não acontece de repente, não se resolve em cima da hora, na véspera da eleição quando os esquemas já estão armados. Por isto tenho pregado, há muito tempo, a necessidade de efetiva participação em busca da verdadeira renovação, promovendo-se o expurgo da política viciada, alimentada por partidos cuja ideologia são alianças espúrias, interesses pessoais de lideranças negocistas que agregam em suas bases políticos com ideal interesseiro e aético que depois levam esses maus princípios para dentro das instituições. E deve o eleitor ficar atento às siglas que mudam de nome para apagar a imagem corrompida, porém continuam conduzidas com os mesmos questionáveis ideais.

Defendo, também, que é necessário conscientizar e estimular a juventude, despertando-lhe o interesse em participar. Dia destes tomei conhecimento de dados que reforçam essa necessidade. O levantamento revela queda no voto jovem, queda no número de títulos de eleitor expedidos para jovens com idade entre 16 e 18 anos e que até junho deste ano, só 40% dos jovens brasileiros nessa idade haviam tirado título de eleitor. O ingresso espontâneo no sistema eleitoral é normalmente entendido como indicador da vontade de participar politicamente dos rumos do país. A queda representa, portanto, a decisão de retardar esse direito.

É importante transmitir à juventude seu significativo papel político, pois a verdadeira política é um exercício diário, indispensável na democracia. Acredito que a partir do voto seletivo veremos o surgimento de novas lideranças depuradas, sem vícios e sem ideias ultrapassadas.

Portanto, a efetiva mudança política não virá pelo equivocado tipo de protesto que menoscaba o direito do voto; virá, sim, pela valorização do voto e pela decidida participação cidadã. A omissão abre caminho aos oportunistas.

*Luiz Carlos Borges da Silveira é empresário, médico e professor. Foi Ministro da Saúde e Deputado Federal.

MTE interdita serviços de terceirização de empresa que presta serviço a Compesa

Nota oficial:

Em razão do acidente de trabalho ocorrido na data de 03/07/18, na cidade de Caruaru, que levou a óbito um trabalhador, quando trabalhava na limpeza de um POÇO, que faz parte da rede de esgoto, administrada pela Compesa, o MTE/CARUARU, após uma minuciosa análise das condições de trabalho, a que são submetidos os trabalhadores, por ocasião da manutenção e limpeza da rede de esgoto, INTERDITOU, as atividades e serviços, nesses locais, realizados MANUALMENTE por esses trabalhadores.

Dentre as principais razões e motivos que resultaram nessa INTERDIÇÃO, que não foram comprovados, pelo empregador, durante o procedimento de investigação, destacamos o seguinte:

1. Deixar a empresa de garantir a capacitação e treinamento continuados dos trabalhadores, para atividades e serviços em espaços confinados e/ou fechados.

2. Deixar a empresa de proceder a avaliação e controle dos riscos físicos, químicos, biológicos e mecânicos nos espaços confinados.

3. Deixar a empresa de avaliar e controlar a atmosfera nos espaços confinados, inclusive fazendo medições do oxigênio existente no
local, no sentido de verificar se há quantidade suficiente, mantendo em condições aceitáveis e seguras os trabalhadores durante toda a atividade.

4. Deixar a empresa de identificar e fazer o controle dos riscos físicos, químicos e biológicos existentes nos espaços confinados, inclusive identificando a presença de gases nocivos aos seres humanos.

5. Deixar a empresa de avaliar o estado de saúde dos trabalhadores, no sentindo de verificar se estes trabalhadores estão aptos para atividades em espaços confinados.

6. Permitir a execução de atividades em espaços confinados, sem supervisão obrigatória

7. Inexistência de procedimentos operacionais, para que os trabalhadores realizem com segurança as atividades em espaços confinados e/ou fechados.

8. Deixar o empregador de adquirir Equipamentos de Proteção Individual, adequados aos riscos, a exemplo de Máscaras para evitar inalação de gases nocivos a saúde dos trabalhadores.

9. Deixar a empresa de implementar um Programa de Proteção Respiratória, de acordo com os riscos existentes nos espaços confinados e/ou fechados.

Em razão disso, os serviços e atividades na rede de esgotos, realizados manualmente pelos trabalhadores, foram INTERDITADOS, e esta modalidade de trabalho, desde que seja necessária a intervenção direta dos trabalhadores, somente poderá ser realizada, quando forem promovidas as adequações necessárias.

Informa-se ainda, que a fiscalização nas empresas continua em andamento, e pelo descumprimento da legislação trabalhista, que, infelizmente, resultou na morte do jovem trabalhador, estas empresas, contratante e contratada, serão, nos termos legais, responsabilizadas, com autuações e as penalidades previstas em lei.

Sem esquecer dos relatórios que serão enviados às instâncias competentes, para as providências cabíveis.

Francisco Reginaldo
Chefe da Fiscalização do MTE/Caruaru