Tony Gel pode ser nome de consenso para presidir Assembleia

Com a morte de Guilherme Uchoa os deputados discutem nos bastidores um nome para presidir a Assembleia num mandato que que vai até o fim dessa Legislatura. Diante do quadro eleitoral um nome de consenso que circule entre oposição e situação pode pesar na hora da votação.

O caruaruense Tony Gel pode ser o escolhido pelo perfil do político. Tony tinha uma excelente relação com o ex-presidente Guilherme Uchoa, goza de prestígio com o governador Paulo Câmara e tem livre trânsito entre os deputados da oposição.

O político ainda conseguiu estreitar a relação com outros poderes como o Judiciário, OAB e Ministério Público.

OAB Caruaru emite nota e diz que prisão de advogado foi ilegal e afronta à democracia

Nota oficial

A Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção de Caruaru, vem a público manifestar indignação sobre a prisão arbitrária e ilegal do advogado Sávio Delano Vasconcelos Pereira, durante o exercício profissional da advocacia, na tarde desta quinta-feira (5) na cidade de Caruaru/PE.

O advogado vitimado estava no exercício da advocacia acompanhando processo eleitoral do sindicato dos vigilantes, quando foi surpreendido por ação isolada de Policial Militar do Estado de Pernambuco, que proferiu voz de prisão ao advogado alegando um suposto desacato. Na ocasião, o advogado foi encaminhado à delegacia no compartimento engradado da viatura, sem a presença de um representante da OAB, em uma prisão arbitrária, mesmo após ter se identificado como advogado, violando as prerrogativas contidas nos artigos 7º, inciso IV e no parágrafo 3º do Estatuto da Advocacia e da OAB (Lei 8.906/94).

O presidente da OAB Caruaru Felipe Sampaio, que não se encontra na cidade, está acompanhando, à distância, todas as ações realizadas pela OAB Caruaru, que foram conduzidas pelo vice-presidente Fernando Jr( no exercício da presidência) com o apoio da secretãria-geral Newdylande Oliveira e dos conselheiros Elmo Monteiro, Rita de Cássia, Cláudio Cumaru e João Américo, além de todos os demais Conselheiros e Presidentes de comissões que se dirigiram à delegacia para prestar toda a assistência ao advogado diante da violação das prerrogativas, acompanhando todo o procedimento.

A OAB Caruaru, em conjunto com a OAB-PE e o Conselho Federal, tomará todas as medidas judiciais e administrativas contra os responsáveis, na forma e rigor da lei.

Diretoria e Conselho Subseccional da OAB CARUARU.

Cientista político sobre concessões de sindicatos: “PF ataca um dos pontos que sempre foi caixa preta na política”

 O Supremo Tribunal Federal afastou o ministro do Trabalho, Helton Yomura, do cargo, nesta quinta-feira (5), após nova fase da operação Registro Espúrio, da Polícia Federal. A PF investiga uma organização criminosa que atuava na concessão fraudulenta de registros sindicais no Ministério do Trabalho.

Nesta quinta, a PF cumpriu 10 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária, expedidos pelo STF, em Brasília e no Rio de Janeiro.Segundo informações da Procuradoria-Geral da República, os investigados utilizavam rotineiramente os cargos para viabilizar a atuação desta organização criminosa e para solicitar tratamento privilegiado a processos de registros sindicais.

Para o cientista político Valdir Pucci, o Brasil é o país que tem mais sindicatos no mundo e, agora, esta operação vai atacar um dos pontos que, segundo ele, sempre foi uma caixa preta na história da política brasileira, que é a concessão de sindicatos.“Estes sindicatos, na verdade, eram utilizados como fachadas para recebimento de recursos que o ministério dava à estes sindicatos e envolve diretamente a figura hoje do ministério interino do Trabalho, dentro desta perspectiva de conceder autorização para funcionamento de sindicatos em troca de recursos”.

Por meio de uma nota, o advogado do ministro, César Caputo Guimarães, afirmou que, em função das investigações, o ministro está suspenso de suas funções no ministério e todas as medidas jurídicas cabíveis estão sendo adotadas para reverter tal medida, que foi determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O cientista político Valdir Pucci ressalta ainda que a tendência é que o comando da pasta permaneça nas mãos do PTB.“Todos os governos, desde a redemocratização, sempre deram o comando desta pasta à este partido e isso sempre acabou envolvendo problemas. Na verdade, o Mensalão começa com uma denúncia diretamente também envolvendo o Ministério do Trabalho e o PTB. Então, o quê que vai acontecer com o ministério? A tendência atual é que ele, infelizmente, permaneça nas mãos do PTB, sendo uma nova indicação feita pelo partido para o presidente Temer.”

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, ressaltou que vai apoiar às investigações e se houve irregularidade na pasta, caberá aos responsáveis responder à Justiça por seus atos. Por meio de nota, ele disse que a Executiva Nacional do PTB coloca o Ministério do Trabalho à disposição do governo Michel Temer.

Cerca de 18 mil pessoas passam pela Fenearte no segundo dia da feira

​Cerca de 18 mil pessoas circularam pelos corredores da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) nesta quinta-feira (05/07), o segundo dia do evento que segue até o próximo domingo (15). ​Quem passou por lá percebeu que o evento oferece uma rica programação cultural costurada com os mais de 800 espaços que ofertam o melhor do nosso artesanato.

São oficinas, shows, gastronomia, teatrinho infantil, palestras e uma rádio própria que funcionará durante todo o evento. Ao todo, mais de 28 mil pessoas já passaram pela feira nos dois primeiros dias de realização.

No Espaço Interferência Janete Costa, o público conferiu as duas primeiras palestras ministradas por Sonia Quintella, presidente do Conselho da Artesol SP, e pelo design Marcelo Rosenbaum, que abordou a transformação social atuando através da ancestralidade, beleza e sustentabilidade. No corredor reservado aos estandes internacionais, o país sede da Copa, a Rússia, é um dos mais visitados. O item mais vendido são as Matrioskas, bonecas que simbolizam a união das famílias. E tem para todos os bolsos: de R$ 10 a R$ 900.

TRANSMISSÃO DO JOGO DO BRASIL E PROGRAMAÇÃO

Nesta sexta-feira (06), os portões serão abertos ao público às 14h. Às 15h, o jogo da Copa do Mundo Brasil x Bélgica será transmitido em telões no mezanino e na praça de alimentação da feira. As cervejas artesanais do Boteco da Apecerva serão uma atração extra para quem vier assistir a partida. A programação cultural segue às 17h com o Mamulengos Teatro Riso e às 18h no Espaço Interferência Janete Costa receberá a palestra “Design como Processo” de Paula Dib. No palco, a animação fica por conta do Cavalo Marinho Boi Pintado às 17h, do Urso Branco Cangaçá às 18h e do Cavalo Marinho Boi Matuto de Olinda às 20h

Artigo – Advogados unidos e fortes – por João Américo*

Napoleão Bonaparte, que dizia preferir cortar a língua dos advogados a permitir que eles a utilizassem contra o governo.

Pena que esse pensamento com algumas variações persiste.

O Advogado Dr. Sávio Denalo foi conduzido de forma abrupta em um cubículo na parte traseira da viatura vulgarmente conhecida como “camburão”, fez essa caminhada sozinho.

Quem viu o vídeo e tem o mínimo de discernimento, presenciou um trabalhador sendo preso, por está querendo trabalhar, o advogado foi polido, não esboçou reação não foi agressivo, só levantou a voz pedindo que fossem respeitadas suas prerrogativas, mas mesmo assim, foi vítima de uma violência à dignidade da pessoa humana, teve viola a sua imagem, e degradada sua condição social sendo tratado como preso.

Todos os advogados que assistiram o vídeo foram tomados de um misto de indignação, revolta e tristeza, mas esses sentimentos foram substituídos por uma onda de SOLIDARIEDADE com o advogado que teve seu direito de trabalhar violado

O Advogado Dr. Sávio Denalo *não estava só no resto de sua caminhada nesse triste incidente, *
recebeu o apoio de todos Advogados e Advogadas de Caruaru e o *repúdio em relação a atuação policial *. Foi acolhido como um irmão pelos advogados de Caruaru teve o auxílio e proteção do Conselho da OAB Caruaru, da Presidência nas pessoas do Presidente Felipe Sampaio e o Vice Fernando Junior.

Quantos Napoleões a advocacia terá que enfrentar?
Não sabemos, mas pode vir, pois estaremos PREPARADOS e UNIDOS.

*João Américo R. de Freitas. ADVOGADO e CONSELHEIRO DA OAB CARUARU

Caso Herzog, 43 anos de impunidade! O Brasil pede Justiça para crime contra a humanidade

NOTA OFICIAL

O Instituto Vladimir Herzog (IVH) celebra, neste dia histórico, a sentença rigorosa e justa divulgada hoje pela Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), que condena o Estado brasileiro pela falta de investigação, de julgamento e de punição dos responsáveis pela tortura e pelo assassinato do jornalista Vladimir Herzog. A decisão da Corte, extremamente importante para a luta de Memória, Verdade e Justiça no Brasil, reconhece o caráter de crime de lesa-humanidade no assassinato de Vlado, o que o torna um crime imprescritível. Cabe ao Estado brasileiro assumir a sua responsabilidade e dar seguimento às medidas de reparação ordenadas pela CIDH, especialmente a retomada da investigação e do processo penal acerca dos fatos ocorridos em 25 de outubro de 1975. E cabe à sociedade civil cobrar com urgência do Supremo Tribunal Federal (STF) a reinterpretação da Lei de Anistia, confirmando a decisão da Corte de que não é aceitável a impunidade a torturadores e assassinos a serviço do Estado.

A coragem e dedicação da família Herzog, especialmente na figura de Clarice Herzog, que por mais de 40 anos lutou em busca de Justiça para o caso, são fundamentais para esta conquista. A busca incansável por manter viva a história de Vlado transformou – e continua transformando – a história de nosso país. Hoje o Instituto Vladimir Herzog carrega com orgulho a grande responsabilidade de cuidar de sua memória e de levar adiante os valores defendidos por Vlado. O IVH continua em sua luta para que a Justiça seja alcançada e para que todos os casos de graves violações de Direitos Humanos sejam investigados e punidos. É um processo imprescíndivel para que possamos virar esta página sombria de nossa história, que continua a se repetir nas mortes e torturas ainda hoje praticadas por agentes do Estado.

Instituto Vladimir Herzog
05 de julho de 2018