Caruaru terá Semana da Coleta Seletiva

A Lei prevê a realização de palestras, seminários, debates, especialmente realizadas nos estabelecimentos educacionais do município, além de campanha publicitária, distribuição de panfletos informativos, sensibilização dos meios de comunicação e elaboração de Cartilha sobre a importância da Coleta Seletiva e formas de aplicá-la. O texto da Lei aprovada também trata de homenagens a cidadãos/as comprometidos/as com boas práticas de Coleta Seletiva, nos setores público e privado e o envolvimento dos/as cidadãos/as catadores de materiais recicláveis e suas cooperativas.

“Essa é uma importante conquista para a cidade. Vamos poder começar a construir uma cidade que tenha consciência sobre o lixo que produz e, a partir daí, encaminhar alternativas para um sistema de coleta seletiva. Todos os processos de mudanças passam pela educação da população e um passo importante foi dado nesse sentido. Vamos continuar avançando”, disse Daniel Finizola.

Agora, a Lei aprovada pelos/a Vereadores/a segue para que a Prefeita Raquel Lyra possa sancionar. A partir disso, a primeira semana de junho passa a marcar em Caruaru a Semana da Coleta Seletiva.

Conheça o Projeto de Lei: http://sapl.caruaru.pe.leg.br/media/sapl/public/materialegislativa/2017/3107/projeto-de-lei-coleta-seletiva.pdf

Caruaru Shopping estará com horário especial durante os jogos do Brasil

O Caruaru Shopping estará com horário especial durante os jogos da Seleção Brasileira na Copa da Rússia 2018. As lojas fecharão 30 minutos antes e reabrirão 30 minutos depois. As praças de alimentação gourmet funcionarão normalmente, atendendo os torcedores, pois estarão transmitindo as partidas através de telões.

O primeiro jogo do Brasil será realizado no próximo domingo (17), às 15h, e tem como adversário a Suíça. A segunda partida acontecerá na sexta-feira (22), às 9h, contra a Costa Rica. Já terceira será no dia 27, às 15h, contra a Sérvia. Os demais jogos serão marcados, de acordo com o possível avanço da Seleção na competição.

Conheça a biografia do novo presidente do Sindloja

Manoel esteve à frente do Sindloja na gestão de 2004 a 2010, sendo o sucessor do primeiro presidente do sindicato, Paulo Casé (1989-2004). Nas gestões seguintes, de Michel Jean (2010-2014) e Alberes Lopes (2014-2018), ele ocupou a função de diretor financeiro, lidando diretamente com a saúde financeira do sindicato.

A trajetória pública de Manoel Santos é marcada pelo movimento associativista, pois ele tem passagens por várias entidades de classe de Caruaru. Ele foi presidente da Comissão Municipal de Emprego da cidade, presidente e vice-presidente da Associação dos Comerciantes de Material de Construção de Caruaru (Acomac) e conselheiro do Senac.

Atualmente é presidente do Movimento Polo Caruaru (MPC), da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Caruaru (Apac) e diretor da Fecomércio-PE. Ocupa também a função de conselheiro da Câmara Brasileira de Material de Construção da Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Manoel é advogado por formação, tem MBA em administração financeira e é executivo da Cazanova Construção. Ele é caruaruense, casado com a arquiteta Simone Santos e pai de Adolfo, Arthur e Manoela.

Pastor Eurico vai comandar partido que apoia Bolsonaro

O deputado federal pernambucano, Pastor Eurico, em reunião da Executiva Nacional do Patriota, acertou o comando na presidência do partido em Pernambuco, além disso, o parlamentar foi aceito, por unanimidade, no Conselho Consultivo Nacional da legenda.

Com uma carreira política em ascensão, Pastor Eurico viu a votação aumentar de 185.870, em 2010, para 233.762 votos, nas eleições de 2014, tornando-se o segundo deputado federal mais votado do Estado.

Centro Universitário recha parceria para apoiar prefeitura na zona rural

O curso de Engenharia Ambiental, da Asces/Unita, firmou um acordo de parceria com a Prefeitura Municipal de Caruaru, na ocasião os estudantes e docentes do curso atuarão no apoio as atividades desenvolvidas pela Secretaria de Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural – SUDER.

O objetivo do convênio é a promoção de atividades acadêmicas nas áreas ambiental e de sustentabilidade sob a atuação de estudantes e professores do curso de Engenharia Ambiental, visando a capacitação e treinamento de servidores da Prefeitura Municipal de Caruaru e comunidade em geral, além da produção de estudos, relatórios e projetos técnicos. Atualmente quatro estudantes realizam estágio na SUDER “Juntos reorganizaremos o código municipal de meio ambiente, daremos capacitação ao corpo técnico da prefeitura e faremos pesquisa e extensão que contribuam para um ambiente mais equilibrado e a garantia de proteção ao recursos naturais Caruaruenses”, destaca Mariana Cardoso, coordenadora do curso de Engenharia Ambiental.

Fim de semana de guloseimas gigantes em Caruaru

O terceiro final de semana das comidas gigantes do São João de Caruaru será de muita animação. Neste sábado (16) e domingo (17), quatro comidas típicas prometem trazer muito forró e animação para a população que estará presente para degustar as iguarias. A Festa da Polenta ocorrerá na Avenida São José, no bairro São Francisco, a partir das 16h. A guloseima é preparada com 30 quilos de fubá, 20 quilos de queijo coalho e 30 quilos de peito de frango. O evento terá um palco com atrações artísticas, que são: Edjailson da Caru Forró, Trio Pé de Serra Chamego Bom e Banda Torpedo.

Dando continuidade à noite de degustação, a Tapioca Gigante já é tradição no bairro das Rendeiras e começará a partir das 18h. Em sua décima edição, cerca de 4 mil pessoas degustarão mais de 300 quilos de tapioca, que leva em sua preparação leite, goma, coco ralado e leite condensado. Além disso, a população contará com a apresentação de artistas musicais e quadrilhas.

O Bolo de Rolo Gigante receberá os forrozeiros na Rua Barão de Caruaru, no bairro do Salgado, a partir das 20h. A guloseima terá mais de 30 metros de comprimento, com apresentações de bandas, quadrilhas e grupos de dança. “Os moradores abraçaram a festa, decoram a rua e ajudam na preparação. São seis pessoas envolvidas na cozinha para colocar o bolo no forno. Este ano, terceira edição da festa, a gente espera receber umas três ou quatro mil pessoas”, explica o organizador Adalberto Fausto.

No domingo (17), é a vez do Maior Assado de Milho do Mundo. Entrando em sua décima edição, os moradores da rua Rua Coelho Neto, localizada no bairro Santa Rosa, preparam a festa e aguardam a presença de muitas pessoas para, além de se deliciarem com a guloseima, dançarem muito forró.

Alberes e Capital Nordestina no Café, Forró e Política

Os jornalistas Mário Flávio e Lael Arruda bateram um papo com o vereador e pré-candidato a deputado estadual Alberes Lopes (PSC). Ele disse que segue fiel ao ex-prefeito José Queiroz e fez críticas a gestão da atual prefeita Raquel Lyra. Na parte cultural, a banda Capital Nordestina tocou vários sucessos que estão embalando o São João 2018. Segue abaixo o link com o programa que foi realizado no Armazém Cultural:

Atlas da Violência revela que Caruaru foi o terceiro município mais violento do Estado em 2016

Taxa de homicídios em Caruaru foi de 68,2 por grupo de 100 mil habitantes

Um mapeamento das mortes violentas no Brasil constatou que 50% delas ocorreram em apenas 123 municípios, o equivalente a 2,2% do total de municípios brasileiros. É o que mostra a pesquisa Atlas da Violência 2018 – Políticas Públicas e Retratos dos Municípios Brasileiros, lançada nesta sexta-feira, 15, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O estudo traz a relação dos municípios mais e menos violentos do Brasil. Foram analisados 309 municípios, ou seja, todos aqueles que tinham mais de 100 mil habitantes em 2016. Os três mais pacíficos, segundo o Atlas da Violência 2018, são: Brusque (SC), Atibaia (SP) e Jaraguá do Sul (SC). Os três mais violentos são: Queimados (RJ), Eunápolis (BA) e Simões Filho (BA). A situação em Caruaru não é boa.

De acordo com o estudo, a cidade foi a 3ª mais violenta do estado no ano passado, ficando atrás apenas do Recife e Jaboatão, com uma taxa de 68,2 homicídios por 100 mil habitantes, ficando entre as 123 mais violentas do Brasil. Comparando com 2015, quando 109 municípios respondiam por metade das mortes violentas no país, percebeu-se um aumento no número de municípios que respondem por essa fatia. Isso, certamente, é parte de um processo em curso, desde meados dos anos 2000, quando tem-se observado um espraiamento do crime para cidades menores.

Dados chamam atenção para a vulnerabilidade da população de Caruaru. Segundo o IPEA, 57% das crianças estão vulneráveis à pobreza e 28% são pobres, mostrando pouca perspectiva de futuro. A taxa de desocupação entre os jovens também preocupa, com 19% na faixa entre 15 e 17 anos e 12,5% entre 18 a 24 anos e 13% da população não estuda e nem trabalha.