Marina terá agenda em Pernambuco nesta quarta (13)

A ex-senadora Marina Silva, pré-candidata à Presidência da República pela Rede Sustentabilidade, desembarca no Recife, nesta quarta-feira (13), para agenda de dois dias no estado. De acordo com Clécio Araújo, porta-voz da REDE em Pernambuco, a presidenciável irá participar, a partir das 19 horas, de uma plenária com os filiados do partido e com simpatizantes de sua candidatura, no auditório da torre 1 do Shopping RioMar.

Na quinta-feira (14), pela manhã, a ex-senadora participará de programas locais de rádio e, às 18h, concederá entrevista coletiva à imprensa, no Hotel Jangadeiro, em Boa Viagem. Marina fecha a programação, participando do lançamento da pré-candidatura do pastor Jairinho Silva ao Senado, às 19 horas, também no Hotel Jangadeiro.

Os pré-candidatos da REDE ao Governo Estadual, Júlio Lóssio, e ao Senado, Jairinho Silva e Antonio Souza, acompanharão Marina Silva em sua agenda no estado.

Festas juninas em cidades do Agreste são alvos de recomendações do MPPE

Os municípios de Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho e Capoeiras e a Polícia Militar de Pernambuco firmaram termos de ajustamento de conduta (TACs) perante o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) com o objetivo de ordenar a realização de suas festividades de São João. Em Santa Maria do Cambucá, as festividades ocorrerão nos dias 12, 23 e 28 de junho; em Capoeiras no dia 13 de junho; já em Frei Miguelinho, o evento ocorre em 1º de julho.

Os TACs foram firmados perante a promotora de Justiça Wanessa Kelly Almeida Silva, para as duas primeiras cidades, e perante o promotor Reus Alexandre do Amaral, no caso de Capoeiras.

Nas três cidades, as gestões municipais se comprometeram a providenciar ou exigir dos organizadores dos eventos alvará do Corpo de Bombeiros atestando a segurança das estruturas de palco, camarotes e arquibancadas. Além disso, os organizadores devem disponibilizar banheiros públicos, sendo um masculino e um feminino para cada 100 pessoas; fiscalizar a venda de bebidas alcoólicas, a fim de coibir a venda para crianças e adolescentes; providenciar a limpeza do local do evento após o término das apresentações musicais; e escalar fiscais para atuar na organização da festividade.

Além disso, o município de Capoeiras assumiu o compromisso de ativar o Conselho Tutelar durante a realização da festividade, assegurar o transporte dos policiais militares oriundos do 9º Batalhão, em Garanhuns, que serão deslocados até Capoeiras, bem como garantir a presença de uma ambulância, com equipe qualificada para prestar os primeiros socorros e a fazer remoção de acidentados para unidades de saúde.

Já a Polícia Militar se dispôs, por meio do comandante do 22º Batalhão (para Santa Maria do Cambucá e Frei Miguelinho), primeiro-tenente Adilson Alves, e pelo comandante do Pelotão de Capoeiras, sargento José Márcio Brandão, a disponibilizar toda a estrutura operacional necessária à segurança do evento, incluindo o planejamento e execução das ações de policiamento ostensivo. Outras medidas que serão adotadas pela Polícia são auxiliar os organizadores do evento na fiscalização do uso de vasilhames plásticos para a venda de bebidas; proibir o uso de equipamentos sonoros por bares, restaurantes e veículos que causem poluição sonora após o encerramento das festividades; e prestar segurança nos polos de animação e outros pontos de concentração popular nas cidades, mesmo depois do fim dos shows.

Em caso de descumprimento das medidas acordadas nos TACs, os compromissários estão sujeitos a multa de R$ 20 mil.

Novo presidente do Sindloja será conhecido nesta terça-feira (12)

A apuração da eleição para diretoria do Sindloja, será retomada nesta terça-feira (12) em Caruaru. A eleição teve alguns pedidos de impugnação de votos na última semana. O adiamento foi decidido pela comissão eleitoral formada por advogados da OAB.

Na disputa, os empresários Marcílio Sales, candidato da chapa “Transparência e Compromisso”, e Manoel Santos, chapa “O Sindloja é você”. Esta é a primeira vez na história do Sindloja que houve bate-chapa.

MPPE recomenda que prefeito de Santa Cruz do Capibaribe evite gastos com festas juninas e aplique dinheiro na saúde

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson de Souza Vieira, que não aplique a quantia de R$ 3,5 milhões para promover festejos juninos, enquanto faltam medicamentos, especialistas médicos e um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) no município.

“Conforme a Constituição Federal, é dever da gestão municipal prover à população o mínimo existencial para uma vida digna, neste caso, um funcionamento digno e adequado da rede municipal de saúde”, diz o MPPE.

Sendo assim, o Ministério Público recomendou que o prefeito se abstenha de aplicar os recursos na festa do São João da Moda. Em vez de direcionar os recursos para festividade, a gestão municipal deve regularizar o fornecimento de insumos médicos e medicamentos nos postos de saúde da cidade, como, também, retomar as obras do CAPS que estão paralisadas. O prefeito deve ainda dar prosseguimento ao concurso público (Edital nº 01/2017) para contratação de médicos, suprindo a demanda de atendimento especializado na rede municipal.

Entre os dias 16 e 29 de junho está previsto para acontecer a sexta edição da festividade São João da Moda. A festa contará com atrações musicais amplamente conhecidas do grande público. De acordo com o apurado pelo Ministério Público, este evento custará R$ 3,5 milhões aos cofres municipais, mostrando-se incompatível com a realidade financeira de dificuldades, que a gestão do município alega passar.

A 1ª Promotoria de Justiça Cível de Santa Cruz do Capibaribe já instaurou diversos procedimentos extrajudiciais que investigavam a falta de diversos medicamentos nos postos de saúde da cidade e de insumos médicos, como: gazes, esparadrapos e sondas. Também foi apurado que as marcações de consultas médicas estão prejudicadas, em razão da ausência de especialistas, como por exemplo, médico reumatologista.

Outro problema que a falta de recursos traz à rede municipal é a suspensão das obras do CAPS Álcool e Drogas, instrumento de fundamental para atender dependentes de álcool e drogas dentro das diretrizes determinadas pelo Ministério da Saúde. A construção tinha previsão de encerrar as obras em 9 de julho de 2017, entretanto, a obra está paralisada.

A gestão municipal tem prazo de 20 dias para implementar as medidas recomendadas, informando mediante ofício a 1ª Promotoria de Justiça Cível de Santa Cruz do Capibaribe as providências adotadas, a fim de evitar a adoção de providências judiciais e extrajudiciais cabíveis.

Laura Gomes comemora diminuição do rodízio de água em Caruaru

A diminuição no racionamento de água em Caruaru, no Agreste do Estado, mereceu registro da deputada Laura Gomes (PSB) no Pequeno Expediente desta segunda (11). Segundo a parlamentar, o rodízio – que era de cinco dias com e 20 dias sem água – vai ter o tempo sem abastecimento reduzido pela metade, passando para 10 dias.

“É uma redução significativa no racionamento, considerando que estamos na pior crise hídrica dos últimos 50 anos”, avaliou a socialista. “Essa medida só foi possível porque estamos tendo um inverno muito bom e porque o governador Paulo Câmara buscou alternativas para a escassez causada pelos sete anos de seca, trazendo a água do sistema Pirangi para a Adutora do Prata”, ressaltou.

“Somando essa ação com a criação da Adutora do Agreste e do Serro Azul, Paulo Câmara passará para história como alguém que criou soluções duradouras para a questão hídrica em Pernambuco, assim como fez Miguel Arraes em relação à eletrificação rural”, declarou.

Odacy Amorim defende pré-candidatura de Lula à Presidência

O deputado Odacy Amorim (PT) repercutiu, em discurso na Reunião Plenária desta segunda (11), o lançamento da pré-candidatura de Lula à Presidência da República, anunciado pelo Partido dos Trabalhadores na última sexta (8). Na avaliação do parlamentar, que entende a prisão do ex-presidente como política, a solução para as crises enfrentadas atualmente pelo País “passa pela legitimidade das urnas”.

“Aqueles que acreditavam que o ex-presidente ia desaparecer do imaginário do povo já percebem que isso não vai ocorrer. Lula é a solução para a política do Brasil”, avaliou. Amorim disse, ainda, observar o crescimento do radicalismo e da desesperança entre os eleitores brasileiros. “O Poder Judiciário é muito importante para a democracia e não podemos atacá-lo. No entanto, o julgamento fundamental de Lula deve ser feito pelo voto”, opinou.

O deputado também comentou a participação dele na formatura de 278 novos bombeiros militares pela manhã. O petista compôs a mesa de autoridades, presidida pelo governador Paulo Câmara. “Não tem nada a ver com política eleitoral. Defendo que política boa é a que traz resultados para a sociedade e, por isso, os políticos têm que ter capacidade de reconhecer os acertos dos outros”, afirmou.

PTB confirma nome de Armando como pré-candidato ao governo de Pernambuco

O senador Armando Monteiro, pré-candidato ao governo pelo PTB, falou sobre o lançamento do nome dele e agradeceu aos ex-governadores presentes ao evento. Ele disse que esses nomes reforçam a importância de um projeto novo para o estado.

“Assumo o compromisso de comandar essa frente, saudando a todos os ex-governadores que estão aqui. Roberto Magalhães, Joaquim Francisco, João Lyra e Gustavo Krause. A todos tenho o mais sincero agradecimento, que representa o aval desse projeto, que vai reconstruir Pernambuco”, disse.

Ele ainda citou o senador Fernando Bezerra Coelho, que não pôde disputar a eleição devido ao impasse no MDB. “Sei que você pretendeu comandar esse projeto, mas as consequências não permitiram nesse momento. Mas digo a você que nesse momento, a sua participação será de extrema importância e se tivermos a sua energia, temos a certeza que esse projeto terá êxito”, pontuou.

Não sobraram críticas ao governador Paulo Câmara, adversário de Armando em 2014 e que vai disputar com ele mais uma vez o pleito. “Pernambuco perdeu protagonismo no plano nacional e todos já relataram aqui, mas não vou ficar apontando todos esses problemas, Eu vim aqui falar do futuro. Precisamos convocar os pernambucanos lá fora e possamos nos juntar para recuperar Pernambuco. O estado andou de lado e não parou porque o povo não permitiu e não se rendeu, apesar da falta de governo. Para esse pernambucano que não perdeu a crença, é que vamos lançar esse projeto”, disse.

Por fim, Armando elogiou Mendonça Filho e disse que esperar por uma grande campanha ao longo dos próximos meses. “Me honra percorrer Pernambuco ao seu lado Mendonça. Teremos uma grande senador e precisamos andar juntos para encontrar a melhor maneira de Pernambuco se reencontrar. Vamos dialogar com todos os setores da sociedade, para que possamos superar essa quadra tão desafiadora”, garante.

FBC: “Temos a maior frente política que uma oposição já formou na história”

O senador Fernando Bezerra Coelho falou na sequência e não poupou críticas ao governador Paulo Câmara. Ele disse que o momento é de mudanças e que o estado precisa voltar a ser protagonista no Nordeste, o que perdeu, segundo ele, na gestão de Paulo Câmara.

“Nunca vi nada igual como o momento que estamos vivendo agora em nosso estado. Andei em várias regiões do estado e em todos os locais a gente ouve os relatos dos pernambucanos. Pernambuco é o campeão em desemprego no estado. Temos um Pacto Pela Vida destruído, com uma juventude preta condenada a morrer. O estado se apequenou.

Bezerra Coelho citou ainda que queria disputar o governo, mas não foi para disputa. Ele evitou falar da situação do PMDB, mas valorizou o nome de Armando para comandar a frente da oposição.

“Queria estar jogando em outra posição, mas estou com os sentimento de mudança e trago um nome que vai conseguir unir a todos. Essa eleição é como se fosse a minha eleição. Não será tempo fácil, mas você, Armando, está sendo convocado para o momento mais delicado da história. Mas o nosso povo é generoso e a nossa gente sabe que chegou a hora de restaurar a autoridade da figura do governador de Pernambuco. Você é o mais preparado da nossa geração para ser governador”, disse.

Mendonça: “Há um desejo, uma vontade clara de mudança”

O deputado federal e pré-candidato ao senado destacou como a oposição chegou ao nome dele para o senado. De acordo com ele, as vaidades foram deixadas de lado e o desafio maior foi ter uma discussão aberta e franca com um debate para chegar a nomes que, de acordo com ele, reunissem confiança junto ao povo.

“Há um desejo, uma vontade clara de mudança”, disse. Ele citou ainda a presença dos ex-governadores presentes para apoiar os nomes que estão seno apresentados junto aos eleitores. “Pernambuco perdeu protagonismo, perdeu força, pelo simples fato de não termos um líder a frente do governo do estado”, disse.

Na sequência, ele apresentou o nome de Armando Monteiro para disputar o governo.

Oposição lança o nome de Mendonça Filho para o senado

O deputado federal e presidente do PSDB de Pernambuco, Bruno Araújo, foi o primeiro a falar no lançamento da candidatura das oposições ao governo de Pernambuco. Ele lançou o nome do deputado federal Mendonça Filho para disputar a eleição ao senado. O nome já era esperado e Araújo apresentou o nome de Mendonça com o currículo dele na política.