Queiroz: “A afirmação de prejuízo de 22 milhões de reais é absolutamente infundada”

Nota à imprensa

Quanto ao noticiado pela imprensa sobre possíveis impropriedades em compensações previdenciárias, temos a esclarecer o seguinte:

1- No início da gestão, no Exercício de 2009, na tentativa de recuperar créditos do Município perante a Receita Federal, contratou-se escritório de advocacia com tal finalidade;

2- Após realização do levantamento do créditos e a sua compensação, a Receita Federal entendeu que as mesmas eram indevidas;

3- Imediatamente, a Administração adotou providências no sentido de regularizar-se perante a Receita Federal, mantendo a certidão de regularidade durante toda a gestão;

4- Paralelamente, a Administração ingressou em tempo hábil com ações contra os escritórios de advocacia para reparar eventual dano causado, que ainda se encontram pendentes de apreciação judicial.

5- O assunto questionado já foi tratado pelo Ministério Público Federal e pela Justiça Federal. Esta última entendeu que não havia mais interesse da União, pois a situação já havia sido regularizada;

6- Ainda assim, o Ministério Público do Estado – MPE e agora o Ministério Público de Contas – MPCO entendeu de promover os mesmos questionamentos;

7- A afirmação de prejuízo de 22 milhões de reais é absolutamente infundada, visto que os autos de infração ainda permanecem sendo questionados judicialmente e já houve uma redução de 50% na multa, por parte do TRF-5, ainda podendo ser integralmente anulada pelo Poder Judiciário;

8-Por fim, o assunto não é novo: desde 2015 que existe uma ação tramitando sobre esta questão. A extemporaneidade dessa iniciativa causa estranheza, especialmente quando ocorrida no contexto das eleições.

Ações da Petrobras sobem 6,93% no primeiro dia sem Pedro Parente

No primeiro pregão após a saída de Pedro Parente do comando da Petrobras, as ações estatal abririam o dia com valorização de mais de 6%. Na sexta-feira (1), a renúncia de Pedro Parente havia a derrubado os papéis da empresa, que se recuperou nesta segunda-feira (4). Às 10h20, as ações preferenciais da petrolífera na Bovespa registravam alta de 6,93%.

Agora, sob o comando de Ivan Monteiro, diretor-executivo da área financeira e de relacionamento com investidores, a estatal ajuda a elevar o índice da Bolsa brasileira, que também, até às 10h20, operava em alta de 1,5%, aos 78.447 pontos.

A troca no comando da estatal acontece em meio a críticas à política de preços de combustíveis da empresa, que culminou na greve de caminhoneiros e petroleiros, causando uma séria crise de abastecimento por todo o país. Em ano eleitoral, o assunto virou pauta entre os presidenciáveis. Três dos quatro pré-candidatos mais bem colocados na última pesquisa de intenção de voto CNT/MDA divulgada em maio comentaram a troca de comando na estatal.

Presidenciável pelo PDT, Ciro Gomes criticou a gestão de Pedro Parente. Para ele, o ex-presidente da Petrobras colocava o interesse do mercado acima do interesse nacional.

“No meio de uma crise extraordinariamente grave como a que nós vivemos recentemente pela greve dos caminhoneiros, dos petroleiros e o desabastecimento que mexeu com a vida de todo mundo, o cidadão ainda tem o desplante, o despudor de aumentar a gasolina em quase 1%, apenas em um dia, no meio da crise. Essa falta de respeito é uma política do PSDB. É uma política que quer valorizar o financismo, que quer valorizar a especulação financeira em detrimento seja de qual interesse for, especialmente do interesse popular e do interesse nacional brasileiro”.

Ex-ministro da Fazenda no governo Itamar Franco, Ciro Gomes também disse que, caso eleito, trocará a política de preços da estatal.

“É preciso exigir que a política de preços que ele impôs seja trocada. E ela não pode ser trocada por nada de demagogia. Apenas o seguinte: hoje, eles estão transferindo o preço do barril de petróleo da especulação estrangeira para dentro do Brasil, quando o custo da Petrobras é muitas vezes menor que o custo do petróleo lá fora”.

Pré-candidato pelo PSDB, Geraldo Alckmin disse, no Twitter, que é preciso preservar os avanços alcançados pela gestão de Parente na empresa. “O importante nesse momento é não desperdiçar o trabalho de recuperação da Petrobras”.

Com a saída de Pedro Parente, o importante nesse momento é não desperdiçar o trabalho de recuperação da Petrobras. Precisamos definir uma política de preços de combustíveis que, preservando a empresa, proteja os consumidores.

— Geraldo Alckmin (@geraldoalckmin) 1 de junho de 2018

Também no Twitter, Marina Silva, da Rede escreveu que “apesar de ter feito uma gestão bem avaliada pelo mercado”, falou sensibilidade a Pedro Parente “ao repassar o aumento do preço do combustível direto ao consumidor”.

Tudo é feito de afogadilho, ao sabor de circunstâncias, sem planejamento, sem reflexão e principalmente sem legitimidade. A saída de Pedro Parente revela, assim, as dificuldades desse governo apresentar soluções efetivas e sólidas para a crise que vive o país.

— Marina Silva (@MarinaSilva) 1 de junho de 2018

Cristina Amaral lança DVD em Caruaru e fala com exclusividade ao Blog

A cantora Cristina Amaral é atração do São João de Caruaru no próximo dia 24 de junho, com apresentação no Pátio do Forró. Mas a artista vem à cidade já nesta terça-feira (5) para lançamento do seu DVD “Minha Voz, Minha Vida”. A obra traz participações de Lucy Alves, Genival Lacerda, Jorge de Altinho, Lia Sophia, entre outros artistas. O evento será no Caruaru Shopping, a partir das 18h, e conta com um pocket show da artista.

Cristina Amaral conversou, ao vivo, pelo Instagram do Blog (@blogdomarioflaviooficial) com o jornalista Lael Arruda e falou da expectativa de se apresentar no São João da Capital do Forró. “Caruaru é tradição, e toda tradição é importante. Fico feliz e orgulhosa em fazer parte dessa história”, disse a forrozeira.

A entrevista completa segue disponível no Instagram @blogdomarioflaviooficial.

Fernando Rodolfo deve disputar eleição para deputado federal

O Jornalista Fernando Rodolfo, apresentador da Tv Jornal Caruaru, deve disputar a eleição para deputado federal. Ele está filiado desde abril ao PHS na cidade de Garanhuns.

O jornalista pode disputar a eleição para deputado federal e dobrar com o delegado Lessa, que vai disputar a eleição para a Alepe.

Na semana da greve dos caminhoneiros, um vídeo com Fernando Rodolfo fazendo críticas ao secretário Márcio Steffane viralizou. Antes da Tv Jornal Caruaru ele atuava no programa Conexão Repórter, ancorado por Roberto Cabrini.

Ele disse que avalia a situação e nos próximos dias vai decidir se entra na disputa.

São João recebe exposição Cores da Terra

Teve abertura na noite do último sábado (02) a exposição coletiva Cores da Terra, no galpão da Estação Ferroviária. O projeto foi aprovado pela Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, via edital municipal, e tem coordenação geral e expografia do artista plástico Humberto Botão, proponente do projeto, com apoio da Associação dos Artistas Plásticos de Caruaru (AAPC). A mostra traz uma seleção de obras que possibilita passear por vários momentos da arte. Ao todo são 16 artistas expositores e 31 obras nos suportes de pinturas, esculturas e instalações, com curadoria da recifense Morgana Maria Brandão.

“Essa é uma exposição com uma vasta mistura de cores, talentos e expressões formando uma paleta diversificada e única, mas ao mesmo tempo harmônica, por trazer em uníssono o amor à cidade de Caruaru”, destaca Brandão.

Essa é a primeira vez, em 18 anos, que a mostra é organizada pela própria categoria, possibilitando autonomia e fortalecimento da categoria. “O projeto foi pensado para proporcionar um ambiente que dignifique a obra e o artista, possibilitando uma relação qualitativa obra-artista-visitante. Buscamos oferecer aos artistas locais uma estrutura digna de uma exposição de artes plásticas em qualquer parte do país, que respeite criação e criador”, afirma Humberto Botão.

Além da exposição, o projeto contempla a realização de duas rodas de diálogo e formação. A primeira delas foi realizada na tarde do sábado (02), com moderação da curadora Morgana Brandão, que desenvolveu conversa sobre a arte contemporânea.  A segunda delas, com data a definir, contará com participação de um artesão local, dialogando sobre a cultura caruaruense do barro. Considerando a descentralização dos festejos juninos, o projeto também abarca a ação Pintando o São João, que prevê a intervenção de um artista plástico em um dos polos descentralizado, no dia 24 de junho, retratando o evento.

“Cores da Terra busca contribuir com o fortalecimento, fomento e incentivo da categoria, proporcionando formação e troca de saberes entre artistas. É aberto, também, para qualquer cidadão ou cidadã com interesse no tema, construindo uma cultura de empoderamento e valoração artística”, conclui o coordenador.

Exposição Cores da Terra

Coordenação Geral: Humberto Botão

Curadoria: Morgana Maria Bradão

Produção: Regina Lúcia

Expografia: Humberto Botão

Montagem: Wellington Barros, Josélito Vasconcelos, Marcus Firmo

Fotografia das obras: Wilson filho

Monitores: Wellington Barros, Rose Medeiros, Sâmara Camilla.

Manutenção: Silvânia Maria

Expositores:

Enoque Santos

Glauber Fábio

Hector Luiz

Humberto Botão

J. E Ramos

Jorge Souza

Josélito Vasconcelos

Lammech

Marcio Ferreira

MarcusFirmo

Marluce Barbosa

Michele Giaretta

Petrus Pessoa

Regina Lúcia

Shivo Araújo

Zenilda Bezerra

Correios não enviam representante e audiência é cancelada na Câmara de Caruaru

A audiência pública que estava marcada para esta segunda-feira (04), na Câmara Municipal de Caruaru, e iria debater sobre o serviço prestado pelos Correios em Caruaru foi cancelada.

Órgãos como Ministério Público, Prefeitura de Caruaru e Procon estavam confirmados. Contudo, os Correios não conseguiram enviar representante para participar da audiência por causa da organização interna de correspondências em atraso, devido à greve dos caminhoneiros ocorrida na última semana.

Uma nova data da audiência será divulgada em breve.

MPCO pede que José Queiroz devolva R$ 22 milhões aos cofres públicos

Do Blog de Jamildo

O Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) pediu a condenação do ex-prefeito José Queiroz (PDT) e a devolução de R$ 22 milhões pelo ex-gestor aos cofres públicos por débitos decorrentes de compensações previdenciárias consideradas como indevidas pela Receita Federal, durante a sua gestão à frente da Prefeitura de Caruaru (2008-2016).

Segundo o parecer do MPCO, a gestão de José Queiroz realizou dois contratos, sem licitação, com os escritórios de advocacia Bernardo Vidal Consultoria e Monteiro e Monteiro Advogados Associados, para auxiliar em compensações de supostos recursos que a prefeitura teria a receber da Receita Federal. A Receita, porém, considerou os procedimentos indevidos, aplicando uma multa de R$ 22 milhões à administração do município. Valor que vem sendo pago pela atual gestão da prefeita Raquel Lyra (PSDB), adversária política de Queiroz.

“O prefeito assinou os contratos, homologou a inexigibilidade que era indevida e ainda descuidou do seu dever de vigilância sobre assuntos importantes da Administração, como o presente, um débito para o Município de quase 22 milhões de reais. Já a responsabilidade do ex-secretário é ainda maior, pois o contrato previa a obrigação do mesmo em fiscalizar a execução do contrato, bem como ser a autoridade para informar o cumprimento do contrato, o que não foi feito”, aponta parecer do procurador do MPCO Cristiano Pimentel.

O pedido de condenação, feito no dia 14 de maio em processo de auditoria especial, aguarda julgamento na Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Auditores do TCE consideraram a dispensa de licitação para contratação dos escritórios indevida e que os ex-gestores não comprovaram a prestação dos serviços contratados. Eles apontaram ainda que a gestão de José Queiroz fez o pagamento de R$ 2 milhões em honorários, antes da homologação pela Receita Federal do procedimento de compensação.

“A gestão municipal anterior não adotou qualquer providência contra as irregularidades praticadas pelos escritórios contratados, só iniciando algumas medidas após começarem os trabalhos de fiscalização pela equipe de auditoria do Tribunal de Contas”, diz o MPCO.

Os contratos também são alvos de um inquérito aberto pelo Ministério Público do Estado (MPPE), no dia 29 de maio. O promotor encaminhou cópia da investigação à Central de Inquéritos para “providências de ordem criminal” e também pediu ao presidente do TCE a cópia integral da auditoria movida pelo tribunal.

Segundo o despacho de abertura do inquérito (IC 008/2018), serão analisados os contratos 232/2009 e 116/2010, por inexigibilidades licitatórias, para realizarem compensações previdenciárias indevidas, segundo a Receita Federal. O MPPE também menciona o suposto prejuízo de R$ 22 milhões.

Além do ex-prefeito, o MPCO pediu a condenação de dois ex-secretários da gestão de José Queiroz e os dois escritórios de advocacia, além do ressarcimento aos cofres públicos. No total, são apontados 11 responsáveis entre pessoas físicas e jurídicas.

Programa Café, Forró e Política tem novo dia de exibição

O programa de entrevistas Café, Forró e Política, que estreou no último sábado com a participação do cantor Valdir Santos, passará a ser exibido toda quinta e sexta do mês de junho, ao vivo, no Facebook do Blog do Mário Flávio, direto do Armazém Cultural. “Por uma questão de melhor logística para os nossos entrevistados optamos por transferir o programa da segunda-feira para a quinta-feira. Nossos encontros serão, portanto, nas quintas e sextas, às 17h. O programa acaba servindo de ‘esquenta’ para a festa que retoma os shows da semana nas quintas. O que torna o novo dia de exibição mais interessante para o nosso espectador também”, explica Mário Flávio, editor do Blog.

Com a proposta de levar os bastidores da política e da cultura do São João ao ar, o Café, Forró e Política terá sempre convidados dessas áreas. O internauta pode conhecer antecipadamente quem será entrevistado pelos jornalistas Mário Flávio e Lael Arruda, por meio do aplicativo para celular. A ferramenta foi desenvolvida por alunos da Escola Técnica Estadual Fernando Lyra, e pode ser baixada pelos links a seguir:

Android:

https://play.google.com/store/apps/details…

iOS:

http://app.vc/cafeforropolitica

Domingo de Forró autêntico no Pátio

O primeiro fim de semana de shows, em Caruaru, finalizou com muito forró tradicional para o publicou que foi até o Parque de Eventos Luiz Gonzaga, neste domingo (03), conferir os shows de Didi Caruaru, Chambinho do Acordeon, Alcymar Monteiro e Geraldo Azevedo.

Quem abriu a noite foi Didi Caruaru que fez uma bonita apresentação com o autêntico forró e abrilhantou seu show com a participação da quadrilha Molecodrilha. “É uma honra participar dessa festa que reúne tantos artistas, uma mistura de ritmos, mas que eu sempre faço questão de levar para o público o forró tradicional para que Luiz Gonzaga não seja nunca esquecido”, disse o cantor.

A segunda atração a subir ao palco do Pátio do Forró foi Chambinho do Acordeon. Com um show cheio de cultura e tradição. Ele mostrou que, mesmo nascendo em São Paulo, suas raízes são nordestinas. “Estou muito feliz e emocionado em cantar em Caruaru. Meus trabalhos sempre tiveram inspiração no Mestre Camarão e estou me sentindo em uma Copa do Mundo tamanha é a grandiosidade deste evento”, relatou.

O cantor Alcymar Monteiro, que tem mais de trinta anos de carreira, foi a terceira atração da noite. Ele trouxe para os caruaruenses uma mistura de seus grandes sucessos com músicas dos novos trabalhos. Entre as músicas mais cantadas pelo público estiveram “Rosa dos Ventos”, “Ela nem olhou para mim” e “Ponta de Faca”. Na coletiva de imprensa, Alcymar fez questão de defender o forró tradicional. “É importante não deixarmos o verdadeiro forró perder o seu espaço no São João de Caruaru”.

Fechando a noite, o cantor Geraldo Azevedo fez todo mundo cantar seus grandes sucessos numa apresentação emocionante. Os caruaruenses estavam ansiosos pelo seu show, já que o artista não se apresentava na cidade desde 2013. “Fico muito feliz em voltar aqui e ouvir as pessoas curtindo e cantando as minhas músicas, de mais de 50 anos de carreira”. O caruaruense João do Pife e a banda Zé do Estado fizeram uma participação no show de Geraldo Azevedo, quando ele cantou a música “Forrozear”.

As festas de São João, em Caruaru, continuam na próxima semana espalhadas pelos 22 polos que a cidade possui este ano.

Movimento Livres elege primeiro prefeito

A cidade de Teresópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, elegeu um candidato a prefeito ligado a um movimento de renovação política. Vinicius Claussen, do movimento liberal Livres, foi eleito pelo PPS na eleição suplementar do último domingo (3/6). Ele venceu com 23.500 votos (36,58%).

O empresário, de 39 anos, nunca havia sido candidato ou ocupou cargo público. Presidente do Teresópolis Convention & Visitor Bureau, Claussen é formado em administração e pós-graduado em gestão empresarial; e promete trazer essa experiência para a administração da cidade que teve sete prefeitos em sete anos, o último afastado pela Lei da Ficha Limpa.

– Teresópolis precisa de um gestor. Eu nunca fui político. Temos que encarar a prefeitura como uma grande empresa.

Uma de suas primeiras medidas será uma auditoria em todas as receitas e despesas da prefeitura. Em janeiro deste ano, o TCE reprovou as contas de 2016 do município por irregularidades diversas, como um déficit financeiro de R$ 71.538.716,25. Teresópolis também passa por grave crise na saúde, outro foco do novo prefeito.

Claussen e o vice eleito Ari Scussel Junior (médico) registraram em cartório a promessa de doar os salários líquidos ao longo da gestão de dois anos e meio, num total de cerca de R$ 600 mil. Confira o programa de governo.